segunda-feira, 17 de setembro de 2012

APÓS LONGA PARAGEM - Vem aí a Liga dos Campeões.

      Depois de uma incompreensível paragem da nossa Liga neste fim de semana, regressa o futebol para alguns clubes nacionais, com as competições da UEFA e na parte que mais me interessa com o jogo do Benfica em Celtic.
   Um jogo que é aguardado com imensa expectativa, nomeadamente por ser o regressa à competição, com as diversas condicionantes provocadas não só pelo fecho do mercado, como pelos castigos anunciados.
   Desde logo a curiosidade que presumivelmente, ainda hoje será saciada em relação à extensão do castigo de Luisão nas provas internacionais, certamente uma coisa será Luisão jogar na Escócia, outra bem diferente será a sua ausência, que se junta à de Maxi Pereira.
   Julgo que a opção de Jorge Jesus para a lateral direita será Miguel Vítor, o que me parece uma excelente solução, desde logo porque já fez e bem essa posição e depois porque havendo um lateral na esquerda de extrema vocação ofensiva e um meio campo delapidado pelo mercado de transferências, é até prudente que um dos laterais seja mais defensivo.
   Confirmando-se o castigo de Luisão nos jogos internacionais, o que duvido, porque em casos semelhantes, essa não foi a decisão da FIFA, Jardel será a escolha natural, desde logo porque o Miguel Vítor já estará ocupado noutra tarefa e porque Jardel, na época passada esteve sempre em bom plano quando foi chamado.
   Ou seja, para mim, mais preocupante que a não utilização de Luisão, é claramente perceber como vai o meio campo reagir às vendas de Javi e Witsel, julgo que é aqui que reside a principal incógnita para o jogo de 4ª feira.
   Julgo ainda, que a principal lacuna que o Benfica forçosamente terá nesse sector fundamental numa equipa de futebol, não reside na qualidade das alternativas, pois em minha opinião, Carlos Martins e Aimar, são jogadores de inegável qualidade, o problema é sim a condição física desses atletas que tem sido sempre gerida com pinças e a ausência de alternativas a essas alternativas.
   Não sei se haverá algumas mudanças no plano táctico, o certo é que não me parece que a adopção do sistema táctico do ano do título seja o mais adequado, pela simples razão deste plantel não ter um jogador como Ramirez, o qual tinha uma tremenda capacidade de abrir o jogo nas alas e dar velocidade nas transições quando em situação atacante, que aliava a uma notável capacidade de recuperação de bolas e leitura táctica na forma como ajudava a fechar mais em zonas centrais, criando o necessário equilíbrio do meio campo, ou seja, não me parece que nenhum dos alas do Benfica tenha essas características, mas certamente o treinador conhece muito melhor os seus jogadores que eu.
   Pese embora todos esse factores, os quais forçosamente terão de ser corrigidos em Janeiro com o reforço da equipa e esperemos que não seja tarde, estou convicto e esperançado numa boa resposta da equipa, num jogo muito positivo do Benfica, até porque embora seja o 1º jogo do grupo, creio que será fundamental ganhar, até porque a seguir vem o Barcelona e uma eventual vitória na Escócia, dará uma boa margem de erro, já perdendo em Celtic, o jogo contra o grande favorito do grupo, terá contornos de fundamental, o que é , convenhamos, muito complicado para o Benfica.
     Há que ser realista e sem qualquer espécie de demagogia, reconhecer que quer ao Benfica, quer a qualquer outra das equipas do grupo, será extremamente complicado ganhar pontos ao poderoso clube espanhol, daí que o confronto entre as 3 equipas que se encontram na sombra do Barça, serem absolutamente decisivas e se o Celtic é na minha opinião a equipa menos forte do grupo, ganhar-lhe pontos é providencial.
   Venha de lá esse jogo, porque de facto, estar mais de 3 semanas sem jogos oficiais das equipas que vão estar na UEFA, é inadmissível e estratégicamente prejudicial aos clubes, pois nesta fase, são os jogos que vão dar maior consistência e capacidade às equipas, o desgaste, esse, é lá bem mais para a frente.
     Termino o post com uma piada, para quem não consegue perceber porque se marca tanto penalti inexistente favorável ao Sporting B, já vai em 6, a resposta é simples e bem previsível, é para precaver uma eventual descida de divisão da equipa A do Sporting, é que assim, mesmo que desça de Divisão, o Sporting mantém-se na 1ª liga.

4 comentários:

Manuel Oliveira disse...

Concordo com a análise, ganhar em Glasgow é muito importante para a qualificação. Também com a dúvida sobre o rendimento do novo meio-campo defensivo.

Abraço.

MAGALHÃES-SAD-SLB disse...

VAMOS HONRAR A NOSSA HISTÓRIA, ELEVAR BEM ALTO AS CORES DA NOSSA GLORIOSA CAMISOLA E DIGNIFICAR O NOME E O PRESTÍGIO INTERNACIONAL DO BENFICA!!

BENFICA SEMPRE!!

Anónimo disse...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ viagra achat
http://commanderviagragenerique.net/ commander viagra
http://viagracomprargenericoespana.net/ viagra
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ comprare viagra

Anónimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ viagra generique
http://prezzoviagraitalia.net/ viagra acquistare
http://precioviagraespana.net/ viagra

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista