terça-feira, 8 de março de 2011

PINTO DA COSTA - Um fora da lei com lições de moral.

--- A impunidade tem disto, um verdadeiro fora da lei, acha-se com autoridade moral de apelidar outros de viverem fora da lei.
   Compreendo, até porque ao analisarmos as frases de certos "gangsters", devemos ter em consideração o que eles entendem por estar ou não de acordo com a lei.
   Pois bem, para Pinto da Costa,  viver dentro da lei, é receber árbitros em casa, é pagar-lhes viagens, é oferecer-lhes prostitutas, é mandar agredir jogadores e treinadores, é atropelar jornalistas, e mais um rol de crimes que aqui não cabem.
  Portanto, para quem tem esta noção de lei, é muito natural que ache que os outros se julguem acima da lei e de facto tenho de concordar, o Benfica está habituado a viver fora da lei segundo os padrões de lei de Pinto da Costa.
   Por mais que determinado tipo de gangsters tentem apagar a sua imagem, ela será sempre recordada com o que de mais podre se passou em toda a história do futebol português e isso só por si, é suficientemente esclarecedor para alguém que se julga dentro da lei, porque isto é como a velha história de um aldrabão que de tanto aldrabar, julga que as suas aldrabices são verdade, Pinto da Costa de tanto crime cometer e não ser condenado de forma absolutamente escandalosa e vergonhosa, naturalmente sente-se um cumpridor, o que vale é que vozes de burro não chegam ao céu.
   A minha dúvida é se Pinto da Costa falou olhando-se ao espelho, ou se falou acreditando no que dizia e isso é grave, porque de facto a idade não perdoa e os sinais de senilidade são por demais evidentes.
   Apenas se estranha que um cumpridor da lei, tenha fotos e notícias como estas.

7 comentários:

Berrante De Encarnado disse...

Muito bom!

Subscrevo na totalidade. É a lata no seu estado mais puro.

BENFICA SEMPRE!!

Cumprimentos

Ricardo Oliveira disse...

Quer fazer uma troca de links? Eu sou seu seguidor e voce é meu seguidor.

Responda no meu blog

http://benditasortedeserbenfica.blogspot.com

Carlos Alberto disse...

Mas, tirando os pés de microfone alguém liga ao que este filho-da-puta diz?

É o mesmo que ver o Kadhafi criticar a ditadura europeia.

Manuel Oliveira disse...

Temos exactamente a mesma opinião!

Abraço.

Joseph Lemos disse...

Na realidade se houvesse Lei este miserável já estaria a apodrecer na prisão há mais de 20 anos.

A sbedoria popular diz: «Cada porco tem o seu Natal» e estou convencido que este não chega ao próximo!

troza disse...

Estive fora uns dias e venho agora comentar tudo...

Há uns anos o Poborsky foi expulso contra o Boavista por tentativa de rasteira... Agora o clube que substitui o Boavista faz o mesmo trabalho sujo com as mesmas ajudas.

O Benfica não ganha com o Xistra um número impressionante de vezes mas desta foi tudo feito às claras: arbitros indisponíveis para festejar o carnaval (incrivel que o xistra estivesse disponível...) levanta logo suspeitas mas ninguém deu destaque a esta notícia muito estranha nem ninguém tentou saber o que é que levou aos arbitros a estarem indisponíveis para um jogo de grande projecção nacional para eles. Se fosso o Rui Costa a ir a inglaterra havia lá alguém a ver o que é que ele fazia.

E sinceramente... eu jogo PES 6 e, às vezes, eu passo a bola e é falta... e eu sempre pensei: mas como é possível ser falta por passar a bola? Na realidade isto nunca é falta... ora... tenho um pedido de desculpas a fazer à minha playstation porque na realidade chutar uma bola não é só falta como é expulsão. Agora percebo porque é que dizem que o Benfica era o clube do regime: o Eusébio marcou muitos golos a chutar com um gesto técnico parecido com o usado pelo Javi. Tenho que dar razão ao tripeiros e aos lagartos porque sim... metade dos golos do Eusébio foram ilegais... até aqueles penaltys era falta pois chutar a bola daquela maneira é um crime.

E é giro... os fiscais de linha mesmo nas barbas dos lances assinalam tudo contra o Benfica... só de me lembrar as expulsões do Ricardo Rocha no cabrão em que ele era expulso por não tocar no Deco... com o fiscal de linha a ter a melhor visão possível do lance... Já o Pedro Proença foi outro... coitado... se calhar queria ser fiscal de linha... o curioso é que isto acontecia sempre no mesmo sitío e agora expandiu-se para Braga.

Quanto ao Pinto da Costa... espero que morra na vespera de um Benfica-Porto que é para que todos os Benfiquistas cantem, durante o minuto de silêncio: "Pinto da Costa, vai pró...". Eu não sei se alguém vai fazer isto, mas eu vou mesmo que esteja em casa, porque o castigo pode tardar mas vai vir.

Jotas disse...

Caro Troza, subscrevo.

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista