quinta-feira, 27 de setembro de 2012

O QUE DIZER DISTO? - Viva a corrupção.

      Uma vergonha feita às claras, numa palhaçada incrível, onde vale de tudo, pois a impunidade é total, quando saí uma notícia como a que abaixo transcrevo e nada se apura, da qual a comunicação social desportiva nada diz, julgo que facilmente se percebe até onde vão os tentáculos e sinceramente, estou ansioso por ver se nos dias seguintes e programas afins,  este tema vai ser alvo de 75% do programa como foi o castigo de Jorge Jesus, que pelos vistos para a comunicação social desportiva é mais grave que isto, feito numa reunião secreta de Antero Henrique e o CA da FPF:
   " O FC Porto vetou os árbitros Duarte Gomes e Bruno Paixão. Segundo soube o CM, no dia 14 de Setembro, o nº 2 dos dragões, Antero Henrique, esteve em Lisboa e reuniu-se com o presidente do Conselho de Arbitragem (CA) da FPF, Vítor Pereira, o ‘vice’ Antonino Silva e o vogal Lucílio Baptista. Luís Guilherme (vogal) também foi convidado, mas, de acordo com as fontes contactadas, recusou, por entender que o CA não deve ter reuniões secretas com os representantes dos clubes.
De acordo com as fontes contactadas, a reunião foi pedida pelo FC Porto, e além da conversa ter abordado várias questões sobre o estado actual da arbitragem nacional, o ponto forte foi mesmo os internacionais Duarte Gomes e Bruno Paixão. Antero sublinhou várias vezes que não os quer ver nomeados para os jogos do FC Porto.
Esta época, apenas Duarte Gomes já dirigiu os portistas: foi na deslocação ao Gil Vicente (0-0, na 1ª jornada) e, no final, a sua actuação foi contestada pelo técnico Vítor Pereira: "Valeu tudo na área do Gil, nos cantos e livres a nosso favor. Vi pelo menos dois jogadores, Kléber e Mangala, a serem agarrados."
O CM tentou contactar Antero Henrique, mas o director-geral da SAD portista não atendeu o seu telemóvel."
  Lembrem-se que Antonino Silva, é o tal nome referido por Rui Gomes da Silva, aquele que sistematicamente está presente no camarote do Porto.
  Perante isto o que faz o Ministério Público? Nada de nada, sim porque da Liga e da F.P.F., nada se pode esperar, porque esses são fonte do sistema corrupto instalado no futebol português, perante isto, ainda querem que eu acredite que o Benfica possa ser campeão ou na verdade deste futebolzinho de trazer por casa, onde grassa a corrupção e o compadrio com total impunidade e onde fruto da impunidade, já se faz de tudo à descarada?
  Nem mais um tostão darei ao futebol português e se todos fizessem isso, algo teria de mudar sob pena da sua falência. é por casos como este que cada vez mais se impõe uma posição de força dos benfiquistas, como estas:
    Portanto, conclui-se de pois do que li do Maicon, que isto é a noção que os portistas têm de jogar no relvado.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

TOCA A ADERIR - Passem das palavras aos actos.

Está marcado um protesto para o próximo dia 2 de Outubro, no decorrer do jogo Benfica vs Barcelona.
Todos os Benfiquistas deviam participar levando cartazes em Português e Inglês sobre a vergonha que é o futebol em Portugal.
O jogo frente ao Barcelona terá mediatismo mundial e será uma oportunidade única para tentar chamar à atenção da corrupção que assola o futebol Português.
Era muito importante todos os Benfiquistas participarem no sentido de fazer desta iniciativa uma Gigantesta denúncia aos olhos do Mundo e das entidades que regulam as competições Europeias e Mundias.
FORÇA BENFIQUISTAS!! UM PEQUENO GESTO QUE PODE TER UM ENORME SIGNIFICADO!
 
 NOTA: Retirado do fantástico blogue: Magalhães SAD
 

terça-feira, 25 de setembro de 2012

SORTEIO DA TAÇA DE PORTUGAL - Freamunde no caminho.


 
   Decorreu hoje o sorteio da 3ª eliminatória da Taça de Portugal, já com clubes da 1ª Liga, cujos jogos se realizam no fim de semana de 20 e 21 de Outubro.
   O primeiro obstáculo do Benfica chama-se Freamunde e obviamente, pese embora os cuidados e respeito pelo adversário que sempre se deve ter, claro favoritismo e obrigação de ganhar do Benfica.
  Para não variar o adversário mais acessível coube ao Porto, que defrontará o Santa Eulália da 3ª divisão em Vizela.
   Já ao Sporting coube o adversário teoricamente mais forte, com uma sempre complicada deslocação a Moreira de Cónegos, onde defrontará o Moreirense, num de dois encontros entre equipas da 1ª Liga, o outro é o Estoril - Paços de Ferreira.
    Ao contrário da Liga, a Taça costuma ser uma competição com mais seriedade, uma vez que os valores envolvidos não são tão relevantes, pelo que espero e desejo que seja uma boa competição e sonho com um Benfica na final, algo que infelizmente já foge há demasiados anos, pelo que esta competição deve ser encarada com o claro propósito de vencer.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

PELO BOICOTE AOS JOGOS FORADE CASA - Lanço o apelo a uma campanha conjunta.

     Depois da roubalheira a que se assistiu em Coimbra, vou lendo de tudo um pouco, coisas que me deixam perplexo, aos geração do costume já nem ligo, dar importância a gente dessa é uma perda tempo e dar-lhes o significado que eles não têm, no fundo, na alto da sua altíssima inteligência, tudo se resume a uma coisa: Vieira apoiou esta direcção da F.P.F., o problema é esse? Então expliquem-me lá, porque raio ainda antes desta direcção do Benfica, as coisas eram iguais? Seria já culpa de Vieira? Por favor, resumir a vergonha do nosso futebol a isso é uma parvoíce sem qualquer tipo de lógica, só alguém com uma visão demasiado simplista das coisas pode acreditar nisso.
    Mas o engraçado desses que tudo o que se passa se resume à culpa do Vieira, são os mesmos que agora defendem o boicote aos jogos fora de casa e que quando LFV apelou nesse sentido se revoltaram contra ele, curioso.
     Sinceramente há coisas que tenho lido em em alguns blogues benfiquistas que me custam perceber, vejam bem que alguns benfiquistas, acham, exigem e reivindicam que a equipa já devia de estar preparada para arbitragens como a do Xistra, mas caramba, isto então é o cúmulo, então um clube deve estar preparado para jogar contra árbitros? Não acham que esse é um princípio errado?        
    Tem é de se acabar com este estado de coisas, agora, parece-me descabido acusar uma equipa por não estar preparada para jogar contra equipa de arbitragem, sinceramente, não entendo como isso pode ser uma exigência, o Benfica deveria apenas e só de estar preocupado em defrontar um adversário, nada mais, isso é que deveria ser o futebol, uma equipa contra outra, depois, com mais sorte, menos sorte, melhor ou pior qualidade, que vencesse quem fosse melhor ou tivesse mais sorte.
    Outros vão-se ocupando a culpar Vieira por ter apoiado Fernando Gomes, o que eu digo, apoiasse quem apoiasse, esteja no Benfica direcção que estiver, enquanto a impunidade dos corruptos prevalecer, ninguém consegue alterar este estado de coisas, venham lá com as teorias que vierem.
   Mas alguém no seu perfeito juízo, acredita que caso LFV apoiasse uma outra qualquer direcção, Fernando Gomes não seria eleito? Então com um sistema de compadrios montado como está, alguém acredita nesse cenário? Reafirmo, reduzir o que se passa com o Benfica a esse apoio é demasiado redutor e resulta de uma profunda ignorância daquilo que são os meandros do futebol.
    Para mim, actualmente o problema reside apenas e só na impunidade resultante da descriminilzação dos envolvidos no apito dourado, naquela que foi a grande oportunidade de limpar o futebol português, mas que os agentes envolvidos, por estarem demasiado comprometidos com a Máfia instalada, não quiseram e não deixaram que isso acontecesse, esse facto, deu ainda mais força a um polvo que agora já nem precisa de andar escondido.
   Mas alguém consegue encontrar alguma lógica ou explicação razoável, para as sucessivas homenagens da A.F. do Porto a árbitros que nem sequer pertencessem à sua associação? Acham isto normal? Ninguém questiona este tipo de coisas que de transaparência nada têm?
   Não se iludam, o campeão português está pré definido, é o Porto, com a palhaçada dos costume, assim, de mentira em mentira, os homens coleccionam títulos, porque para eles não interessa nada se há ou não mérito, eles são dessa natureza.
    Infelizmente, os adeptos do Benfica desautorizaram por completo LFV quando este pediu o boicote aos jogos fora de casa, curiosamente, esses são agora os seus grandes críticos, quando são os principais culpados quando não responderam ao apelo do Presidente, no entanto eu lanço o apelo (que está divulgado no canto superior direito do blogue), para que se esqueçam as divergências e incentivo os benfiquistas de outros blogues que me seguem a aderir a esta campanha de boicote aos jogos fora de casa,  mencionando porém que os adeptos se desloquem para o exterior desses estádios, gritando e puxando pela equipa, mas afirmando que não entram nem pagam bilhete porque não querem sustentar uma mentira, porque não querem ser usados numa farsa.
   O resultado seria o medo da falência do sistema, daqueles que pactuam com a vergonha do nosso futebol, pois somos nós que enchemos estádios e mesmo assim somos tão mal tratados.
    Aliado a isso, emitiria um comunicado, dizendo que tal como determinado clube fez durante anos a fio, ganhando desse modo, o medo e o respeito dos árbitros, não garantiria a segurança desses senhores, assim talvez pelo menos eles deixassem de nos apitar e como nós, a maioria dos benfiquistas agradeceríamos.

domingo, 23 de setembro de 2012

XISTREMA A FUNCIONAR - Um roubo sem vergonha.

   Depois do que vi hoje, não tenho dúvidas, podem entregar as faixas de campeão, o nosso futebol é uma absoluta mentira, onde se rouba à descarada e onde já se faz sem qualquer pingo de vergonha, é tudo às claras.
   Depois desta palhaçada, quem criticar os jogadores, treinador o seja quem for, é um parvalhão sem limites, uma besta que não faz falta ao Benfica.
   O Benfica, fez uma exibição notável, não fez mais porque simplesmente não deixaram, espero que não se deixe para o fim, uma crítica forte e sem precedentes contra estes bandidos que apitam semanalmente, por favor estes palhaços que boicotem os jogos do Benfica, é tudo o que peço e é isso que de uma vez por todas a direcção do Benfica tem de pedir.
 ACADÉMICA 2 BENFICA 2 - Sinceramente, custa-me comentar uma mentira que na verdade, foi o que foi este jogo, quero no entanto dar os parabéns antes de mais a Jorge Jesus, tão criticado tem sido, mas depois de perder os jogadores que perdeu, não se desculpou com isso, assumiu-se e na verdade, hoje não senti a falta de nenhum deles, tal a qualidade de jogo evidenciada e se hoje o Benfica não goleou, deve-se em antes de mais ao ladrão com apito, que de forma premeditada, deslocou-se a Coimbra com o objectivo claro de arrumar com o Benfica, que diga-se é o costume nesse senhor, depois dar também os parabéns aos jogadores, sentindo o roubo que estava a acontecer, nunca perderam o discernimento e fizeram de tudo para ganhar, mas a infelicidade não permitiu concretizar tanta oportunidade
    Quando se sabe que é um ladrão que apita, falhar tanto golo, mandar 3 ou  4 bolas na trave, pode sair caro, foi exactamente isso que aconteceu.
  O Benfica entrou fortíssimo no jogo e nos primeiros 10 minutos já havia mandado 2 bolas na trave, com 2 falhanços incríveis e mais uma série de jogadas perigosas, estava visto que a sorte não queria nada com o Benfica.
   Depois, a Académica acertou mais nas marcações, mas o domínio total era do Benfica e o golo adivinhava-se, até que surgiu o ladrão, sim, porque chamar árbitro a um vendido, é uma ofensa aos verdadeiros árbitros, conseguindo transformar uma falta em penalti, num lance, em que curiosamente, o fiscal de linha que momentos antes, deixou passar em claro um fora de jogo de 2 metros ao avançado da Académica, conseguiu ver um lance a 1 metro da linha de área, dentro da área, parafraseando o bandeirinha homenageado PELA AF do Porto, que se especializou em homenagensa a árbitros e toda a gente acha isso normal, foram demasiados momentos de desconcentracção.
   Esse penalti mudou o cariz do jogo, deu confiança à Académica e abalou o Benfica, mas a verdade é que nunca criou qualquer lance de perigo.
Na 2ª Parte, o Benfica entrou novamente com tudo, e logo aos 3 minutos, este sim, penalti sem margem para duvidas e expulsão sem discussão, Nolito chuta e Galo tira uma bola que levava a direcção da baliza, nada a dizer, talvez a única decisão acertada deste bandido de apito.
   Com o empate, o Benfica cresceu, partiu para cima do adversário, mas continuava a falhar situações de finalização de forma até infantil, Cardozo não esteve nos seus dias e não acertava com as redes.
   O golo adivinhava-se, mas ainda não satisfeito, Xistrema volta a acção, primeiro sonegando um penalti ao Benfica por carga sobre Nolito, igualzinha à do Maxi no penalti da Académica, não satisfeito, consegue ver num corte de Garay, em que Hélder Cabral mergulha contra o defesa argentino, novo penalti inexistente, assim é complicado qualquer equipa resistir.  
   Wilson Eduardo marca o penalti e o Benfica novamente em desvantagem, volta a reagir muito bem, com uma condição moral incrível, só uma grande equipa reage a tamanho roubo.
   Sentindo que Rodrigo estava muito apagado, Jorge Jesus lança Lima e em boa hora o fez, o avançado brasileiro marca um golaço que volta a dar o empate.
   O Benfica fazia de tudo, mas o Xistrema pactuava com o anti jogo adversário, numa actuação que falseou o resultado, hoje, o Benfica só não ganha por uma simples razão, estava lá um ladrão com um apito que o impediu de vencer.
Pela positiva: Toda a equipa, pela atitude perante o roubo, nunca baixou os braços e foi infeliz e roubada descaradamente.
Pela negativa: Só podia ser o ladrão de apito, numa actuação absolutamente escandalosa, estragando aquilo que seria um grande jogo, no fundo, são estes palhaços e quem os corrompe, que estragam o futebol português e o transformam na mentira que é-
 Ladrão do apito Xistrema: Tudo dito, inventa 2 penaltis contra o Benfica e finge que não vê um contra a Académica, perante isto, mais palavras para quê?
  Concluindo, já tenho andado mais arredado dos estádios, porque sinto que cada vez que pago um bilhete, estou a sustentar uma mentira, como tal recuso-me a que seja usado e ajude a sustentar uma falsidade, com o apito dourado não quiseram limpar a corrupção, pactuaram com ela e continua bem viva.
    Assim sendo, apenas não desisto deste blogue, que no fundo vai analisando mentiras, porque há que continuar a denunciar esta palhaçada, há que lutar contra esta corrupção, seja lá de que maneira for, para começar, se eu fosse Presidente do Benfica, no próximo jogo em casa, eram os no name boys e mais ninguém quem receberia os árbitros, no fundo, foi assim que os corruptos se apoderaram do sector de arbitragem, agredindo-os, enxovalhando-os e tratando-os mal, pelos vistos eles gostaram, como gostaram há que os tratar da forma que gostam, se nos boicotassem, nós agradecíamos imenso, deixo mesmo esse apelo, POR FAVOR DEIXEM DE NOS APITAR.
  

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

EMPATE EM GLASGOW - Alguma falta de ambição.

     Foi um Benfica possível em Glasgow, frente a um Celtic de muito suor mas pouca arte, fruto das muitas ausências, pareceu-me um Benfica pouco ambicioso, com algum receio de se descompensar em termos defensivos e percebe-se um pouco que assim seja, a equipa não tinha aquela dose de confiança necessária, para que com naturalidade a equipa sinta que é melhor e mais forte que o adversário, a dado momento, fiquei convicto mais pela reacção dos jogadores, do que do treinador que mexeu muito bem na equipa, que o empate deixaria a equipa satisfeita, seja como for, foi este Benfica possível, que tanta desconfiança causava aos benfiquistas, que fez o melhor resultado de sempre em Celtic.
  CELTIC 0 BENFICA 0 - Embora não seja uma equipa com arte, esta equipa escocesa ganha uma força em casa que não consegue ter  fora, é preciso recordar que foi a primeira vez que o Benfica saiu deste estádio sem ser derrotado e que nunca nenhuma equipa portuguesa ali venceu.
   O Benfica pareceu-me sempre uma equipa condicionada ofensivamente, pelos remendos defensivos que foi obrigada a fazer, fruto disso, notou-se que os criativos da equipa, estiveram sempre mais preocupados em não descompensar a equipa na ajuda defensiva, do que arriscar em termos ofensivos.
   Esse factor, permitiu que o Celtic tivesse quase sempre a iniciativa do jogo, com alguma pressão nos primeiros 15 minutos.
   A partir daí, o Benfica foi conseguindo assentar o seu jogo, mas revelando sempre alguma dificuldade em ter a bola, as oportunidades, essas não existiam para nenhuma das equipas, numa 1ª parte sem grandes motivos de interesse.
   Na 2ª parte, o Celtic já não conseguia pressionar tão à frente, mas os seus jogadores lutavam pela bola como se fosse a última, numa atitude notável dos seus jogadores, já o Benfica, mais táctico e bem distribuída em campo, nunca permitiu que o Celtic criasse perigo, mas a verdade é que o Benfica também tinha muita dificuldade em criar, porque defendia mais em zonas atrasadas e quando tentava o contra ataque, depressa apanhava o adversário que nunca arriscou muito, já composto.
    Com as substituições e algum desgaste, o jogo partiu um pouco mais, mas sempre com poucas situações de perigo, mas foi o Benfica, 2 vezes por Gaitan, quem mais perto esteve de marcar.
   No fundo, foi um jogo de luta, sem grandes momentos e com um resultado justo.
    Matic, foi um gigante em campo, esteve em todo lado, num jogo de grande categoria, André Almeida mostrou algumas limitações, nomeadamente nas saídas para o ataque, o que se entende, a pressão de alguém que vem da equipa B e de repente está a jogar a Liga dos Campeões, obriga a que se jogue mais pelo seguro e nisso ele esteve bem.
   Destaco ainda Melgarejo, curiosamente não em termos ofensivos, o jovem paraguaio esteve absolutamente fantástico a defender e os muitos críticos começam agora a silenciar-se, cada vez mais acredito que está aqui um lateral que vai dar muito que falar.
    Pela Positiva: A grande atitude defensiva da equipa, o Celtic, nem nas bolas paradas criou qualquer problema, para quem temia o descalabro, a resposta defensiva foi notável.
    Pela Negativa: Alguma falta de ambição do Benfica, nomeadamente nos últimos 15 minutos e a dificuldade no desdobramento ofensivo.
  Arbitragem: Deixou sempre jogar, mas teve um erro grave, o guarda redes adversário faz penalti claro sobre Rodrigo, a fotografia aqui exposta dá disso conta.

OFF TOPIC: Sou um amante da Liga Record, creio que muitos de vocês também, como tal, criei uma liga privada e convido todos os interessados em participar, a clicar no link colocado na parte superior direita do blogue e juntar-se a nós.
 

terça-feira, 18 de setembro de 2012

EPISÓDIOS HILARIANTES - Do condenado Duque ao Palhaço Aguiar.

   Confesso que no futebol português já nada me espanta, embora haja de facto noticias de tal modo hilariantes, que no meio desta enorme crise instalada no país, acabam por ser o melhor remédio para rir e como faz bem rir.
   Vem isto a propósito de duas coisas que li hoje, a primeira diz respeito ao recém condenado por crime de fraude fiscal Luís Duque, queixando-se da arbitragem de Carlos Xistra no jogo em atraso da 3ª jornada, a lata que hoje muita classe dirigente tem é já um modo de estar do dirigismo português, tal a leviandade dos seus dirigentes.
   É verdade e só alguém demasiado faccioso o pode negar, que na temporada passada, nas primeiras jornadas, o Sporting foi altamente lesado pelas arbitragens, da mesma forma que o Benfica o foi no final da Liga, no fundo, a fábrica de campeões, matou um candidato no princípio e outro no fim, com o resultado pretendido.
    Por esse motivo, legitimamente, os sportinguistas podem questionar o que teria sido a temporada do Sporting, caso não o impedissem de iniciar bem a Liga, embora creia que só muito dificilmente seriam campeões, certamente, moralizados por um bom começo, fariam uma campanha melhor, mas nesta época, com resultados em tudo semelhantes aos da época passada, não têm por onde acusar as arbitragens, só a desresponsabilização de culpa própria podem conduzir Luís Duque a proferir afirmações ridículas.
   Afirma esse senhor e pelos vistos com toda a Admnistracção solidária que Carlos Xistra lesou gravemente o Sporting, alegando que o lance de Capel a bola entrou na baliza, algo que só ele viu e que o livre que deu origem ao golo, não foi falta.
   Absolutamente ridículo, desculpar tão pálidas performances da equipa com a arbitragem, a única leitura possível desta choraminguisse, tem apenas uma leitura, cientes da ineficácia da equipa e da sua incapacidade, o Sporting, estratégicamente tenta pressionar a arbitragem  a ajudar o clube a obter os resultados que não consegue obter por mérito e branquear essa incapacidade junto da sua massa associativa.
    Mas de tão descabidas as queixas, creio que nem os adeptos do Sporting perceberam haver razões para tal, é que o lance do Capel, ninguém no seu perfeito juízo poderá afirmar que a bola entrou, nenhuma das muitas imagens que já passaram e nenhuma fotografia mostrada nos jornais, em momento algum, mostra que a bola passou a linha de golo na sua totalidade, ou seja, é lamentável querer imputar esse lance como erro, a não ser que se recordem de um golo ao Guimarães obtido em situação semelhante, ou seja em que a bola não entrou e queiram disso fazer jurisprudência para o Sporting.
    Concordo que o livre que originou o golo do João Guilherme não foi falta, tal como um livre perigoso, em zona idêntica que foi marcado favoravelmente ao Sporting, a grande diferença é que o defesa maritimista cobrou o livre magistralmente e fez golo e Adrien marcou mal o livre e chutou contra a barreira, ou seja, livres há que são marcados indevidamente, mas só se fala deles quando há golo, pena que Luís Duque tenha omitido o lance mais grave, penalti de Xandão sobre Heldon, concluindo, o dirigente leonino, queixa-se de um jogo em que foi mais beneficiado que prejudicado, sintomático daquilo que pretende, ou seja, as suas declarações foram pensadas como forma de pressão aos árbitros.
   A outra curiosidade que li, foi na página do jornal "Record", alusiva ao Porto, a dado momento, o cronista conta um episódio curioso, relatando uma conversa com o taxista que o conduzia ao Hotel, em que este dizia já ter sido do Zagreb, mas que agora é do Barcelona.
   Estranhando essas afirmações, o jornalista que acompanha o Porto e que não esconde que essa é a sua cor, acha estranho esse tipo de sentimento e pergunta porquê que os adeptos croatas estão desligados da equipa do Dínamo, a resposta do taxista foi é que o campeonato croata é uma farsa e altamente corrupto e como tal as pessoas estão completamente desiludidas com o futebol no país porque não acreditam nele.
   Concluí o brilhante jornalista portista, que o taxista sabia que estava a falar com portugueses, tentando comparar com a nossa realidade, o que de facto é evidente, certamente, o nosso futebol é tão mentiroso como aquele que o taxista descreve, nada de mais, espantoso foi o modo como esse jornalista quis transmitir esse episódio, fazendo do seu clube, que foi aquele que esteve intimamente ligado ao que de mais podre se passou no futebol português, como uma vítima, hilariante, mas que não surpreende, afinal de contas, uma das grandes virtudes tripeiras, tem sido a brilhante capacidade em transformar mentiras em verdade, esta é apenas mais uma mentira que querem transformar em verdade, por muito que as escutas os desmintam.
     Por falar em corrupção e na vergonha do futebol croata por comparação com o nosso, obviamente nem sequer vou perder muito tempo a falar na figura de Guilherme Aguiar, porque isso é dar-lhe mais importância do que aquela que ele tem, mas ao assistir ao que diz e a forma como tenta branquear e convencer as pessoas das suas aldrabices, apenas duas coisas me ocorrem dizer: a 1ª é que quem gosta de fazer figura de palhaço, optando pela palhaçada na ausência de argumentos, deve estar no circo e não a comentar futebol e a 2ª é que o nosso futebol é completamente miserável e desonesto, devido essencialmente à classe dirigente que nele teve responsabilidades ao longo dos últimos 30 anos, ora esse senhor foi um desses dirigentes e apreciando a sua postura, julgo que nem é preciso dizer mais nada.

  OFF TOPIC:  Sou um amante da Liga Record, creio que muitos de vocês também, como tal, criei uma liga privada e convido todos os interessados em participar, a clicar no link colocado na parte superior direita do blogue e juntar-se a nós.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

APÓS LONGA PARAGEM - Vem aí a Liga dos Campeões.

      Depois de uma incompreensível paragem da nossa Liga neste fim de semana, regressa o futebol para alguns clubes nacionais, com as competições da UEFA e na parte que mais me interessa com o jogo do Benfica em Celtic.
   Um jogo que é aguardado com imensa expectativa, nomeadamente por ser o regressa à competição, com as diversas condicionantes provocadas não só pelo fecho do mercado, como pelos castigos anunciados.
   Desde logo a curiosidade que presumivelmente, ainda hoje será saciada em relação à extensão do castigo de Luisão nas provas internacionais, certamente uma coisa será Luisão jogar na Escócia, outra bem diferente será a sua ausência, que se junta à de Maxi Pereira.
   Julgo que a opção de Jorge Jesus para a lateral direita será Miguel Vítor, o que me parece uma excelente solução, desde logo porque já fez e bem essa posição e depois porque havendo um lateral na esquerda de extrema vocação ofensiva e um meio campo delapidado pelo mercado de transferências, é até prudente que um dos laterais seja mais defensivo.
   Confirmando-se o castigo de Luisão nos jogos internacionais, o que duvido, porque em casos semelhantes, essa não foi a decisão da FIFA, Jardel será a escolha natural, desde logo porque o Miguel Vítor já estará ocupado noutra tarefa e porque Jardel, na época passada esteve sempre em bom plano quando foi chamado.
   Ou seja, para mim, mais preocupante que a não utilização de Luisão, é claramente perceber como vai o meio campo reagir às vendas de Javi e Witsel, julgo que é aqui que reside a principal incógnita para o jogo de 4ª feira.
   Julgo ainda, que a principal lacuna que o Benfica forçosamente terá nesse sector fundamental numa equipa de futebol, não reside na qualidade das alternativas, pois em minha opinião, Carlos Martins e Aimar, são jogadores de inegável qualidade, o problema é sim a condição física desses atletas que tem sido sempre gerida com pinças e a ausência de alternativas a essas alternativas.
   Não sei se haverá algumas mudanças no plano táctico, o certo é que não me parece que a adopção do sistema táctico do ano do título seja o mais adequado, pela simples razão deste plantel não ter um jogador como Ramirez, o qual tinha uma tremenda capacidade de abrir o jogo nas alas e dar velocidade nas transições quando em situação atacante, que aliava a uma notável capacidade de recuperação de bolas e leitura táctica na forma como ajudava a fechar mais em zonas centrais, criando o necessário equilíbrio do meio campo, ou seja, não me parece que nenhum dos alas do Benfica tenha essas características, mas certamente o treinador conhece muito melhor os seus jogadores que eu.
   Pese embora todos esse factores, os quais forçosamente terão de ser corrigidos em Janeiro com o reforço da equipa e esperemos que não seja tarde, estou convicto e esperançado numa boa resposta da equipa, num jogo muito positivo do Benfica, até porque embora seja o 1º jogo do grupo, creio que será fundamental ganhar, até porque a seguir vem o Barcelona e uma eventual vitória na Escócia, dará uma boa margem de erro, já perdendo em Celtic, o jogo contra o grande favorito do grupo, terá contornos de fundamental, o que é , convenhamos, muito complicado para o Benfica.
     Há que ser realista e sem qualquer espécie de demagogia, reconhecer que quer ao Benfica, quer a qualquer outra das equipas do grupo, será extremamente complicado ganhar pontos ao poderoso clube espanhol, daí que o confronto entre as 3 equipas que se encontram na sombra do Barça, serem absolutamente decisivas e se o Celtic é na minha opinião a equipa menos forte do grupo, ganhar-lhe pontos é providencial.
   Venha de lá esse jogo, porque de facto, estar mais de 3 semanas sem jogos oficiais das equipas que vão estar na UEFA, é inadmissível e estratégicamente prejudicial aos clubes, pois nesta fase, são os jogos que vão dar maior consistência e capacidade às equipas, o desgaste, esse, é lá bem mais para a frente.
     Termino o post com uma piada, para quem não consegue perceber porque se marca tanto penalti inexistente favorável ao Sporting B, já vai em 6, a resposta é simples e bem previsível, é para precaver uma eventual descida de divisão da equipa A do Sporting, é que assim, mesmo que desça de Divisão, o Sporting mantém-se na 1ª liga.

sábado, 15 de setembro de 2012

APÓS CASTIGO DE LUISÃO - Descubra as diferenças-

   Informo que procurei, procurei, mas estranhamente não encontrei a agressão de Deco que atira com a sua bota contra o árbitro quando representava o Porto, mas encontrei a escuta que aqui deixo e que retrata bem como se trabalha no futebol português.

 
 
Vídeo da agressão de Pedro Silva do Sporting e logo numa final de uma competição oficial:
(veja entre os 40 e os 45 segundos) 
 
 
  
Agressão de Belushi a Duarte Gomes.
 
 
 
 
 
   A diferença meus caros, não é tanto pelas imagens, para além do facto de nenhum dos agredidos ter jeito para o Teatro, simulando desmaios, é sim nos castigos: Pedro Silva do Sporting apanhou 3 jogos de suspensão, Belushi esse foi castigado, pasme-se com um cartão amarelo e Deco, bom, esse foi a vergonha que todos vocês conhecem, nenhum destes actos foi num jogo particular, essa é outra diferença.
   Curioso também verificar que aqueles que tanto histerismo demonstraram a exigir a repatriamento de Luisão para a Sibéria, ficaram em perfeito silêncio sobre estes factos, ora aqui está um belo exemplo da noção de isenção dessa gente, que consiste numa espécie de 2 pesos e 2 medidas.
    Espero e assim se deve exigir, que todo o plantel se una em torno do seu capitão, faça das suas fraquezas força e mostrem de que é feito o Benfica, para que todos esses palhaços levem uma enorme bofetada de luva branca e no fim da liga lhes possamos agradecer convenientemente.
  Concluindo, para além da vergonha  que cada vez mais tenho do futebol português e do país, este post não visa questionar a justiça do castigo de Luisão, mas sim a falta de equidade dos orgãos disciplinares em casos semelhantes e o custo por continuar a ver um árbitro artista a apitar impunemente como se  nada tivesse feito, é que só um mentecapto tipo Rui Santos, é que pode acreditar que o árbitro desmaio ou não tinha condições de prosseguir com o jogo em causa.
    OFF TÓPIC: Em resposta ao Rui Moreira, aquele que foge de programas televisivos quando deixa de ter argumentos, não sei se como ele diz se algum dia os árbitros vão boicotar os jogos do Benfica como fizeram ao Sporting, mas estou certo que os do Porto nunca irão boicotar, porque nenhum árbitro, no seu perfeito juízo, recusa uma férias bem pagas no Brasil, nem sexo de borla.
    

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

O CASTIGO AO LUISÃO - Já se avança com a sentença

  O jornal "A Bola", avança ainda antes de ser do conhecimento público qualquer sanção que Luisão será castigado no mínimo 2 meses, por agressão ao árbitro sem lhe causar lesões de especial gravidade.
   Antes de mais, a estranheza que haja fugas de informação sobre uma matéria tão sensível, como é possível um jornal avançar já com um castigo, ou será mais uma das muitas formas de pressão tão bem aproveitadas na sequência do castigo de Jorge Jesus?
   Pois bem, tal como havia dito antes, este castigo a Jorge Jesus estava armadilhado, serviu apenas e só para ser usado como linchamento público ao jogador Luisão e como forma de uma pressão nunca antes vista contra um atleta, uma falta de vergonha de uma cambada de venenosos a quem dão tempo de antena, os seus intentos vão ser conseguidos, certamente isso fará essa gentalha feliz.
   O que eu antevi vai certamente acontecer, porque a presença ou não de um treinador no banco de suplentes pouca relevância tem, já a falta de um jogador torna-se objectivamente um facto importante.
   Mas é este o país que temos e sinceramente não esperava outra coisa e só espero da direcção do meu clube, a confirmar-se este facto, uma reacção forte, enérgica e arrasadora, não só para com o órgão disciplinar em causa, mas também para a cambada de abutres e arruaceiros que sem um pingo de moral, outra coisa não fizeram esta semana do que exigir mão de ferro para com Luisão, um tal de Dias Ferreira chegou mesmo a ironizar exigindo uma condecoração ao jogador encarnado.
   Mas desse frustrado já nad me espanta, no fundo, o homem vive eludido que os sportinguistas o respeitam, quando não lhe passam qualquer tipo de cartão, é um frustrado porque ao contrário do que julga, como se comprovou nas eleições do seu clube, o seu crédito é zero junto dos seus.
   Os factos são estes: Luisão claramente exagera nos protestos, o árbitro simula um desmaio, o árbitro é categoricamente desmentido por todos os relatórios médicos, em lado algum, nem no relatório do árbitro vem escrito que Luisão foi expulso ou que agrediu alguém, mais grave ainda, nenhuma expulsão após o termino do jogo foi comunicada ao delegado ao jogo do Benfica tal como é obrigatório, perante isto, castiga-se Luisão por agressão com base em quê?
  Sempre aqui defendi que Luisão deveria ser castigado, devido ao excesso com que protestou, defendi até que o próprio Benfica, não publicamente, mas internamente, deveria chamar todos os que estiveram envolvidos naquela situação à razão e se preciso fosse puni-los internamente, mas acho uma palhaçada autêntica, classificar a acção de Luisão como agressão.
   Por muito que a alguns lhes interesse desvirtuar as imagens, elas são claras, mais que a acção despropositada de Luisão, pior foi a figura e a farsa produzida por um árbitro sem categoria, aconselho mesmo, que o Benfica exija saber que dinheiros entraram na conta do árbitro no período que mediou este processo, porque toda a sua acção durante e após o jogo, apenas me traz à ideia que tudo isto foi uma armadilha premeditada e bem montada.
   Mais triste ainda, vai ser agora ver uns quantos ditos benfiquistas que agora boicotam os meus comentários nos seu destrutivo blogue, acusarem a direcção e afins por não terem acautelado aquilo que já sabiam que ia acontecer, eu pergunto, mas já sabiam porquê? Será que atendendo à imagens e a toda a figura do árbitro que o clube não poderia estar convencido que nada de grave se iria passar? Porque razão não deveria a direcção acreditar firmemente na sua defesa ao jogador? Será que ao precaver um eventual castigo, com a compra de outro central não estaria no fundo a dar razão aos inquisidores?
   Mas enfim, este é o futebol que temos, preparem-se benfiquistas, a coisa não vai ficar por aqui, até porque para além dos inimigos externos, temos aqueles dentro do clube de que se dizem adeptos, sempre prontos a apontar o dedo ao clube, colocando-se ao lado dos inimigos externos, como já aqui referi diversas vezes, esse tem sido o grande contributo que determinada corja tem dado ao Benfica e mais do que da direcção, muito do que tem sido feito ao clube é culpa deles, porque são eles que dão força e corroboram com as acções de quem quer mal ao Benfica.
     Espero que a confirmar-se tão duro castigo, que já que o grupo de trabalho, infelizmente não poderá contar com o apoio de todos os benfiquistas, porque há aqueles inquisidores que preferem juntar-se aos inimigos do clube, se una em si mesmo e faça disto uma enorme força que os faça lutar contra tudo e todos, de forma a no fim darmos a devida bofetada a quem tão mal trata o Benfica.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

NOTICIAS DE JORNAL - Para pacóvio se entreter

   Como já aqui disse, acho absolutamente surreal e incompreensível, numa fase inicial da temporada, que não haja jornada de campeonato neste fim de semana, quando os jogos de selecções terminaram na 3ª feira, enfim, deve andar tudo rico ao contrário do país.
   Como não há futebol, tudo vai servindo para entreter um grupozeco de pacóvios que se aproveita de tudo para achincalhar, enfim, começo a acreditar que ao contrário do que leio na blogoesfera benfiquista, os pacóvios não são os jornais nem os jornalistas, mas sim um grupo de indivíduos que de tudo se aproveita para colocar em causa tudo o que diga respeito ao Benfica, a sua ânsia é tanta que sinceramente de tão ridículos já perderam qualquer tipo de credibilidade.
   Se pautassem a sua conduta por crítica construtiva e oportuna, eu, mesmo que discordasse de uma ou outra coisa, aceitaria perfeitamente, o problema é que já não se trata de crítica, trata-se sim de uma guerra desenfreada de gente que está mal com tudo, ora estando mal com tudo e com todos, obviamente também não poderão estar bem com o clube e muito menos com eles, julgo mesmo que estamos já na presença de um caso grave de disfunção psiquiátrica.
   Certamente que há reparos em relação a certas políticas desta direcção, certamente que há reparos ao próprio treinador e certamente que todos nós temos ideias diferentes daquilo que preconizamos para o clube, agora, fazer disso uma questão pessoal, é intelectualmente desonesto e retira credibilidade à razão que em alguns aspectos até se lhes possa assistir.
   Ao ler o que escrevem, acho absolutamente incrível como se desperdiça tamanho talento, ou melhor pessoas com a presunção de serem talentosas, julgo que bastava apenas um para fazer de tudo no clube, já que alguns se fazem passar por tremendos experts em matéria financeira, no modo de gerir um clube e treinadores absolutamente infalíveis, Mourinho que se cuide.
   Tudo isto vem a propósito de umas pseudo declarações de Witsel que de tão banais, fiquei surpreso pela dimensão que lhe foi dada pelos próprios benfiquistas, mas que raio, Witsel era de facto um belo jogador, mas era algum símbolo do clube? Queriam o quê? Que ele chegasse ao Zenit e dissesse, troquei o Benfica por este clube pelo dinheiro?
   Mas enfim, o problema por vezes da ânsia de se fazer ouvir, do fanatismo exacerbado contra tudo o que mexe no seio do Benfica é que conduz à precipitação naquilo que se diz e escreve, sendo precipitados, temos tendência em sermos ridicularizados pela parvoíce, mas como já não há limites para a sua guerra, certamente ser parvo é algo que já não os incomoda.
   Ora, foi exactamente a pressa em aproveitar as palavras do belga, levando ao cúmulo de as identificar com o não acreditar do jogador na política desportiva do Benfica, vejam bem ao que chegou o disparate, que mais uma vez os tornou ridículos, primeiro porque se cada jogador que disser algo menos abonatório sobre o clube e relacionar isso com o desacreditar no Benfica, então até nos anos dourados do clube, em que se ganhava tudo a política desportiva não prestava, depois e mais grave, porque não tiveram a capacidade suficiente de procurar saber antes de balbuciarem palavras sem nexo, se foi bem assim que as coisas se passaram, o que se estranha em gente que se acha tão brilhante e que julga que só eles e mais ninguém sabem o que é gerir o Benfica, como se o gerir um clube destes fosse uma espécie de somar 2 + 2, tal a versão tão estupidamente simplista de alguns disparates ditos.
    Em relação às pseudo palavras de Witsel meus caros, eu já nem vou dormir tal a leitura catastrófica que faço de declarações manipuladas que servem para entreter os que engolem de tudo.
   Sinceramente, este tipo de questões são meros fait-divers que apenas servem para os jornaleiros alimentarem os egos de quem se deixa influenciar por este tipo de noticias, ou delas se aproveita na prossecução dos seus objectivos, eu não dou qualquer tipo de importância a este tipo de noticiais, nem sequer me interessam.    O que penso ser sensato é que devemos ter cuidado com a manipulação de noticias, porque a frase não é como vem exposta numa comunicação social sempre disposta a lançar polémica, o que Witsel disse foi que atendendo ao investimento do Zenit comparado ao do Benfica, o Zenit é mais forte e pode chegar mais longe, por isso é natural que paguem mais, ou seja,  completamente diferente da triste forma como vem descrito nos jornais online e foi noticiado nas televisões.
   Mas este tipo de situações acontecem e aconteceram ainda com maior frequência à medida que as eleições se aproximarem, porque ao contrário do que alguns dizem e embora não sendo grande a expressão do que aqui escrevemos, a comunicação social informa-se, consulta e procura divisões e joga com elas e esse é o grande serviço que esse gupozeco vai prestando ao Benfica, como se pode até constatar em comunicados de um clube rival, que aproveitou coisas que alguns disseram e fizeram para lançar ataques ao clube.
  

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

UM TREINO OPORTUNO - Benfica - Bétis.

   No sentido de não perder ritmo competitivo, o Benfica defronta hoje a equipa espanhola do Bétis, num jogo treino oportuno pelas mais diversas razões.
   Antes de invocar essas razões, manifesto aqui a minha estranheza e incompreensão por tão longa paragem ao nível de clubes, numa fase importante para as equipas, as quais procuram ainda o melhor ritmo competitivo e cujos jogadores  evoluem ainda para a sua melhor forma, daí não me parecer muito lógico que este fim de semana não haja campeonato, quando os jogos de selecção terminaram ontem, 3ª Feira, compreenderia se houvesse já alguma sobrecarga de jogos como há em Fevereiro ou Março, assim acho que esta pausa é extremamente negativa para todos os clubes.
   Este jogo com o Bétis é na minha opinião importante e oportuno, não só em face do que atrás disse, mas também para perceber que soluções poderá o Benfica apresentar para suprir as importantes saídas de 2 esteios do meio campo, Javi Garcia e Witsel.
    Por falar nessas saídas, por muito que nos custe e que a quente e como o coração condenemos as vendas,  o que entendo pois também eu reagi a quente e disse muita coisa percepitada, nomeadamente a de Javi, que é aquela cuja o Benfica tinha base legal para evitar.
   Muitos começam por condenar Vieira alegando que este não cumpre o que promete ao dizer que só vende pela clausula de depois vende abaixo dela, sinceramente acho absolutamente ridículo esse argumento, porque no Benfica, como e qualquer outro clube, é perfeitamente normal que o Presidente tenha esse discurso para o exterior e ao contrário do que alguns pensam, não me parece que esse discurso seja para adepto, mas sim para o mercado, ou seja, na minha opinião, o discurso para o exterior tem de ser o que Vieira proferiu, pois isso serve apenas para valorizar o mais possível o activo de forma a que a parada dos interessados comece logo por valores altos e isso é na minha opinião correcto e benéfico para o clube.
   Não posso ainda deixar de registar que aqueles que na altura criticaram uníssono os valores pagos por um desconhecido, pondo em causa a política de contratações do clube, à semelhança de muitos outros exemplos que se revelaram proveitosos para o clube, sejam os mesmos que agora pedem a forca ao Presidente pela venda efectuada.
   Claramente, em termos desportivos, essas vendas enfraquecem o plantel, mas abrem portas à oportunidade para outros, mas financeiramente qualquer nabo vê que forma negócios fabulosos, é que criticar é muito fácil, mas as pessoas devem entender que neste tipo de transacções à vários interessados no processo, desde logo o próprio atleta a quem lhe apresentam números astronómicos, daí que este tipo de vendas não se possam cingir à simples recusa por parte do Benfica, isso é vago e perdoem-me demonstra uma profunda ignorância de quem julga este tipo de negócios de forma tão simples e linear, essa gente à frente do clube seria a sua ruína, felizmente poucos lhe dão ouvidos.
     É exactamente por esse desfalque na equipa que o jogo e hoje se revela muito interessante, é nele que se testarão alternativas, poderá ainda este jogo ser aproveitado para dar oportunidade a jovens de inegável qualidade que começam a despontar na equipa B.
  Estas vendas, podem ser um boa oportunidade para o ressurgimento de jovens valores da nossa formação, assim o clube perceba e entenda, julgo mesmo que atendendo ao facto do mercado estar fechado e das vendas feitas terem sido em cima e depois do seu fecho, que há alternativas válidas na equipa B, André Gomes e Miguel Rosa, são 2 centro campistas e poderão ser uma solução válida, assim se lhes dê a oportunidade, tempo e os reis do assobio e da crítica destrutiva lhes dêem tempo para crescer evoluir e não os matem à nascença como é seu timbre e o seu grande contributo ao Benfica.
   Aguardemos pois com curiosidade este jogo de mais logo, com a confiança que esta equipa merece, porque julgo que continua a ter qualidade e bem usados os recursos existentes no Benfica B, poderemos minimizar a perda de 2 jogadores de grande qualidade.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

O PROCESSO JOÃO PINTO - Para avivar memórias.

    Não queria entrar neste assunto, mas algumas confusões, não sei por conveniência ou por falta de memória, obrigam-me a falar das penas aplicadas no âmbito da fraude fiscal no caso " João Pinto".
   Mas antes de entrar no post propriamente dito, refiro desde já, que o mesmo, serve não só para avivar a memória, como também para aqueles que se julgam ser adeptos de um clube diferente, percebam que todos, mas mesmo todos, Benfica incluído, têm os seus telhados de vidro, embora uns bem mais graves que outros, o problema reside na amplitude e contornos de histerismo que as coisas assumem sempre que algo diga respeito ao Benfica, como aliás ficou bem patente nos casos do castigo a Jorge Jesus e Luisão, porque não me lembro da mesma histeria quando muitos outros casos no passado tiveram tratamento semelhante ao do treinador benfiquista e muito menos me lembro de uns quantos Ferreiras, Aguiares, Júlios Magalhães e afins, terem tido a mesma exigência condenatória para com Belushi como têm agora com Luisão, quando esse sim de forma claramente intencional manda 3 peitadas em Duarte Gomes que pasme-se, mostrou apenas amarelo, algo que os que agora se mostram horrorizados com Luisão, não mostraram o mínimo repúdio perante semelhante atitude, a única diferença é que o arbitro português não mostrou dotes de actor dramático. 
   Falando então do assunto do post: Foi ontem conhecida a sentença no âmbito do processo crime instaurado a jogador João Pinto, ao empresário José Veiga e aos administradores da SAD leonina Luís Duque e Raul Meireles, com todos eles a serem castigados com penas de prisão suspensas por igual período do tempo a que foram condenados, no fundo, usando os termos dos alcoviteiros do processo de JJ, foi uma penas sem efeitos práticos.
   Ora, eu venho à baila com este assunto, porque existe em algumas cabeças, alguma confusão, a qual me parece mais premeditada do que inocente, ou seja, no sentido de justificarem as penas aplicadas a administradores da SAD do seu clube, neste caso o Sporting, limitam-se a dizer em sua defesa, mas José Veiga antigo director do Benfica também foi condenado.
      Pois bem meus caros, aí é que está a grande diferença, é que na altura dos factos, José Veiga não era nada, mas nada no Benfica, nem sequer se imaginava vir a ser e foi punido exclusivamente na condição de empresário do jogador, ao contrários dos administradores leoninos que estavam em pleno de funções no clube e isso meus caros faz toda a diferença.
   Mas para aqueles que andaram anos a fio a falar de Vale e Azevedo, com toda a razão diga-se, mas esquecidos de Jorge Gonçalves (que memória meus senhores), alegando inclusive que o Benfica deveria ter descido de divisão devido a uma falsificação de um documento comprovativo de regularização das dividas à finanças, acho estranho que agora não questionem, perante esta fraude, cometida por dirigentes seus, nunca tenha sequer havido um processo disciplinar ou de averiguações ao clube por parte da F.P.F., quando ainda por cima, diz Luís Duque, que isto "São ossos do ofício pelo Sporting", foi Luís Duque que o disse, não eu e cada um tire as conclusões quer quiser, a verdade é que a condenação aos dirigentes leoninos da altura dos factos, diz claramente que o "o Tribunal entende que a admnistracção do Sporting, ajudou João Pinto a fugir ao fisco".  
     Imaginem terem sido admnistradores do Benfica, ou por exemplo o Humberto Coelho em vez de João Pinto, seria bom de ver um Dias Ferreira, o homem que exige condecoração a Luisão, se calhar ressabiado pelo facto de no seu clube não lhe darem qualquer crédito, e um tal de Aguiar que demonstrou bem toda a sua incompetência e falta de isenção na Liga, a exigerem uníssono a demissão de Humberto da Federação e severo castigo para os admnistradores da SAD e ao  Benfica porque eles agiram no exercício das suas funções no clube.
   Lamento que perante isto, seja o castigo ao Jesus, é que o homem no banco ainda marca um golaço de pontapé de bicicleta, ou o futuro castigo a Luisão o grande motivo de discussão em 80% do tempo desses programas compostos por paineleiros na sua maioria da pior espécie, sem escrúpulos e de um facciosismo de tal modo exacerbado, que com facilidade tenta convencer as pessoas que uma mentira grosseira é verdade, infelizmente comprova-se que há sempre aqueles prontos a engolir o que lhes convém, em vez de raciocinarem, olharem para dentro e analisarem tudo sem olhar a cores, mas mais me espanta quando os grandes incrédulos e que apregoam a moral e os bons costumes, sejam os representantes do clube que esteve ligado ao que de mais podre se passou em toda a história do futebol nacional e isso é de tal forma evidente que não só não há forma de desmentir, como o próprio Porto nunca o tentou desmentir, tal a evidência dos factos.
   Vou ainda deixar uma pergunta aos meus caros leitores, alguém acredita que quem vendeu à pressa e ao desbarato, Matias Fernandez e João Pereira, tenha recusado propostas por 5 jogadores no valor de 65 milhões? Ou será a inveja por não conseguir uma venda de jeito e que é tão feia a falar?
   Para terminar, uma aposta que tudo isto é um fait-divers para um castigo pesado a Luisão?
P:S: O Comité de Controlo Financeiro de Clubes da UEFA decidiu esta terça-feira reter preventivamente os prémios monetários do Sporting e de mais 22 clubes presentes nas competições europeias em 2012/2013.
  Em causa estão «dívidas relevantes para com outros clubes e/ou para com funcionários e/ou referentes a impostos e taxas sociais», segundo adianta o organismo que superintende o futebol europeu na sua página oficial na internet.
  As irregularidades foram detetadas na última reunião da Câmara de Investigação do referido Comité, realizada em agosto, e dizem respeito a pagamentos em falta até 30 de junho de 2012.
  Aos clubes referenciados será dado um novo prazo, até dia 30 do corrente mês, para fornecer a UEFA nova documentação comprovativa da liquidação de todas as dívidas, em conformidade com os requisitos de licenciamento e de fair-play financeiro do organismo.
  Para além do Sporting, clubes como o Atlético Madrid ou o Málaga também constam da lista publicada pela UEFA.

(mais uma, retirado do blogue: " O Belo Voar da àguia com consentimento presumido)

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

APÓS SEMANA DE DESCANSO - O Castigo de JJ e outros.

  Regressado de uma semana de férias, bem saborosa diga-se, alguns factos se sucederam que não posso deixar de comentar.
   Começo por aquele que tanta celeuma tem causado nos nossos adversários, celeuma essa que advém única e simplesmente da cor clubística em causa, fosse o castigo a um qualquer outro treinador, de qualquer outro clube que não o Benfica e certamente tudo isto passaria ao lado, sem polémicas e sem nada para discutir, mas trata-se de Benfica e todos sabemos que isto de ser enorme tem os seus custos, daí a enorme atenção que os nossos adversários nos dão e o qual só podemos agradecer, afinal de contas, a nossa grandeza, advém e muito de toda a atenção que eles dispensam a tudo o que diga respeito ao Benfica.
   Antes de mais devo dizer que discordo do tempo que demorou a analisar umas declarações do treinador do Benfica após um jogo que decidiu um  título, em que o Benfica foi claramente prejudicado, discordo ainda mais do timing do castigo, ou seja, se fui crítico em casos semelhantes já verificados, terei de o ser agora, mas essa é também uma questão, ou seja, ouvindo algumas vozes tão prontas e decididas no ataque ao timing e demora do castigo, espanta-me que noutros casos, com outros clubes, essas mesmas vozes tenham permanecido em silêncio absoluto, é que caras virgens ofendidas, este tipo de situações, não foi único, infelizmente já aconteceram muitas outras vezes e com outros clubes, mas lá está, percebo perfeitamente que como não se tratava de Benfica, não vos despertasse tanta paixão e interesse.
     Antes de voltar ao assunto tempo e timing, devo ainda confessar a minha profunda admiração, pelo facto de aqueles que tão céleres são a mostrar a sua preocupação com este castigo, que advém da frase de Jorge Jesus, após o Benfica - Porto, em que este disse " O assistente não tinha como se enganar, ele viu e não quis marcar", referindo-se ao fora de jogo no golo da vitória portista num lance de bola parada, nunca tivesse sido céleres, nem nunca se mostrassem escandalizados, com o facto de uns tempos antes, um treinador de  (lá está) outro clube, ter dito que: " As faixas de campeão já estão entregues e portanto não vale a pena", ou seja, se Jorge Jesus colocou em causa a idoneidade de uma pessoa, o outro treinador colocou em causa a honestidade de toda uma instituição que organiza os campeonatos nacionais, dizendo no fundo que o campeão já estava definido mesmo antes da prova acabar.
   Pergunto aos incrédulos com o castigo a JJ, o que é mais grave, colocar em causa uma pessoa, ou toda uma organização que gere as competições profissionais? Pois bem, relembro que o outro treinador nem processo disciplinar teve e também não me lembro que os agora escandalizados tenham mostrado qualquer tipo de repúdio sobre isso, lá está, é da cor.
   Na minha opinião, o grave desata situação e isso sim condenável e que não pode acontecer, é o Presidente do organismo que castiga JJ, proferir o que proferiu, é grave e ferido de falta de isenção, a ele cabe-lhe apenas e só julgar matéria de facto e não opinar, mas a verdade é que foi o Porto e o Sporting que não descansaram enquanto não correram com o anterior CD da Liga, porque este era demasiado rápido a decidir e não olhava a cores.
   Terminando este tema com o tempo e timing, acho absurdo que se demore cerca de 6 meses a decidir uma questão tão simples, é tempo a mais, por aí, poderemos então imaginar que o castigo ao Sporting por ter pegado fogo a um estádio, dado a complexidade do processo, demore uns 3 ou 4 anos, ou que o caso do depósito de dinheiro de um dirigente leonino na conta de um árbitro auxiliar seja apenas julgado no próximo século, bom, sobre esta matéria nem sei se foi aberto algum inquérito, é que se foi nada consta,. mas se calhar é mais grave o que disse o treinador do Benfica do que fazer depósitos bancários em contas de árbitros.
    Quanto ao timing, absurdo, apesar de eu achar que a presença ou não de um treinador no banco é pouco relevante, a verdade é que punir um treinador com dias de suspensão numa fase sem jogos, é nulo de efeito, só a parte pecuniária é que tem efeito, mas não seria mais lógico o castigo ter saído durante a época em que a frase julgada foi proferida? Julgo que sim e se fosse, mesmo que JJ estivesse 2 jogos fora do banco com a prova decidida, que influencia teria isso? Nenhuma, mas pronto, certamente o timing e o tempo não seriam discutidos se JJ fosse castigado com jogos a decorrer neste campeonato, por algo que fez no anterior.
   Para se perceber como conta a cor das camisolas, não deixa de ser curioso de constactar que quando o Estoril solicitou ao Benfica a mudança do seu jogo para o estádio da Algarve, os escandalizados a atentos ao fenómeno Benfica, ainda hoje apelidem esta situação de Estoril Gate, pois bem, são os mesmos que depois do Olhanense ter condições para se estrear na Liga no seu estádio, não tenha tido essas condições 2 semanas depois para jogar com o Porto, tranferindo esse jogo curiosamente para o estádio do Algarve, não consta que agora apelidem isto de Olhanense gate, segundo eles porque é diferente, porque Olhão fica no Algarve e Estoril em Lisboa, curioso raciocínio, mas registo aqui outra curiosidade, enquanto no jogo Estoril - Benfica, foram 30 mil adeptos no estádio, logo 4 vezes mais do que leva o campo do Estoril, os presentes no Olhanense - Porto, caberiam no campo do Olhanense e ainda sobravam lugares, mas enfim o pensamento muda consoante a cor.
   Desminto ainda a ideia errada de quem diz que o Estoril - Benfica é diferente porque decidia o título, pura ficção, foi a meio da 2ª volta, ainda com um Benfica - Sporting para disputar e o título foi decidido no Bessa e na última jornada, mentir é feio. 
    Durante este meu período de descanso, vi o Benfica a ficar descascado no seu meio campo, após Javi, Witsel saiu, num negócio irrecusável sob o ponto de vista financeiro, é que nós adeptos, por muito coração e por muito que nos custe ver os melhores a sair, temos que perceber que os clubes não só têm de lidar com os números que lhe são apresentados, mas também com os números que são apresentados aos jogadores e da pressão que daí advém.
  Por isso, para mim, esta venda, ao contrário da de Javi, não pode sequer ser questionada, é um negócio fantástico, também não vou comparar com a de Hulk, essa não me interessa nada, porque é dinheiro para outro clube e porque são eles que nos dão a atenção que um clube da grandeza do Benfica merece, embora não deixe de registar que os homens do gás, como alguém disse não levaria Hulk por 50 milhões, mas 2 dias depois levou por 40 milhões, mas isso é um problema do Porto.
   Termino com a minha concordância com o treinador portista, não faz qualquer sentido o prazo de inscrições acabar primeiro num sítio que noutro, isso é desleal e as consequências ficaram bem à vista, ou seja, Porto e Benfica perderam 2 jogadores muito importantes para um mercado aberto e com o seu fechado ficaram de mãos atadas, incompreensível, imaginem este cenário, Zenit estar na Champions com um destes clubes, esperar que o mercado em Portugal feche e com o seu aberto, descasca a outra equipa porque tem dinheiro para tal e essa equipa descascada não pode recorrer ao mercado porque este já fechou, absolutamente ridículo.
 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista