quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

BENFICA E O MERCADO DE JANEIRO - Inquérito aberto.

    O mercado de Janeiro encontra-se perto do fim, muitos questionam a necessidade ou não do Benfica a ele recorrer, se fossemos pelos nomes que surgem diariamente nos jornais, certamente em cada abertura do mercado, teríamos uma renovação completa do plantel, tal a quantidade de entradas e saídas que são lançadas publicamente.
    Só que o caminho entre a ficção e a realidade é bem distinto, como tal, a realidade é que o Benfica está sem acção neste mercado de Janeiro, mais preocupado em resolver alguns problemas internos, colocando alguns jogadores que por um ou outro motivo não entram nas contas do treinador, refiro-me em concreto a Ruben Amorim, que depois da sua lamentável atitude perdeu espaço na equipa e a Capdevilla que nunca contou para o treinador e não adianta aqui escalpelizar os motivos, é uma decisão do treinador e ele já deu mostras que melhor que ninguém sabe as razões para as opções que toma.
   No entanto e atendendo ao actual momento da equipa e às provas que disputa e nas quais está muito bem posicionado, julgo que neste actual plantel há uma ou outra lacuna que deveriam ser corrigidas, refiro-me em concreto ao lado esquerdo da defesa e a uma alternativa a Maxi Pereira.
   Sendo esta uma opinião meramente pessoal, valendo o que vale, sou da opinião que o nosso lateral esquerdo Emerson, ainda não convenceu, parece-me um jogador com sérias limitações, nomeadamente em termos ofensivos e de velocidade e mesmo em termos defensivos, apesar de ser mais fiável, tem momentos de completa desconcentracção que podem colocar em causa o trabalho defensivo da equipa.
   No entanto, como sempre, sou contra o tratamento a que por vezes é votado, não concebo que um jogador, por mais limitado que possa ser, seja assobiado cada vez que toca na bola, porque isso em nada contribui para a sua melhoria e em nada ajuda à sua confiança, quem adopta esse tipo de comportamentos limita-se a prejudicar a equipa e a ajudar o adversário, sinceramente não consigo perceber que alguém que se diz adepto de determinada equipa assobie os seus jogadores, cujo único resultado é o enervar a equipa e prejudicar ainda mais a performance do atleta.
   Emerson, tem contudo uma virtude, dá tudo o que tem, é empenhado e se não faz mais é porque não pode, no entanto, é para mim o elo mais fraco da equipa e um lateral curto para as necessidades de uma equipa como o Benfica, pelo que julgo que seria importante a vinda de um lateral esquerdo de créditos firmados e que desse mais solidez à equipa, até porque Luís Martins, parece-me ainda demasiado verde para ser alternativa.
   Já na faixa direita, julgo que o clube está muito bem servido com Maxi Pereira, neste caso, o grande problema é a ausência de uma alternativa válida, André Almeida e que os meus amigos me desculpem, não é nem nunca será um jogador com suficiente qualidade para um clube como o Benfica, muito menos um lateral direito.
   Ora, atendendo aos muitos jogos que há pela frente, às constantes chamadas de Maxi à selecção, com os riscos e desgaste inerentes, julgo que seria muito importante a vinda de uma alternativa credível.
   Cheguei ainda a defender neste espaço, que ao Benfica faltava ainda alguma velocidade nas alas, até porque exceptuando Nolito, nenhum outro jogador me parece ser um jogador de linha de fundo, capaz de romper em velocidade e criar os desiquílibrios nas alas, como sucede por exemplo no Porto, mas a verdade é que nessa altura, Nolito estava como suplente utilizado e quando passou a ser opção, o Benfica ganhou essa profundidade.
    Outro jogador do plantel que me pareceria ser capaz dessas funções, era o Enzo Pérez, mas a lesão e depois o seu comportamento, associadas a alguma falta inicial de adaptação ao futebol europeu, atrasaram e muito a sua integração, logo num jogador que foi a aquisição mais sonante do Benfica juntamente com Witsel e Garay e um jogador em quem se depositavam imensas esperanças, embora julgue que o Enzo poderá ainda a vir a ser muito útil esta temporada, porque qualidade não lhe falta.
   Contudo, essa lacuna que é ainda por vezes evidente, até porque não há equipas perfeitas, parece-me ser menos evidente agora, fruto do bom momento da equipa e das várias nuances e mudanças tácticas que ao longo dos jogos e consoante as necessidades destes o Benfica adopta.
    Concluindo e atendendo ao comportamento dos dirigentes do Benfica e pelo discurso realista que muito me agrada de contenção nas despesas, parece-me evidente que neste mês, não haverão entradas de jogadores, o que pode ser muito positivo em termos de grupo e na prova de confiança que lhes é dada, mas poderá ter custos em caso de lesões e com o desgaste natural quando as provas europeias recomeçarem e principalmente quando as selecções voltarem ao activo.
   Posto isto, julgo que é interessante, perceber junto dos amigos que aqui costumam vir, qual a opinião que têm sobre este assunto, daí, ter lançado no canto superior direito do blogue, um inquérito sobre esta matéria.

7 comentários:

Carlos Alberto disse...

Pus não precisa. LOL

Estou cheio de fé...

Manuel Oliveira disse...

Concordo contigo quanto às lacunas da equipa.
Se o Rúben e o Enzo ficarem, creio que o Benfica não vai ao mercado, a menos que surja uma pechincha!

Abraço.

GuachosVermelhos disse...

Concordo quanto às lacunas, nem tanto com o julgamento de Emerson!
Nunca perdemos nenhum jogo por culpa dele ao contrário de alguns que são idolatrados e parece-me ser um defesa altamente fiável se não esperares que seja o Coentrão...
Agora que precisamos de uma alternativa boa para cada uma das laterais isso é mais que óbvio!
Concordo quando dizes que André Almeida nunca será jogador para o Benfica...
Há outra coisa que não consigo entender; que provas deu Capdevila no Benfica para vir sempre a insinuação que há algo a que só Jesus tem acesso e não simples incapacidade para tirar o lugar a Emerson?

Jotas disse...

Caro Guachos, são opiniões, respeito imenso a tua, mas continuo a achar Emerson algo limitado, mas na verdade como referi, também em nada é ajudado pelo público benfiquista, e nem de longe nem de perto penso em Coentrão, cada atleta é um atleta e cada um terá as suas características, apenas o acho algo limitado para uma equipa que em 80% dos seus jogos é obrigado a assumir as despesas atacantes.
Em relação ao Cap, posso ter-me explicado mal, mas quando falei do assunto não quis dizer que há algo para lá do evidente para que o espanhol não seja a escolha, apenas acho que nunca foi um jogador cujas características agradem ao treinador que prefere apostar num jogador mais jovem e nada mais, mas como cap não é solução, julgo que se impunha outro lateral esquerdo.

Anónimo disse...

Caro Jotas, em relação ao Emerson, quando o Luisão/Coentrão chegaram ao Benfica também não serviam; demorou uma época (Luisão) para para se mostrar e o Coentrão até emprestado foi. Ambos tiveram direito aos energúmenos de sempre os assobiarem, etc, e hoje pareçe que servem e bem.
Vamos dar tempo, que ele vai calar muita gente.
Sobre o mercado de Inverno, não acho necessário adquirir nenhum jogador, a não ser que seja um grande negócio.

Miguel

troza disse...

OIra, eu acho que é manter este grupo unido. Se o Rubén Amorim e o Capdevila se integrarem melhor agora, não precisaremos de nada. Não vem nenhum jogador cair aqui de paraquedas e ficar à frente dos que trabalharam durante tanto tempo.

É um risco, mas o grupo mais unido e focado no objectivo também têm vantagens, nomeadamente na compensação dos defeitos dos jogadores: eles já se conhecem, começam a perceber o que têm de fazer para ajudar e sabem onde é que os outros estão.

A questão é que o campeonato deve ser prioridade mesmo face à champions, sendo que os próximos 5 jogos são decisivos e, para mim, as vitórias são todas obrigatórias a não ser que o porto perca pontos (ai, um empate num dos dois jogos fora que teremos de seguida não será o fim do mundo). O clássico terá de ser para ganhar (porque terá o efeito que a vitória sobre o Sporting teve) e acredito que se o Benfica chegar lá sem perder mais pontos irá começar o jogo com pelo menos 4 pontos de vantagem.

Anónimo disse...

Foi mesmo, a vitória da raça e que raça, mesmo mista, foi um ver se te avias.

Em abono da tal de verdade desportiva.

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista