terça-feira, 16 de agosto de 2011

RUMO À LIGA DOS CAMPEÕES - Precisa-se um grande Benfica.

--- Hoje, pelas 19H45, disputa-se na Holanda, frente ao Twente, um jogo de extrema importância para o futuro desportivo e económico do Benfica, desportivo, porque uma equipa que se quer voltar a afirmar na Europa tem de estar consecutivamente na Europa dos grandes e económica, porque os valores pagos na Liga dos Campeões, são incomparáveis aos de outras provas.
    Antes de entrar no jogo propriamente dito, gostaria aqui de deixar algumas pequenas considerações: Depois do empate custoso da 1ª jornada do campeonato, ao viajar pela imensa blogoesfera benfiquista, deparei-me com uma chuva de críticas à equipa e não só, algumas das quais coerentes, bem descritas e que concorde-se ou não, se devem aceitar, já outras, são penosas e de uma leviandade tremenda, em que tudo se coloca em causa ao mínimo deslize, assim como colocaram nos píncaros a equipa após o jogo com o Arsenal e isso é extremamente nocivo ao clube, a crítica deve ser construtiva, analisada com frieza, sem que para isso seja preciso colocar tudo e todos em causa e pedir de forma insistente o rolar de cabeças, isso gera instabilidade e só faz mal ao Benfica e aquilo que o Benfica precisa é de estabilidade, ou será que já ninguém se lembra da catástrofe que foi despedir Fernando Santos na 1ª jornada?
   Claro que algumas críticas são justas, ou no mínimo levantam algumas questões, eu próprio também crítico algumas atitudes desta direcção e equipa técnica, mas tenho sempre presente que eles têm a obrigação de ter um melhor conhecimento da realidade do dia a dia do Benfica e acreditar que o que fazem será no sentido de ter o melhor para o clube, quando assim não for, então, nas eleições mostrem vontade de mudar.
   A mim, custa-me de facto entender algumas coisas, por exemplo, parece-me por vezes que no Benfica actual, é pecado ser português, senão vejamos: Dos poucos que compõem o plantel ainda são dispensados, casos de Moreira e Carlos Martins, este para mim difícil de entender, até porque Enzo Perez demonstra ainda algumas dificuldades de adaptação ao modelo de jogo da equipa e ao próprio futebol português e Bruno César, parecendo-me também ser um jogador de qualidade, creio que muito dificilmente vingará no nosso futebol, apenas porque me parece tipicamente jogador brasileiro de apenas e só bola no pé e isso em Portugal não dá.
  Então quem seria a melhor alternativa a Aimar? Para mim claramente Carlos Martins, até mesmo na direita e pode como já aconteceu coabitar na mesma equipa do astro argentino, mas que fique claro que isto não passa de uma mera opinião.
  Para reforçar esta minha ideia, julgo que David Simão, conforme mostrou na época passada é um belo jogador, capaz de jogar quer pela esquerda, quer como médio centro e neste momento parece-me bem mais capaz que alguns estrangeiros da equipa.
  Estou ainda renitente em relação ao que se vai fazer de Nelson Oliveira, um jovem de enorme valor, que via passeando a sua categoria no Mundial de Sub-20 e fosse ele argentino ou coisa que o valha e se calhar andava o Benfica a oferecer milhões por ele.
  Esta sim é a minha principal crítica a esta direcção, contrata em demasia, para lugares onde já existem jogadores de categoria no clube, alguns deles portugueses e ali formados, será que Bruno César que custou 6,5 milhões é assim tão melhor que David Simão? O tempo o dirá, mas sinceramente não me parece, para quê contratar avançados como alguns que existem no plantel, quando temos jovens do valor de Nelson Oliveira e Rodrigo? Pois, também não entendo, mas espero sinceramente que se saiba o que se está a fazer e que tenha a oportunidade de ver estes atletas a brilhar com a camisola do Benfica, porque têm imenso valor para tal, mas sinceramente temo que os venha a ver brilhar noutras paragens e a lamentar porque raio nunca o fizeram no meu Benfica.
   Mas, hoje o que importa é estarmos nós benfiquistas todos unidos no apoio a equipa, a cartada em jogo é demasiado importante e só espero que a equipa entre confiante, respeitando o adversário mas consciente do seu valor e do que é capaz, de modo a fazer um bom resultado.
  Precisa-se de um Benfica ao seu melhor nível, uma equipa inteligente e criativa, mas que saiba ocupar bem os espaços defensivos no meio campo, precisamente o que não aconteceu em Barcelos e isso contra o Twente poderá ser a morte do artista.
   A minha confiança na equipa é plena, porque o Benfica tem valor para passar este adversário, repito o que disse na eliminatória anterior, quem quer estar na Champions e se julga merecedor de tal, tem a clara obrigação de passar este adversário.
  A ansiedade já se apoderou de mim, tal como sucede sempre que o Benfica joga, estou confiante e acredito nesta equipa, FORÇA BENFICA.

2 comentários:

Karlos disse...

Concordo com quase tudo o que dizes.
Se o Benfica jogasse em 4-3-3 tem dois jogadores portugueses que encaixavam que nem uma luva. Falo de David Simão na meia esquerda e de Carlos Martins na meia direita. Num qualquer outro esquema, David Simao nao tem a minima hipotese de C.Martins só em jogos como o de hoje, onde se abdicaria de um 10 puro como Aimar e por-se-ia um 8 como é Martins.

Nélson Oliveira....bem Nélson Oliveira tem tudo mesmo tudo para ser um jogador de topo e só espero que Jesus não seja casmurro e o encoste.

http://benfica2000.blogspot.co​m/

Luis Pepe disse...

Boas. Antes demais deixa-me dar-te os parabéns pelo teu blogue. É a primeira vez que o visito e fiquei agradado. Voltarei com mais frequência.

Quanto a alguns dos pontos que referes, permite-me a opinião:

- relativamente às críticas, é natural que elas surjam apenas nas alturas de insatisfação pois, quando tudo corre bem, ninguém liga às vozes dissonantes e, não raras vezes, apelidamo-as de "velhos do restelo" ou outras coisas piores. Mas isso é tipicamente lusitano.

- quanto à questão da presença de portugueses no plantel... é complicado, mas concordo contigo. Podiamos e deviamos contar com mais portugueses no plantel. Mas confesso que compreendo a saída do C.Martins. Trata-se de um jogador que tem e deve jogar com frequência, coisa que no glorioso parecia cada vez mais complicada. No que toca ao ataque, acredito que N.Oliveira e Rodrigo fiquem até porque me cheira que tanta R.Mora como F.Jara não deverão ficar no plantel desta época.

Há no entanto uma posição que o Benfica parece ter negligenciado, que é a de Defesa Direito.

Seja como for devemos ter em conta que o mercado ainda não fechou e muita tinta estará para correr.

Um abraço

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista