segunda-feira, 9 de agosto de 2010

DEPOIS DA SUPERTAÇA - Há quer levantar a cabeça.

--- Foi disputada a primeira prova oficial do calendário nacional, a Supertaça Cândido de Oliveira, com uma vitória do Porto por 2 a 0 e com inteira justiça, há que reconhece-lo.
     Como havia dito anteriormente, julgo que este jogo seria sempre muito mais importante para as hostes portistas do que para o Benfica, pois como se viu na semana que antecedeu este jogo, já muita coisa estava a ser colocada em causa em relação ao treinador e ao modelo de jogo do Porto, que seria agravado e com consequências imprevìsiveis em caso de derrota, o que em termos psicológicos poderia vir a revelar-se determinante, embora não concorde nada com algumas coisas que tenho lido e ouvido, em que lamentavelmente muitos portistas conhecidos da nossa praça, em especial o Sr. Pôncio, tenham já vindo com a normal teoria de vitimização, afirmando que já existia uma cabala contra o clube e o seu treinador, etc, etc, enfim conversas ridículas e dignas de um complexo de provincianismo que repugno.
     Em relação ao jogo nada a dizer sobre a justiça do vencedor e nós benfiquistas temos essa capacidade de saber reconhecer os méritos alheios, não inventamos desculpas e historietas para justificar as evidências e foi evidente que neste jogo o Porto foi melhor, assim como o Benfica é o actual campeão nacional porque durante a liga foi melhor.
    Fez-me impressão que na ante visão da partida, os jogadores do Porto se recusassem a pronunciar o nome do Benfica, tal atitude é tacanha, revela falta de inteligência e mentalidade hipócrita desses atletas, mas pior ainda, de quem os impede de pronunciar Benfica, felizmente, no meu clube não temos complexos desses e não nos faz confusão pronunciar nenhum nome, é que naquela casa não vemos inimigos mas sim adversários, é uma maneira diferente de estar no futebol.
    Muita coisa não funcionou no Benfica e isso a mim preocupa-me bem mais que a derrota, mais uma vez e embora sem culpa nos golos, Roberto mostrou intranquilidade e falta de categoria, esse factor acaba por se reflectir em toda a equipa, a defesa não confia no seu guarda-redes e tem medo de jogar subida no terreno, criando assim um enorme fosso entre defesa e meio campo que o adversário aproveitou da melhor maneira. Ao meio campo faltaram ideias, foi lento a raciocinar e a pensar o jogo e o Benfica nunca conseguiu perceber que o Porto ao fazer descer varela e Hulk quando não tinha a bola, colocava sempre uma unidade a mais no meio campo, daí, mesmo em alguns períodos de maior domínio do Benfica, ter controlado sempre o jogo e finalmente faltou velocidade e largura no ataque, parecendo-me mesmo em algumas situações, que havia jogadores com dificuldades físicas e sem velocidade de reacção, o que nesta altura se estranha.
   Não vou aqui questionar algumas lacunas do plantel, como a ausência de extremos, já toda a gente percebeu isso e a direcção do clube, embora algo tardiamente,.parece-me que já está a tratar do assunto e muito menos colocar em causa opções técnicas, não concebo que um treinador tão venerado seja ao primeiro percalço colocado em causa.
    Assim, depois da Supertaça, apenas resta ao Benfica levantar a cabeça, ganhar de forma convincente neste arranque da Liga, que tem de ser o principal objectivo a alcançar e é por esse motivo que devemos pensar que os 3 pontos contra a Académica, podem vir a ser muito mais importantes que este troféu, cuja expressão em todos os países é algo diminuta, não o digo por o Benfica ter perdido, pois já o havia dito antes do jogo e se eu já acreditava que o Benfica tinha capacidade para revalidar o título de campeão, agora, depois da derrota, ainda acredito mais, é que eu sou assim, nas adversidades acredito na união do grupo e no espírito de missão.
  P.S. Vi o jogo em Viseu, na sede do clube lá da aldeia, com gente de várias cores clubísticas e de facto foi hilariante ver os adeptos do Sporting a vibrarem mais com o Porto do que os próprios portistas, por mais Moutinhos que lhes roubem, o seu sorriso era de orelha a orelha, digno de um clube que cada vez se torna menor, pois quando se revê num rival está tudo dito, enfim, a maioria dos seus adeptos são os maiores católicos do mundo, é que por mais que o Porto lhes bata, eles continuam sempre a oferecer a outra face,  não sei se esses adeptos serão camuflados ao mesmo camaleões, é que mudam a cor com tremenda facilidade, dizendo-se verdes por fora, mas no fundo são azuis e brancos por dentro, enfim devemos ter pena, afinal de contas só podemos dizer... coitados!

9 comentários:

JVG disse...

Caro Jotas.
Até ao momento, abstive-me de falar no Roberto. Agora, já não o posso fazer. Decididamente, NÃO é guarda-redes para o Benfica.
Não percebo este negócio e, se calhar é melhor não perceber.
Também penso que os substitutos de Ramires e DiMaria, já deveriam estar a integrar-se no plantel.
Fomos campeões merecidamente, mas já é tempo de pousar os pés na terra.
Saudações.

Jotas disse...

Concordo contigo JVG.

Apanhados disse...

Caro Jotas

Foi apenas um mau jogo...

Relembro que o FCP na época passada tb ganhou a supertaça e depois nem a qualificação para a Champions conseguiu...

O Chelsea também perdeu a Supertaça e não se questionou os jogadores, opções do treinadore nem Petr Cech por ter sofrido 3 golos...


Saudações Gloriosas

Coluna D'Águias Gloriosas disse...

excelente post caro Jotas,

vou-te citar ok

saudações gloriosas

Joel disse...

Belo post ao qual eu subscrevo a 100%.

Saudações gloriosas

Bernardo disse...

Boas amigo jotas,
Gostaria de partilhar duas ou três ideias sobre o post.
1ª A vitória do Porto é inquestionável, jogou melhor, mas isso deveu-se a um golo madrugador que tranquilizou a equipa, mas eu penso que o lance que decidiu a Supertaça foi a grande penalidade sobre o Coentrão que não foi assinalada com o resultado em 1-0.

2ª Se nós adeptos devemos e podemos elogiar quando as coisas correm bem, também temos o direito de criticar quando as opções do treinador não são as mais corretas. Mais uma vez o JJ não vez o que podia para tentar ganhar o jogo, e havia uma substituição simples que alterava a eficácia do Benfica, mas o JJ teimoso que é não entendeu assim; a primeira substituição era Recuar o coentrão e tirar o peixoto pelo Jara (Alguém tem duvidas???).
Ninguém pede a demissão do treinador, mas que ele falhou, falhou.

Abraço e Domingo estamos na Luz a apoiar o CAMPEÃO NACIONAL, Treinador, Roberto e demoais jogadores.

p.s. O Roberto é muito fraquinho.
p.s. Esta foi uma vitória para os lagartos de Portimão tal eram os festejos... vergonhoso estes lagartos!

Bernardo disse...

Boas amigo jotas,
Gostaria de partilhar duas ou três ideias sobre o post.
1ª A vitória do Porto é inquestionável, jogou melhor, mas isso deveu-se a um golo madrugador que tranquilizou a equipa, mas eu penso que o lance que decidiu a Supertaça foi a grande penalidade sobre o Coentrão que não foi assinalada com o resultado em 1-0.

2ª Se nós adeptos devemos e podemos elogiar quando as coisas correm bem, também temos o direito de criticar quando as opções do treinador não são as mais corretas. Mais uma vez o JJ não vez o que podia para tentar ganhar o jogo, e havia uma substituição simples que alterava a eficácia do Benfica, mas o JJ teimoso que é não entendeu assim; a primeira substituição era Recuar o coentrão e tirar o peixoto pelo Jara (Alguém tem duvidas???).
Ninguém pede a demissão do treinador, mas que ele falhou, falhou.

Abraço e Domingo estamos na Luz a apoiar o CAMPEÃO NACIONAL, Treinador, Roberto e demoais jogadores.

p.s. O Roberto é muito fraquinho.
p.s. Esta foi uma vitória para os lagartos de Portimão tal eram os festejos... vergonhoso estes lagartos!

VHugo disse...

Sê bem vindo dessas férias Jotas. Em Relação ao Pôncio, já nem sequer o ouço o a falar. De resto estás muito correcto na tua análise.
Se bem que Roberto...enfim.
Como já alguém comentou: Ninguém questionou a derrota do campeão Chelsea perante o MUnited...

sloml disse...

Apanhados, na baliza nesse jogo não estava o Cech, estava o Hilário... Também me parece claramente que o Roberto não é guarda-redes para o Benfica, mas não concordo com nenhuma crítica que lhe façam nem no jogo com o Porto nem com a Académica. Não teve qualquer culpa.

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista