terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

DERBY GANHO COM CLASSE - Com onze e com dez.

--- Um derby com uma vitória incontestável do Benfica, que foi sempre superior ao seu adversário quando teve 11 e mesmo quando teve apenas 10 jogadores em campo, ficando nitidamente provada a superioridade actual de uma equipa perante a outra, o Sporting é hoje, por muito que custe admitir aos seus adeptos, um grande por tradição e não por capacidade.
SPORTING 0 BENFICA 2 - Um jogo que começou com um Benfica forte, dominador e a mostrar claramente ao que vinha, desperdiçando logo aos 3 minutos uma flagrante situação de golo por Gaitan.
   Nos primeiros 20 minutos de jogo, praticamente só dava Benfica, o Sporting era pouco mais que uma equipa esforçada, mas sem clarividência e classe, não sendo surpresa para ninguém o golo obtido por Salvio aos 15 minutos de jogo, fruto do domínio total do Benfica.
   Depois sim, assistiu-se a períodos em que o jogo ficou repartido, com a equipa leonina a procurar acercar-se com algum perigo da baliza de Roberto, no entanto, oportunidades nem vê-las, os lances de maior perigo resultaram apenas de algumas iniciativas de Yannick, com remates de meia distância sempre controlados pelo guardião encarnado.
   A verdade é que na 1ª parte, o Sporting nunca conseguiu dominar o jogo mas sim equilibrá-lo em alguns momentos e não fora um menor acerto do Benfica na definição do último passe e a equipa poderia ter marcado o 2º golo, não o fez e mesmo ao cair do pano, Sidnei é expulso.
   Não condeno o 2º amarelo ao central benfiquista, crítico sim a facilidade a que ao mínimo contacto, Soares Dias puxou pelos cartões, isto num jogo longe, mas mesmo muito longe de ser duro ou violento, aliás, ao nível comportamental dos jogadores, tomaram todos os árbitros, apanharem os jogadores tão colaborantes e a limitarem-se a tentar jogar futebol, que não pode ser confundido com basket, no futebol há e haverá sempre direito a contacto físico e nem sempre esse contacto é falta e muito menos dá direito a cartão, aliás, o critério na expulsão de Sidnei, foi completamente distinto do critério atribuído a Pedro Mendes momento antes, que já com amarelo, fez uma falta dura sobre Saviola e na minha opinião bem, o árbitro limitou-se a sancionar a falta, até porque aquela, tal como com Sidnei, era a sua 2ª falta no jogo e este estava a ser correctíssimo.
  Na 2ª parte, o Benfica entrou claramente condicionado por jogar com apenas 10 unidades, o que obrigou a que Saviola fosse substituído por Jardel, que diga-se entrou muito bem no jogo.
    Sentindo-se em superioridade numérica, o Sporting quis assumir as rédeas do jogo, num domínio para o qual contribuiu o Benfica, pois assumiu assim o jogo, no sentido de ganhar espaço na defensiva leonina no contra golpe.
   Contudo, a falta de ideias do futebol do Sporting era evidente, batia-se com uma superior organização do seu rival e faltava categoria à equipa, numa demonstração de vulgaridade assustadora, reflectida numa única grande oportunidade em que Roberto fez uma defesa enorme, após iniciativa de Matias Fernandez, o melhor do Sporting e que efectivamente poderia ter dado a igualdade no marcador, mas isso é muito pouco, para uma equipa em superioridade numérica e que quer ser grande.
  Não marcou o Sporting, marcou o Benfica, num lance em que Gaitan ataca a bola perante a passividade da defesa leonina, rematando forte e a beneficiar de um desvio no braço de Polga.
   Com 2 a 0 no marcador, Jesus voltou a mexer na equipa, primeiro colocando Airton no lugar de Carlos Martins, permitindo ao meio campo benfiquista ganhar mais capacidade de recuperação da bola e depois dando mobilidade ao ataque, tirando Cardozo e colocando Jara.
   Com isso, o Benfica tornou-se ainda mais sólido e a equipa do Sporting ficou bloqueada e se é verdade que o Benfica agora saia menos para o ataque, a equipa de Alvalade também nada criava, tendo eu a sensação, que apesar de tudo, seria mais provável o Benfica fazer o terceiro golo, que o seu adversário reduzir o marcador.
  Resultado justo, com um vencedor inequívoco e a constatação do facto desta equipa do Sporting ter mostrado realmente entrega, vontade, mas suja qualidade está a anos luz das exigências de um clube desta dimensão, cuja diferença de qualidade para o Benfica é realmente abissal.
   Como exemplo apenas digo, que uma equipa que tem uma defesa constituída por João Pereira, Polga, Tosiglieri e Grimi, e um ataque entregue a Cristiano, Yanick e Postiga, não pode querer ganhar ao Benfica, só por acidente, por um dia imperfeito do Benfica e muito perfeito do Sporting tal poderá acontecer, porque no futebol tudo é possível.
   Julgo mesmo que a este Sporting se aplica o anúncio do Pingo Doce: Zero de conquistas,zero de satisfação,
aqui não há razão
para haver campeão...
Em Alvalade, o jogo é mau o ano inteiro
...Em Alvalade já ninguém possui dinheiro
Al-va-la-de, já não dá.
Pela positiva: A capacidade colectiva e individual do Benfica, capaz de reagir as mais variadas adversidades que lhe surgiram no jogo.

Pela negativa: A falta de categoria evidenciada pelo Sporting, que mesmo contra 10, nunca deu a sensação de ser melhor que o adversário.
Arbitragem de Soares Dias, peca essencialmente pela incapacidade de gerir o jogo sem ser pela autoridade dos cartões, alguns dos quais sem o mínimo sentido, tecnicamente nada a apontar.
  Para terminar, gostaria aqui de repudiar os acontecimentos nas bancadas de Alvalade, com cenas de violência repugnantes e condenáveis e aqui meus amigos, não olho a cores, sempre disse, que quando as claques se limitam ao fervoroso e brilhante apoio aos seus clubes, são de louvar e dão um colorido imenso às bancadas e ao jogo em si, mas lamentavelmente, são também alguns elementos a elas ligados, que gerem o pânico e a violência nos estádios de futebol e está mais que na hora de haver mão firme para com esses vândalos, que no fundo, acabam por manchar o nome das próprias claques e só com punições severas aos prevaricadores, se pode erradicar um fenómeno de violência insustentável e que em muito contribui para a degradação do futebol e para o afastamento dos adeptos dos estádios, eu como pai, tenho receio de levar os meus filhos a estes jogos e não deveria ser assim.

11 comentários:

dezazucr disse...

Grande jogo do Benfica, com personalidade. Eu bem havia avisado que sería um jogo como o contra o setúbal, até no equipamento são iguais. Venceu quem mostrou mais vontade e mais qualidade!

magalhães.Sad.SLB disse...

17 vitórias consecutivas em provas Nacionais;
13 vitórias em 13 jogos disputados em 2011;
10 vitórias seguidas na Liga Zon Sagres....

Ontem mais uma grande vitória da vontade, da mística, da raça, da ambição, do espírito de sacrifício, do colectivo e da qualidade técnica e táctica...

Carrega Benfica!!!!

Gloriosas Saudações

Carlos Alberto disse...

Ah... só ganhámos 0-2... foi uma chatice.
Aquele gajo que jogou pelo Sporting até nem é mau jogador, a categoria com que ele tirou o Sidnei do caminho, tem futuro, só não percebi porque tinha uma camisola diferente!

troza disse...

Um jogo de garra... tivessemos nós esta garra no início do ano ainda estariamos na champions e em primeiro lugar!

carlos disse...

Quero deixar aqui apenas um comentário a uma crónica e subscrever um comentário dum adepto àcerca do assunto Sporting:


Contrariando o irritante e mentiroso mito segundo o qual "ganha mais vezes quem está pior", o Benfica foi a Alvalade mostrar em duas penadas como é mais fácil às melhores equipas ganhar às piores. Não acontece sempre, ao contrário do normal noutros desportos colectivos, e por isso o futebol tem mais magia. Mas acontece na maioria das vezes.

A vitória do Benfica foi muito natural. E tanto fazia ao Sporting jogar contra 11 ou contra 10, contra 12 ou contra 9.

As vitórias do Benfica (do FC Porto nem se fala) sobre o Sporting são cada vez mais naturais, tanto que se festejam cada vez mais timidamente. Já o escrevi uma vez: os benfiquistas ainda vão gozando o prato com o colega sportinguista do lado no dia seguinte, mas a tendência é para se tornarem tão inesperadas como as vitórias sobre o Braga, o Marítimo ou o Vitória de Guimarães. Jogos daqueles em que há sempre um favorito claro, mas uma margem razoável de dúvida. Pouco mais pode, hoje, o Sporting oferecer, e isto é manifestamente pouco.

A indignação de Eduardo Barroso no programa do TVI24 "Prolongamento", depois de ouvir o adjunto de Paulo Sérgio achar que a sua equipa não tinha sido inferior ao Benfica, foi o espelho do que sentem os sportinguistas que ainda viram o clube em glória. "Eles acham genuinamente isto e não percebem que já não estão a treinar o Paços de Ferreira", disse Barroso, em tradução livre da ideia do médico.

Quanto a Cabral, apetece dizer que o pior cego é o que não quer ver. Achar que o Sporting esteve bem na noite do dérbi é um sintoma de autismo intelectual. Mas a discussão sobre o Sporting está longe de começar, acabar ou mesmo de passar por Paulo Sérgio e respectiva equipa técnica.

É um problema que vem de longe e tem tido sintomas graves ao longo dos anos, como aquele de um alto responsável se dizer mais satisfeito com três segundos lugares que com um primeiro. E muitos outros, entre os quais sobressai, objectivamente, a falta de dinheiro para jogar com as mesmas armas dos (ex)adversários directos.

A época presente agravou o fosso que já separa o Sporting de FC Porto e Benfica - fosso competitivo, financeiro e qualitativo. Vender o capitão a um rival e o melhor jogador a um clube brasileiro foram os sintomas mais recentes. Jogar mal e achar que não foi assim tão mau tem sido uma constante que já nem se estranha. Ter a melhor assistência da época na casa dos 36 mil adeptos é só mais uma prova da decadência.

Com eleições à porta, fica a pergunta decisiva: isto é o Sporting possível ou é possível voltar a ter o Sporting que nos habituámos a conhecer? É altura de escolher um caminho e assumi-lo.

Jornalista dO MAIS FUTEBOL...

carlos disse...

Comentário que acho relevante dum adepto:

Caro Alexandre Pereira, Sou sportinguista, por isso, sinto-me perfeitamente habilitado para comentar este seu texto, bem redigido, mas que combina verdades com mentiras a ver se tudo passa de uma forma geral como uma verdade insofismável. É normal o Porto ou o Benfica ganharem ao Sporting? É... que o diga Jesualdo Ferreira e o seu porto nos confrontos com o Sporting de Paulo Bento. Existe um fosso financeiro entre os clubes? Existe... o passivo do Benfica já passou os 500 milhões, o do Porto anda lá perto e o do Sporting baixou agora para os 300 milhões. Existe, também, um fosso Económico, que era o que você queria dizer. Porque a verdadeira diferença entre os clubes, é a capacidade de endividamento. Só isso... O Sporting está mal desde sempre

Mesmo assim; contra tudo e contra todos, até mesmo contra o próprio Sporting, a equipa conseguiu quatro idas à Champions consecutivas, fruto de quatro segundos lugares... Esteve, nesses quatro anos, na luta pelo titulo até à ultima jornada em duas ocasiões, pelo meio ganhou umas tacitas. Isto foi à dois anos. Tenha lá calma com os dramas... o Sporting está mal, mas não está morto. O Sporting vai deixar de ser um grande? Porquê, vão retirar-nos os campeonatos ganhos anteriormente? Fomos condenados por corrupção e vão ser-nos sonegados alguns títulos... estilo Juventus? E o resto? E os milhões de adeptos? E o 2º museu mais recheado de troféus do mundo? Também nos vão tirar isso? Tenha juízo! O problema do SCP tem sido ser dirigido por gente incompetente no plano desportivo. Compram mal e vendem pior. E como se isso não fosse bastante, não acertam na contratação de um treinador à muitos anos... mas mesmo à muitos

Subscrevo na íntegra o comentário e peço aos senhores da imprensa que deixem o Sporting em PAZ....

Porque o benfica da época do vale e azevedo também nao deixou de ser um grande

carlos disse...

Ja agora ainda não fiz o raciocinio de pensar nos ultimos 15 jogos como está o historico de resultados entre sporting e benfica mas penso que pende para o benfica mas não é 14-1 como este senhor quer dizer...

Manuel Oliveira disse...

Amigo Jotas, vitória sem espinhas, como aqueles cestos no basquete que entram sem a bola tocar no aro.
Este Sporting realmente está muito por baixo. Não fora a ajudinha do Arturzinho dos apitos e teriam enchido o saco!

Abraço.

último! disse...

Jotas, delirante foram as declarações do treinador adjunto dos lagartos lol

"não fomos inferiores ao Benfica e em alguns momentos até fomos superiores"

Os homens não se enxergam... melhor para nós

nuno disse...

Para finalizar é de acrescentar que as penalizações financeiras por mau comportamento dos adeptos também foram diferentes:
O SLB pagou mais 100euros de penalização!

Esta é a liga que temos!

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ acheter cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis generique
http://prezzocialisgenericoit.net/ prezzo cialis
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista