sexta-feira, 16 de novembro de 2012

PAULO BENTO - O adeus à selecção?

    Brilhante, corajosa e adequada, a resposta de Paulo Bento, àquele que será sempre a pessoa que esteve directamente ligada ao que de mais podre existiu e existe no futebol português.
     O expert em matéria de fruta e aconselhamento matrimonial, como sempre, tinha de vir mandar os seus recados, aproveitando como sempre, uma comunicação social que apesar de sistematicamente usada e mal tratada, está sempre pronta a baixar as calças, subserviente ao mestre da corrupção e este, queixoso, veio a terreiro acusar a F.P.F. e o seu seleccionador, pelo excessivo uso de alguns dos seus jogadores.
  Curioso, que não deixa de ser a mesma personagem que em tempos, como bem lembrou Paulo Bento, reclamava pelo pouco uso dado aos atletas que lhe interessa promover e se calhar, o azedume desse senhor, resulta exactamente da não convocação de um jogador que quer vender, mas ninguém o quer comprar e que a selecção seria o espaço ideal para o promover, conforme foi no passado feito com muitos outros atletas, refiro-me a Rolando, que por mais que a comunicação social, insista em promover o jogador, arranjado interessados, a verdade é que ninguém o quer.
     Paulo Bento, com a coragem que o caracteriza, sem medo ou cobardia perante aqueles que estão habituados a esmagar todos aqueles que não se verguem a si,  defendeu-se também argumentando com o facto de essa personagem, gostar mais da selecção da Colômbia que da portuguesa, dando o exemplo do muito maior tempo de viagem e de jogo do jogadores colombianos pertença do clube a que o queixoso preside, o problema é que as pessoas do nosso futebol, não estão habituadas e não gostam de quem pensa pela sua cabeça e não se verga a poderes instalados, como tal, ou muito me engano, Paulo Bento ao afrontar o Padrinho do futebol, pode ter cavado a sua sepultura e dito adeus à selecção, é que eles não costumam perdoar.
   Mas eu creio que não se trata de gostos, mas sim de demonstração de poder, ou seja, inteligente como o mestre da corrupção é, falou para quem lhe dá ouvidos e para os seus servos, fazendo-lhes ver que o "Big Boss" está zangado, com a convicção que neste momento na Federação já todos tremem, azar do caraças, Paulo Bento não se assusta com ninguém, não liga a joguinhos de poder e como tal não pactua com ameaças venham elas de onde vierem.
   Por outro lado, essa pessoa, sabe bem que na Colômbia não lhe ligam nenhuma e que se sujeitava a ouvir algo do género que não respondem a pessoas que percebem mais de corrupção que de outra razão qualquer. 
   Percebo ainda que os Migueis Sousas Tavares, os Migueis Guedes e outros que tais, virão rapidamente em defesa do mestre, pois o respeitinho é muito bonito e o medo de represálias caso sejam discordantes também, sabemos bem o que normalmente acontece a quem faz frente ao mestre.
   Percebo ainda que o seu discurso de apelo aos benfiquistas para que deixem de falar de arbitragens e do apito dourado, com o argumento falacioso de que enquanto essa for a desculpa, o Benfica nunca encontrará a causa dos seus problemas, percebo ainda que esse discurso resulte noutra zonas da 2ª circular, sempre tão solícitos, subservientes e veneradores do azul e branco, muitos mais que o verde e branco, mas por mais que tentem e seja conveniente contar com o branqueamento dos benfiquistas, em relação à corrupção praticada nesse dito grande clube do Norte, isso nunca irá acontecer, até porque ao contrário daquilo que querem fazer crer, essa é a maior causa dos problemas do Benfica, tal a dificuldade em ganhar com tanta trafulhice no nosso futebol e porque ao contrário dos nossos vizinhos, esse estado de coisas não nos satisfaz, porque queremos ganhar e não que alguém não ganhe.
    Com a sua arrasadora e perspicaz resposta, Paulo Bento, sem se da conta, cavou a sua sepultura junto da Selecção Nacional, porque afrontar o actual estado de poderes instalados, normalmente sai caro a quem pauta a sua conduta pela seriedade e verticalidade e isso é uma postura completamente desconhecida quer por corruptos, corruptores ou vendidos e infelizmente isso é do que mais existe nos órgãos de poder do futebol português

5 comentários:

Vozes Encarnadas disse...

Pois o ainda Selecionador português...

Mas o que interessa ai é saber que anda lá dentro uma guerrinha e isso é muito bom.

Também se vieram queixar das dividas do Oliveirinha...

Manuel Oliveira disse...

Grande coragem de Paulo Bento talvez porque tenha perdido a paciência.

Abraço.

Pedro Vale disse...

Grande postadela.... continue por favor!!! são poucos os blogs que valem a pena ler mas este é obrigatório...

Trapalhadas disse...

Eu ainda me lembro de quando eles eram amigos...o Pintinho ate foi ver um jogo fora da seleccao e tinha sida dado como lesionado para ir ver os jogos do FCP no fds passado...
Acho que acabou o nemoro...

PS: Noa se deve falar assim para o Papa senao pode acbar a carreira no mundo do futebol em Portugal...pq o polvo e o Pintinho e nao o Fernado, pq o Pintinho e que chega a todo o lado...

Abraço

Anónimo disse...


Finalmente alguém da blogosfera benfiquista fala do assunto mais importante da semana. Parabéns.

Não me parece que o principal motivo da intervenção do PC fosse afrontar o Paulo Bento. Por outro lado, o Paulo Bento talvez sinta que, em Março, a Selecção afunda-se e ele é posto na rua. De repente, com esta resposta ao PC, o Paulo Bento deu uma clara indicação que, entre Benfica e FCP, prefere ir treinar o Benfica (o Jesus tem contracto até final da época).

Eu creio que o motivo principal da intervenção do PC era outro: ele referiu que a FPF tem dinheiro guardadinho em contas a prazo. Dava tanto jeito ao FCP (até para desviar jogadores do Benfica).
Sérgio.

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista