segunda-feira, 7 de novembro de 2011

UM PALHAÇO CHAMADO ALAN - e o seu servo Djamal.

    De facto já não há pachorra para gente tão vil, com tamanha falta de carácter, sem qualquer tipo de personalidade e que no fundo não passam de uns autênticos palhaços, refiro-me ao Alan e ao seu servo Djamal, pelas acusações feitas a Javi Garcia de que este os chamou de pretos.
    Antes de mais, devo aqui dizer que nunca me moveram e detesto quem se move por movimentos racistas, felizmente tenho amigos das mais variadas etnias e crenças e imenso orgulho nisso.
    No entanto, afirmo-o aqui que não acredito numa única palavra proferida por esses aldrabões, nem me admira que hoje ou amanhã, venham mais uns quantos com mais umas quantas aldrabices, afinal de contas, o Artur sabe bem quais as artimanhas daquela casa quando o adversário é o Benfica e não é certamente inocente toda esta trafulhice, só que para seu azar, a estória está tão mal contada que é muito fácil perceber a mentira, senão vejamos:
  - Se fosse verdade que durante o jogo, Javi Garcia os tivesse chamado de pretos, não seria normal que ao serem ouvidos em flash interview após o jogo como o foram, denunciassem essa situação no imediato? Então não seria mais normal, a quente, revoltados, denunciar tal situação? Julgo que a resposta é lógica, surreal, estranho e de uma ardilosa montagem é lembrarem-se de uma história destas 24 horas após o jogo, mas mais parvo do que esses aldrabões é quem neles acredita.
   Depois, esta história do racista, que me desculpem, mas estou farto dela, que dizer, se um preto me chama branco não é racista e eu não tenho porque me sentir ofendido, nem sentiria, afinal de contas tenho imenso orgulho na minha raça, tal como Alan, Djamal, ou qualquer outro preto devem ter na sua raça, sentir-se ofendido por lhe chamarem preto é em si mesmo sentir-se inferiorizado e inferiorizar a sua própria raça, afinal de contas Alan é o quê? Branco? Por amor de Deus estou farto desta treta toda.
   Mas como se costuma dizer, mais depressa se apanha um mentiroso que um coxo, dizem esses aldrabões e chamo-lhes aldrabões enquanto não provarem ser verdade aquilo que dizem, repito, esses aldrabões, têm tanto descaramento que dizem que o Javi colocou a mão à frente da boca, pasme-se, para não ser filmado, eu pergunto, como é que uma mão na boca impede que se filme?  
   Essa é para mim uma novidade, mas o engraçado é que como todos sabem, nestes jogos, há câmeras em todo o lado, de todos os ângulos que apanham tudo o que é pormenor e não aparece uma única imagem em que Javi se dirija a esses jogadores com a mão á frente da boca a dirigir-lhes qualquer palavra, assim como não existe nenhuma imagem que mostra qualquer tipo de reacção por parte de quem se diz ofendido, estranho não?
   Enfim, só quem é mais parvo que estes senhores é que não percebe que isto é um discurso encomendado, com objectivo claro de criar celeuma e de branquear as acções essas sim vergonhosas por parte da estrutura do clube Braga, que foi desde os constantes apagões para tirar ritmo ao jogo, até ao cúmulo de terem água fria nos balneários da equipa do Benfica, isto sim deve ser devidamente investigado e isto sim deveria ser severamente punido, porque são actos públicos que toda a gente viu e se não viu foi confirmado por testemunhas várias.
  Mas este tipo de artimanhas que se vão sucendendo, só acontecem, porque de facto os dirigentes e jogadores de certos clubes, sentem que há um clima de impunidade instalado, caso contrário este tipo de palhaçadas certamente não aconteceriam, aliás, basta ver como o Braga se comporta nos jogos europeus, o maior exemplo disso foi que no jogo da Taça Uefa, não repetiu as trafulhices dos jogos da Liga, porque sabe que aí seria severamente punido por muito menos que aquilo que vai fazendo e aprendeu também com os seus mestres que me apraz dizer que "quem saí aos seus..."
   Ao Javi, só resta um caminho para que se acabe de vez com este tipo de palhaçadas, mover um processo crime por difamação a esses palhaços, com o apoio jurídico do Benfica, clube este que deve exigir que esta situação seja averiguada até às últimas consequências, para evitar que qualquer palerma se levante um dia e resolva acusar quem lhe apetecer de tudo e mais alguma coisa.
   Se este tipo de acusação viesse de outro clube e de outro tipo de pessoas com maior crédito que estes, admitiria que algo pudesse ter acontecido, vindo de gente ligada a este clube, não acredito numa única palavra.
  Para terminar, quero dizer que se há crítica que tenho de fazer a Luís Filipe Vieira é a de o ver sentar ao lado da escumalha, fazê-lo dá nisto e como Presidente do Benfica, tem a obrigação de exigir um pedido de desculpas públicas ao Braga sob pena de se cortarem as relações com  tão subserviente clube, se não o fizer, esntão concluo que coloca os seus interesses pessoais acima dos do clube e que não defende os interesses dos adeptos.

3 comentários:

Joel disse...

Mas alguem acredita nestes animais?
Esses pretos(sim acabei de os insultar, aguardo um processo)deviam era ter vergonha na cara, não por serem pretos, mas por terem falta de caracter. Enfim, estão a ser moços de recados do javardo superior, entenda-se Salvador que por sua vez é mandado do PCosta.Enfim, uma croja de animais

Joel disse...

croja, leia se corja

Anónimo disse...

Este mesmo palhaço no jogo do ano passado para expulsar o Javi apanhou com o braço no tronco e simulou que tinha sido no pescoço... com imagens a comprovar!

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista