sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

CONTRATAÇÃO DE DJANYNY E OUTRAS - Um pequeno esclarecimento.

   No post anterior, foi-me questionado pelo Carlos, meu estimado e muito querido afilhado, em que pela diferente cor clubística temos nesta matéria muitos pontos de vista diferentes, o seguinte:
    "Gostaria de um comentário à investida do Benfica aos jogadores do Leiria Djanyny e Brigido, bem antes do jogo com o Leiria? Acho que o Benfica não precisa disso ,mas contudo é falta de ética e é uma situação que devia estar regulamentada no meu entender senão veja-se, aconteceu o mesmo num Olhanense-Benfica contratação de jardel, e num Rio Ave - Benfica contratação de Fábio Faria, tudo isto antes dos jogos com as mesmas, são muitas coincidencias. Para quem tanto critica o porto por seguir este caminho e o dos emprestados, é no mínimo estranho fazer o mesmo e não haver comentários da imprensa."
     Apesar deste comentário feito no post anterior nada ter a ver com o seu teor, vou aqui responder a tão pronta solicitação e começo por dizer que quando falamos de determinados assuntos, devemos no mínimo, fazer um esforço para estarmos bem informados de modo a sabermos do que falamos, por outro lado, quando temos imensos telhados de vidro devemos pensar 2 vezes, é que isto de avivar a memória dos mais velhos, faz com que depois as nossas considerações e pseudo moralismos caiam no ridículo, este é o caso, senão vejamos:
   Começo pelo Djanyny, este jogador foi contratado há cerca de um mês sensivelmente, apesar de ainda não ter visto ou lido qualquer confirmação oficial do meu clube, mas julgo que a contratação é um facto, ora não foi bem em cima do jogo com a U. de Leiria, ou seja, o Benfica já fez pelo menos 3 jogos depois da consumação da contratação, incluindo para a Liga Zon/Sagres, já em relação ao Ruben Brígido, que eu saiba e pelo que foi noticiado, esse jogador não foi e está muito longe de ser reforço do Benfica, o que aconteceu, foi que o Benfica garantiu o direito de preferência sobre o mesmo, o que é completamente diferente de contratar, quando lançamos "larachas" para o ar, devemos ser rigorosos.
    Sinceramente não percebo tanta celeuma, aliás, se fosse alguma tão imoral, acham que quer o Presidente do Porto, quer o do Sporting não tinham vindo a lume denunciar tal situação? Mas enfim, já estou habituado que tudo o que diga respeito ao Benfica cause sempre tamanha celeuma, é o normal.
    Questão do Jardel, esse sim contratado na semana que antecedeu o Benfica - Olhanense, pois bem, tinha-se nessa mesma altura dado a saída de David Luiz para o Chelsea, logo o Benfica achou que a solução seria o defesa da Olhanense, que recordo era cobiçado, falando-se inclusive do interesse do Sporting, pelo que se o interesse era real, nada melhor do que fechá-lo quando iriam os presidentes de ambos os clubes estar lado a lado e relembro que para salvaguarda do atleta ele não jogou, pior e condenável, na minha opinião, seria ele jogar e na semana seguinte ao jogo noticiar a sua contratação, o Benfica achou por bem consumar logo o negócio para salvaguarda do próprio atleta.
    Do Fábio Faria só posso entender essa questão como má fé, pois o jogador foi contratado no final de Janeiro, bem depois do jogo em Vila do Conde e bem antes do Benfica - Rio-Ave foi em Maio, repito em Maio, daí eu dizer que quando falamos das coisas devemos saber o que dizemos, até para podermos ser levados a sério, portanto, julgo eu que este caso nem sequer se coloca, até porque creio que ninguém iria adivinhar que o jogo da última jornada iria decidir o título.
   Mas como já disse, torna-se perigosos avivar a memória dos mais velhos, puxar por eles é complicado e se há coisa boa que tenho é a memória, pois bem em questões de ética, não me parece que o Sporting seja propriamente um exemplo, gosta sim de falar dos outros, mas vou aqui deixar 2 questões: a 1ª é alguém se lembra do timing da contratação de Paulo Sérgio para treinador do Sporting? Eu lembro-me perfeitamente, foi na semana que antecedeu um Guimarães - Sporting, contratação essa anunciada na conferência de imprensa do Guimarães que antecedeu esse jogo, com treinador e Presidente lado a lado, ficando acertado que seria precisamente este o último jogo que Paulo Sérgio faria no Guimarães. Alguém se lembra do timing da contratação de Domingos Paciência? Pois bem, foi na altura que se antevia que o jogo da última jornada, Braga - Sporting poderia decidir o 3º lugar e por consequência qual a equipa que evitaria as pré-eliminatórias da Liga Europa que obriga as equipas a começarem a época bem mais cedo, ora Domingos Paciência então treinador do Braga foi confirmado como treinador do recém eleito Presidente do Sporting Godinho Lopes, e curiosamente, o Braga a quem bastava o empate, perdeu esse jogo, fazendo uma péssima exibição, permitindo assim que o Sporting fosse 3º classificado e como tal, a futura equipa de Domingos, garantisse o play-off de acesso à Liga Europa sem necessidade de começar a época mais cedo com todas as contrariedade inerentes a esse facto.
    Portanto, quando o Carlos diz "Se fosse o meu clube a fazê-lo com esta regularidade era o primeiro a contestá-lo.", pode-se perceber que afinal não é bem assim e julgo que em matéria de ética ou falta dela estamos conversados.
   Mas sabes caro Carlos, é que por outro lado esta tua luta a favor da ética foi mesmo feita em momento oportuno, foi precisamente no exacto momento em que o jornal "O Público", vem denunciar a colocação por parte da direcção do Sporting de cartazes de cariz violento e exaltação à violência, ele há cada coincidência...
     Este tipo de negócios, é certo que uma vezes por conveniência, mas outras por oportunidade, são mais frequentes do que aquilo que alguns dizem, quer com o Porto, Benfica, Sporting e mesmo outros clubes, , no fundo e repetindo um frase que li algures noutro blogue, o Eduardo Barroso ao afirmar que quando Pinto da Costa espirra os árbitros constipam-se tem toda a razão, apenas lhe faltou dizer que os sportinguistas dizem sempre santinho, serve isto para ilustrar que nada do que o Porto faça lhes incomoda tanto como qualquer assunto que diga respeito ao Benfica.

23 comentários:

Anónimo disse...

sem espinhas.

ele bem tinha avisado que era melhor nao puxar pela boa memoria dos mais velhos...

carlos engole and move on.

Qui-GonJinn disse...

Só acrescento dois dados: Rúben Brígido, miúdo muito talentoso, tem estado lesionado há algum tempo, logo é um elemento que não tem "peso" nas contas do 11 do Leiria! É bom lembrar isto! E se Djanniny vier, será na próxima época! Logo seria um "emprestado", como outros que lá temos!
Pior, faz o FCP que empresta e depois, quando há jogo contra a casa-mãe, esses emprestados aparecem logo no boletim clínico!
Relembro dois casos:
Há uns 3/4 anos, a dupla de centrais do Est. Amadora era constituída por 2 jogadores emprestados pelo FCP. Quando se jogou o FCP x Amadora, azar! A dupla de centrais estava lesionada ao mesmo tempo!!!!
Outra: também um ou dois pares de anos, o Setúbal contava com Leandro e Bruno Moraes por empréstimo. Ao intervalo, no Dragão, o Vitória empatava 0-0 com o FCP, com ambos os jogadores a fazer uma bela exibição (segundo os jornais). Surpresa: na 2ª parte ambos não subiram ao relvado...

Qui-GonJinn disse...

Correcção: n era Bruno Moraes, era Bruno Gama. E ambos sairam os 57m.

Qui-GonJinn disse...

Confiram este comentário deixado no site zerozero.pt sobre esse Porto x Setúbal
"...Tirando aos 58 minutos os dois melhores jogadores do Vitória (que só por coincidência macabra, têm ligação contratual ao FCP) e substituindo-os por dois famintos que só ingerem uma sandes de fiambre nos dias pares do mês e que só têm energia para se deitarem na caminha e enrolarem o cobertor.
Depois do acto, o velhinho justificou assim a sua postura: «Pensei que com as alterações pudessem travar essas subidas dos laterais do F.C. Porto e poderia dar hipótese a um jogador do centro para entrar mais pelo meio no apoio ao Carrijo. Aguentamos o que tínhamos de aguentar.» Ficamos sem saber se engoliu...
Já Bruno Gama mais sobriamente disse: « Não gostei porque não gosto de ser substituído. Depois disso até sofremos dois golos, mas pode ser coincidência. O treinador é que tem de explicar as opções que faz. De certa forma até compreendo o que ele fez. Voltar ao FCP é o meu objectivo...». Este engoliu, mas sob protesto..."

carlos disse...

Apenas uma questão não foi há um mês que a noticia saiu, foi sim na quarta feira no dia 21 de Dezembro de 2011, duas semanas antes do jogo portanto, e em qual houve apenas 1 jogo da taça da liga. Senão vê as capas do jornal record, no dia 21, foi benfica ataca, no dia 22 foi djaininy certo no benfica.

Ponto numero 2, ninguem falou em treinadores, mas vou esclarecer as mesmas declarações, o anuncio da contrataçao de Domingos foi feito depois do jogo do braga. Isso é agir de má fé, porque o scp mudou completamente de estrutura. Quanto ao Paulo Sérgio fez uma grande coisa no sporting e serviu de grande coisa, mas estamos a falar de jogadores e não de treinadores e penso que não arranjas exemplos de jogadores pelo menos nos ultimos 5 a 10 anos.

Quanto a FÁBIO FARIA porque entao ele n jogou com o benfica? Será que tava lesionado ou castigado(e mesmo castigado será que nao foi propositado).Com aquilo que propus no post anterior acabava-se tudo.

Quanto ao jornal o publico, o sporting já fez um comunicado, e já repudiei a direcção do sporting neste tema. Mas como neste classico não há jaulas, nem fogo, tiinha de se incendiar o classico doutra forma

carlos disse...

Mas pronto para vocês é eticamente correcto, tudo bem. Tou esclarecido quanto à vossa opinião.

Mas volto a referir djaininy foi antes do jogo

carlos disse...

Quanto aos incidentes do publico não sei porque metes isso quando fui o primeiro a repudiar

carlos disse...

COMUNICADO SCP

1 - Consideramos que a notícia deste jornal é insidiosa, tendenciosa e parece ser feita com o claro propósito de incendiar ânimos e provocar polémicas inúteis em véspera de um clássico;

2 - As imagens seleccionadas pelo jornal são do Estádio e dos adeptos. A escolha específica do jornal Público destacando um ou outro adepto num conjunto alargado de imagens nota um claro princípio de má fé, quando há outras imagens onde se vêem em sã convivência adeptos de todas as raças e credos, uma diversidade que muito nos honra e que espelha o sentimento comum de todos os que vivem o Clube: o amor ao Sporting Clube de Portugal!

3 - Não deixamos, por isso, de condenar e estranhar a escolha selectiva deste Órgão de Comunicação Social e o timing de publicação desta notícia, quando as fotos escolhidas pelo jornal decoram este corredor desde Agosto, tendo já passado por este diversos jogadores e dirigentes desportivos nacionais;

4 - Todas as imagens que decoram os corredores dos balneários fazem parte de uma decisão da Direcção de mostrar respeito pela história do Clube e dos seus adeptos. O respeito pelo Clube e a sua História, a sua massa associativa e os jogadores, actuais e antigos, fazem parte do ADN do Sporting Clube de Portugal e são um património que não renegamos e defenderemos sempre. Também por isso, a Direcção do Clube admitiu em Alcochete um conjunto de antigos jogadores para que estes, de forma transversal, pudessem ajudar a transmitir aos jogadores da formação o que é ser Sporting;

5 - Ainda relativamente a estas imagens, cumpre dizer que no início da época, aquando das vistorias efectuadas, quer pela Liga de Clubes quer pela UEFA, não só foram aprovadas como foram elogiadas as novas imagens dos corredores dos balneários;

6 -

7 - Consideramos que a forma como o texto do jornalista Hugo Daniel Sousa é construído, a forma como as imagens são apresentadas e a coincidência desta notícia surgir em vésperas de um Clássico é um comportamento irresponsável do jornal e do seu jornalista. Induz em erro quem a lê e é provocatória e potencialmente catalisadora de violência. O texto expressa também mentiras referindo-se a aspectos xenófobos completamente inexistentes;

8 - O Sporting Clube de Portugal tem um nome e uma história a preservar e defender. Por isso e pelo que acima foi exposto o Sporting Clube de Portugal lamenta e condena veemente o mau serviço prestado ao jornalismo pelo jornal Público, bem como a falta de oportunidade do artigo cujo conteúdo é atentatório e provocador;

9 - Continuaremos, como até aqui, a defender princípios de fair-play e sã convivência. Esforço, Dedicação, Devoção e Glória não são para nós palavras vãs. Estamos concentrados no jogo de amanhã e apelamos a que adeptos e massa associativa compareçam em força no Estádio para que, com o nosso exemplo, mostremos aquilo que sempre fomos: um grande Clube!

De realçar principalmente os pontos 1 e 2, e o 6.

carlos disse...

6 - Refira-se ainda que o Sporting Clube de Portugal entregou ao Ministro da Administração Interna três dossiers com protocolos assinados com os três grupos organizados de adeptos, e respectivos CD com a identificação de todos os elementos que os compõem, situação esta que pensa ser única em toda a Liga;

Jotas disse...

Caro carlos, não há jaulas em Alvalade????? Olha que há, só lhe falta a rede, os acrílicos estão lá e os ferros que os sustentam são bem mais grossos e evidentes do que na Luz, aliás quem coloca os adeptos adversários naquele gueto deveria ter vergonha de falar em jaulas.
Djaniny foi bem antes de dia 21 que se começou a falar nessa possibilidade. A questão dos treinadores é bem mais gravosa do que de um jogador, muito mais abrangente e a questão não é se Paulo Sérgio fez ou não grande coisa no Sporting,o brigido também nem joga no Leiria, até por estar lesionado com gravidade, a questão é que ele treinava o clube que jogou contra o teu e estava a fazer um excelente trabalho, por isso é que o foram buscar. Domingos não é má fé, é uma evidência tão natural como a sede, o anunciar depois para mim é bem menos transaparente do que anunciar antes, a verdade é que 2 ou 3 dias antes o Sporting evitou começar a época mais cedo jogando contra o seu futuro treinador.
A questão do post não é se concordo se é ou não eticamente condenável, a questão é que o mercado de Janeiro dá azo a estas situações em primeiro lugar, até porque há um mês para se fechar negócios e podem coincidir com jogos entre ambas as equipas, a principal questão é reforçar que tu e o teu clube não têm qualquer pingo de moral para dizer seja o que for, aliás caso não saibas, em termos de moral dou-te mais uma, Pereira Cristovão, disse ao Pragal Colaço, para ter cuidado com o que diz, pois as claques do Sporting andam ansiosas por lhe chegar a roupa ao pêlo e é ele quem as controla.
Portanto e concluindo, a questão aqui é que ninguém tem moral para atirar a 1ª pedra, tu atiraste e a pedra fez ricochete.

Jotas disse...

Em relação às claques ditas legalizadas, quantos elementos têm essas claques? É que só constam da lista cerca de 300!!!! eu vejo milhares!!!!

carlos disse...

Se tens informações priveligiadas da direcção, isso não sabia. Para mim e na comunicação social desportiva a noticia só veio a publico dia 21, senão `vê as capas.

Não acho as situações dos treinadores tão gravosas porque não são eles que jogam nem que enfraquecem as equipas, aliás normalmente até jogam melhor no primeiro jogo depois de saírem. Os jogadores esses sim enfraquecem as equipas, e sim o mercado de janeiro dá azo a isso e para mim por isso devia acabar. Alguns clubes aproveitam-se, mas esses mesmos clubes não deviam de falar dos clubes dos outros porque fazem o mesmo.

Para mim depois do jogo acho muito mais correcto haver as negociações do que antes acho mais correcto. Não sei quem é Pragal Colaço, e não gosto de Pereira Cristóvão nem me identifico com as suas palavras, praticamente em nenhuma vez.

Creio que os acrilicos a rede e o facto de ser no segundo piso fazem bastante diferença, mas já estou farto de falar de jaulas, levantei uma questão que penso ser pertinente mas ninguem quis falar nela.

carlos disse...

Ao menos estão lá alguns elementos, do Benfica não há claques ao que se sabe.

E Sócios da claque só são mesmo esses, mas pronto não se gosta de elogiar o que está bem feito e legalizado, mas pronto só se mete defeitos, ao menos tentou-se fazer alguma coisa para promover o desporto, já os outros nesta situação é o que se vê.

Qui-GonJinn disse...

Gostava de ler o que o Carlos tem a dizer sobre os casos que referi e sobre os dados que acrescentei: Brígido não joga na União e o Djanyny manter-se-á em Leiria. Qual a diferença em relação a outro emprestado?

carlos disse...

Nenhuma diferença, apenas eu não sou a favor dos empréstimos entre clubes da primeira liga. Apenas acho que se deveria moderar os timings, e em relação aos casos referidos, são uma das situações pelas quais não sou a favor, também já sucedeu emprestados do benfica não jogarem e até do sporting, mas isso acabava-se rápido, se fosse legislado como em inglaterra o fim dos empréstimos a clubes da primeira liga, e nesse aspecto acho que as equipas B podem ajudar.

Não gosto de campeonatos desvirtuados e quando muitos falam nos arbitros(como eu) penso que esta é uma situação onde se poderia mudar para estarmos mais próximos da chamada LIGA DA VERDADE.(não confundir com a do record)

Se bem que há muitas situações para mudar

troza disse...

Carlos, o Fábio Faria não jogou porque seria um pouco falta de ética ele ter jogado. Era o último jogo pelo Rio Ave e seria contra o seu futuro clube que podia ser campeão naquele dia. O que seria se ele tivesse tido uma falha na defesa? E se ele tivesse sido expulso? E se ele tivesse marcado um auto-golo?

Quanto a negociar/contratar depois... depois de quê? No caso Jardel seria depois de o Sporting o ir buscar? No caso de Fábio Faria seria depois do Porto o ir buscar? Não me lembro de quem estava interessado mas tenho ideia que era mais ou menos isto. Ou seja, defendes que fossem negociados e contratados depois de serem contratados por outros clubes? Isso seria o que os outros clubes queriam.

A solução aqui seria algo completamente diferente. A NBA (e talvez os outros desportos norte-americanos) está muito melhor estruturada a esse aspecto. É claro que não podemos fazer igual (porque não há playoff no final da epoca) mas devia haver uma altura em que não se poderia negociar sequer. Mas aí, os agentes ficavam sem trabalhar muito tempo e, infelizmente, eles quase que mandam no futebol (só não mandam porque os mafiosos da FIFA, da UEFA e tal são piores que eles).

Quanto aos emprestimos entre clubes da primeira divisão: concordo contigo a 100%. E não percebo porque raio em inglaterra tiraram essa regra... tenho pena. Seria muito melhor assim. Querem um jogador, comprem.

E a questão dos treinadores é também interessante... esses pré-contratos deixaram o Sporting no 3º lugar o ano passado (ou não... mas já que estamos numa de suspeitar) quando devia ter ficado em 4º. O Porto tinha direito de preferência sobre Leonardo Jardim? Se compreendo que Domingos (que não tinha garantias de renovar em Braga e cumpriu o pré-acordo assinado - cumprir a palavra é bom, ficando apenas a dúvida de o ter cumprido ou não o contrato com o Braga até ao fim...), não compreendo o direito de preferência sobre um treinador de outro clube... Mas isso é caso para outras histórias.

De jogadores do Sporting... por acaso... o Sporting contratou o João Pereira em vesperas de jogar com o Braga na taça da liga (pelo que li... contratou o jogador a 22/12 e o jogo seguinte foi a 03/01 para a carlsberg cup contra o Braga. Queria um exemplo, aí está!

Jotas disse...

Ora João Pereira, aí está o exemplo de um jogador, mas dizer que um treinador interessa menos que um jogador é hilariante, um treinadr«or é a peça mais importante ao redor do qual se monta a equipa e não vejo porque raio é menos ético ir buscar um jogador ou um treinador.
Para terminar este assunto, apenas digo que quer a Uefa, quer a Liga negaram peremptoriamente o comunicado do Sporting, afirmando que nem nunca aporvaram nem nunca elogiaram as tais éticas imagens no túnel de acesso aos balneários do adversário, será que é a Uefa e a Liga que está a mentir? Daúto Faquirá, que já foi muitas vezes elogiado por mim e pelo Carlos pela sua postura, afirmou que não se lembra de ver quando jogou em Alvalade essas imagens, para quem diz que forma lá colocadas em Agosto...
Quanto ao dizeres que que estás escalrecido quanto à minha opinião, estás a fazer alguma confusão, a mim não me ouves falar se está ou não eticamente correcto, a grande diferença é que eu não faço como tu do meu clube uma virgem pura, ou seja, tens tantos telhados de vidro como os outros.
Quanto à questão dos empréstimos e dos timings é uma velha questão que já aqui debati e m posts passados e como tal não vou fazer mais posts sobre esse assunto, porque referi na altura que se deviam limitar o nº de emprestados a 1 ou no máximo 2 emprestados a clubes que disputem a mesma competição e para acabar com os timings era muito fácil, não poderia haver transferências entre jogadores das equipas da mesma Liga no mês de Janeiro, excepto se esses já estivessem disvinculados dos clubes.

troza disse...

Só para deixar que isso seria um bom reparo nas regras (não há transferência entre clubes da mesma divisão em Janeiro). E quem diz em Janeiro, também devia dizer a partir do momento em que começa a época.

Mas uma coisa... emprestar jogadores a clubes de divisão inferior em grande número também devia ser ilegal porque depois é aquela questão de subirem e darem favores à equipa que os ajudou a tal... enfim... não há confiança no futebol.

Jotas disse...

Caro Troza, obviamente que os clubes se têm jogadores que querem emprestar para rodarem e ganharem traquejo de forma a poderem um dia chegar à sua equipa é perfeitamente natural e legítim em todo o mundo, a questão aqui é criar um limite, porque se emprestar 1 ou 2 não vai desvirtuar muito se forem várioa à mesma equipa isso já disvirtua, portanto, o ideal será criar um limite no máximo de 2 por clube.
Não tenho bem presente, mas julgo que em Inglaterra apesar de não haver muito o hábito de empréstimos isso também acontece, Macheda,do MU, creio que foi agora emprestado a outro clube inglês, não tenho a certeza de qual.

carlos disse...

O que a Carlsberg cup interessa troza? É uma competiçao para rodar jogadores, tambem o sporting chegou a vender wender ao braga antes de jogar contra eles e fez 2 golos. Essa do treinador é discutivel, mas nem me vou dar ao trabalho de discutir

TIO PARA TU VERES JÁ DISSE 5 VEZES MAS VOU REPETIR.

NAO APROVO ESSAS IMAGENS DO TUNEL, NEM ME REVEJO NAS DECLARAÇOES DA MINHA DIRECÇAO NESSE ASPECTO, NEM DO PAULO PEREIRA CRISTOVAO NUNCA...ao contrário de ti.

ALIAS ANTES DE COMENTAR O DJANINY FALEI NESSA SITUAÇAO DO TUNEL, E REFERI QUE SOU TOTALMENTE CONTRA O MESMO, PORTANTO AS TUAS AFIRMAÇOES SOBRE AS DIRECÇOES DO SPORTING CAIEM.

PERCEBESTE?

eu não sou nesse aspecto como tu em relaçao ao grande e honesto vieira

carlos disse...

Quanto ao jornal o publico, o sporting já fez um comunicado, e já repudiei a direcção do sporting neste tema. Mas como neste classico não há jaulas, nem fogo, tiinha de se incendiar o classico doutra forma

Volto a repetir o que escrevi neste post e antes no outro o que queres mais?

Jotas disse...

"eu não sou nesse aspecto como tu em relaçao ao grande e honesto vieira".
Como seguidor deste blogue, já deves ter lido posts de elogio e de critica a LFV, portanto julgo que estamos esclarecidos.
Reafirmo, que não me vês, nem nunca me verás a dizer que o meu clube é diferente, tem telhados de vidro como o teu, daí eu não defender o indefensável nem lançar pedras aos outros quando sou igual.
Essa é a diferença.
Por exemplo: eu para me defender não uso a Taça da Liga o que interessa?, como se isso não fosse um jogo, ou expressões como o que fez Paulo Sérgio no Sporting, como se esse fosse o cerne da questão.

troza disse...

Carlos... não interessa em nada. Para mim é ainda pior que a supertaça. Mas é melhor ganhá-la do que não ganhá-la.

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista