quinta-feira, 11 de agosto de 2011

A BOLA VAI COMEÇAR A ROLAR - É preciso romper com a tradição.

    Parece que enquanto o campeonato não começa, a bola não rola a sério, não sei explicar, a sensação é diferente e o bichinho esse nem se fala.
    Pois bem, finalmente a bola vai começar a rolar a sério, com isso, a adrenalina ao máximo, o levantar ora no estádio, ora no sofá, com um lance que parece golo mas não é, a vibração tremenda quando é mesmo golo, enfim, um conjunto de emoções que não se explica e que só percebe quem gosta de futebol e quem vive o seu clube de forma apaixonada.
    O Benfica, que no fundo é o que mais me interessa, abre a liga portuguesa, numa deslocação a Barcelos, para defrontar o recém - promovido Gil Vicente, um jogo já de casa cheia, como não podia deixar de ser,  jogo esse, que antevejo complicado, o qual deve ser encarado com a máxima seriedade, até porque é preciso romper com a tradição e entrar a ganhar no campeonato, algo que há muito não acontece com o Benfica, mesmo com alguns jogos teoricamente acessíveis na abertura.
   Novamente essa teoria do acessível está presente no jogo de estreia, afinal de contas, o Gil acabou de subir, não tem grandes nomes sonantes, mas a verdade é que tem organização e a motivação de defrontar o grande Benfica e isso por si só, é motivo suficiente para encarar o jogo com seriedade e empenho.
   O Benfica vai certamente ter pela frente uma equipa fechada no seu meio campo, preenchendo os espaços, no sentido de impedir que os criativos do Benfica tenham influência no jogo, tentando depois, apanhar o seu adversário em contra golpe, por isso, não espero um grande jogo, nem isso se pode pedir, porque estas equipas são por norma resultadistas e em nada se preocupam com o espectáculo e não censuro que assim seja, porque de facto, cada um joga com os recursos que tem.
   Para ultrapassar estas adversidades e uma defesa compacta, o Benfica terá de ser paciente, perseverante e insistente, tentando dar velocidade ao seu jogo e conferindo mobilidade na linha atacante de modo a tentar descompensar o seu adversário.
  No fundo, este tipo de jogos são aquilo que vulgarmente se designa por um pau de dois bicos, ou seja, se o Benfica marca cedo, obrigará o seu adversário a abrir o jogo e deixar mais espaços na retaguarda, se o golo tarda, começa a impaciência a apoderar-se dos jogadores e dos próprios adeptos e as dificuldades tornam-se acrescidas.
  No entanto, pela obrigação e maior valia que tem, confio plenamente no romper da tradição, ou seja, um Benfica a entrar forte e dinâmico e a vencer, no fundo o que verdadeiramente interessa.
   Venha de lá esse jogaço, porque o nervoso miudinho já se apoderou de mim e não vejo maneiras de o jogo começar.
  Porque o Benfica não concorre sozinho e interessa sempre olhar um pouco para os nossos adversários e torcer pela sua derrota, sem fazer disso a mesmo obsessão que eles fazem em relação ao Benfica, faço também aqui uma pequena análise sobre os nossos rivais:
  O Sporting, parece-me ainda longe da mecanização necessária para enfrentar uma liga que se prevê forte e competitiva, tem a vantagem de começar em casa, frente a uma adversário acessível, a Olhanense, ou seja, mesmo não estando ainda no patamar exigível, a equipa de Alvalade, tem a felicidade de lhe calhar em sorte um adversário que lhe permite vencer mesmo sem estar bem e julgo que é isso que irá acontecer.
   Teremos certamente um Sporting a entrar ao ataque para cedo resolver o jogo, mas, porque julgo haver ali alguma falta de confiança e ainda muitas debilidades, nomeadamente defensivas, julgo que o tempo jogará a favor da Olhanense, porque a impaciência poderá apoderar-se dos adeptos leoninos e com isso o nervosismo apoderar-se dos jogadores, mas o Sporting é claramente favorito e creio que com maior ou menor dificuldade irá vencer, até porque a equipa algarvia, é por norma um adversário que tendo obviamente mais cautelas defensivas, joga normalmente um futebol positivo que em muito beneficia o espectáculo.
    Fala-se com alguma razão, que o Sporting precisa de tempo, foram muitos jogadores novos, há que os integrar e criar rotinas, tudo isso é verdade, apenas lamento que tendo o Benfica no seu plantel mais jogadores novos que o Sporting, não tenha o mesmo tipo de tratamento da imprensa e dos especialistas desportivos.
  Já o Porto terá na teoria o jogo mais complicado, desloca-se ao terreno do Guimarães, num jogo sempre complicado para qualquer equipa, num dos estádios onde perdeu pontos na época passada.
No entanto, os portistas têm a grande vantagem de apesar de terem perdido o seu treinador, manterem intocável a estrutura da época passada, com todas as vantagens daí resultantes, nomeadamente em termos de rotinas e mecanismo já criados.
Ao invés, o Guimarães reformulou a sua equipa e procura ainda nivelar os seus níveis de entrosamento, aliás nos jogos que eu já vi desta equipa, pareceu-me pouco compacta e que deixa muitos espaços entre linhas, embora tenha um boa criatividade ofensiva.
Vai ser certamente um jogo difícil para o Porto, mas sinceramente, creio que com maior ou menor dificuldade, acabará por ultrapassar este obstáculo e conquistar os 3 pontos, com muita pena minha, diga-se.
   Que role então a bola e que a época comece, com um desejo muito forte que a prova decorra sem grandes casos, com verdade, para que no fim todos possamos dizer que tivemos um campeão justo, seja ele qual for, porque julgo que a maioria dos verdadeiros adeptos deste modalidade, gostam que o mérito da sua equipa seja reconhecido por todos, será pedir muito?

4 comentários:

Bruno Pereira disse...

Clap, clap, clap!
Só de realçar que o SCP tem um inicio de campeonato dos + fáceis que podiam calhar e caso corra bem, poderá dar tempo para a equipa crescer e tornar-se um candidato ao título.
O FCP, como tu dizes, acredito que acabará por ganhar.
O Benfica penso que goleará...a minha questão é se o trauma do inicio do campeonato (2 vitórias em 12 anos) não se sobreporá à goleada e esta fica guardada pra outro dia...
Um campeonato mais limpo era realmente mais bonito. Duvido é que aconteça. Vamos a ver...

Abraço,
Bruno Pereira

PS: Já agora: 4-2-3-1 ou 4-1-3-2 para a 1ª Jornada? Discussão em:

http://orgulhosamentelampiao.blogspot.com/2011/08/que-tatica-para-1-jornada.html

Carlos Alberto disse...

Já estou em pulgas!!!

red wings disse...

Caro Bruno Pereira,os "traumas" de início de cãopionatos,chamam-se roubalheira encomendada pelos mesmos de sempre.É só analisares e ver com quem se perderam os pontos e quem foram os bois escolhidos para esses jogos.Não valea pena bater mais na mesma tecla.Pode ser q com o corte do reembolso das próteses dentárias,os gajos tenham mais respeito ao GLORIOSO!!!!!!!!
Caro C Alberto,essa coceira será só do início do campeonato,ou será do marisco da Ria Formosa,eheheh???

Novembro21 disse...

estou mesmo ansioso por voltar a ver os craques do benfica a jogar no campeonato e espero que o benfica desta vez leve a melhor aos bimbos.

http://santos-sempre-benfica.blogspot.com/

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista