quinta-feira, 25 de março de 2010

CJ DA FEDERAÇÃO X CD DA LIGA - dois orgãos duas sentenças.

---- Ponderei bem se haveria de fazer algum post sobre a decisão do CJ da Federação em relação aos castigos a Hulk e Sapunaru, porque é um assunto que não diz respeito ao Benfica.
    Mas por achar que este episódio representa mais uma vez uma das muitas vergonhas existentes no nosso futebol, resolvi deixar aqui alguns pontos de vista curiosos.
   Começo pelo facto de enquadrar o CJ da Federação Portuguesa de Futebol, para lembrar a todos que os orgãos da Federação são eleitos pelas associações e que a associação mais poderosa é apenas a A.F. do Porto, aproveito também para relembrar uma anterior deliberação deste orgão e tudo o que o seu Presidente quis fazer em relação ao Recurso de Pinto da Costa e do Boavista, após também  uma decisão do CD da Liga, no âmbito do processo apito dourado e no qual pretendiam despenalizar Pinto da Costa e seus pares e cujo parecer do DR. Freitas do Amaral os arrasou e o qual podem ler na parte lateral inferior esquerda deste blogue e para terminar, dizer que o curioso da reunião de ontem é que cerca das 13H00, saíu para o exterior e foi amplamente divulgado pela comunicação social que este orgão tinha mantido os castigos impostos a Hulk e Sapunaru e 2 horas depois arrasou o deliberação do CD da Liga, facto esse que a mim me deveria causar alguma estranheza, mas já nada me espanta, provavelmente, nesse espaço de 2 horas, apareceram factos novos que desconheço.
   O CJ da Federação, decidiu então, reduzir as penas a Hulk para 3 jogos de suspensão e a Sapunaru para 4 jogos, por diferente interpretação dos regulamentos disciplinares da Liga, numa descrepância arrepiante e que deveria envergonhar toda a magistratura, pois é disso que se trata, de magistrados.
    Ou seja, enquanto o CD da Liga entendeu e na minha opinião correctamente que um Steward é um interveniente de um recinto desportivo, o CJ da Federação entendeu que não, com esse entendimento, o engraçado é que equivaleu um steward a um espectador comum e aí há 2 coisas que não posso deixar, até com algum humor, de comentar: 1º o Steward passou desde ontem a ser um espectador num estádio de futebol previligiado, porque enquanto eu pago para ir ver futebol, segundo o CJ o steward não é mais que um espectador a quem pagam para ir ao futebol, o que não deixa de ser um previlégio injusto para todos nós, 2º que o valor que o CJ dá ao espectador é tanto que enquanto em Inglaterra uma agressão a um espectador vale 8 meses de suspensão, em Portugal, uma agressão a um espectador vale 3 ou 4 jogos de suspensão, no fundo é isso que diz o CJ da Federação com a sua deliberação, facto esse que denota bem o valor que dão a quem verdadeiramente sustenta o futebol, ou seja, na óptica do CJ da Federação, o espectador de um jogo de futebol, é um indivíduo que pode ser agredido sem que isso constitua infracção grave e que se resolve com 3 joguitos de suspensão.
    Mas depois desta deliberação, houve também coisas que fiquei sem saber e que deveriam ser explicadas, ou seja, se um Polícia, um bombeiro, um jornalista são também espectadores ou intervenientes de recintos desportivos? Porque a uns tempos atrás, um bombeiro era interveniente de um recinto desportivo, pois Fernando Mendes, jogador do Porto na altura, agrediu um bombeiro e pasme-se, na altura em que Guilherme Aguiar era director executivo da Liga e em que segundo ele as coisas eram mais céleres, e foi castigado 13 meses depois com 4 meses de suspensão, com a curiosidade desse castigo ter sido cumprido quando este atleta já não era jogador do Porto, mas sim do Belenenses.
  Posto isto, devo também dizer que após esta decisão, entendo que a SAD portista se ache prejudicada e penalizada por toda esta situação e que obviamente irá tentar daí extrair o seu benefício público, por isso e para que as memórias não sejam curtas, quero apenas relembrar o seguinte: Sapunaru raramente era convocado, pelo que duvido que tenha feito alguma falta ao clube, já Hulk, era um jogador mais influente e normalmente titular, embora como sabem, em alguns jogos foi suplente de Rodriguez e Varela e para Hulk ser titular, obviamente um deles saía sempre do onze portista, depois para dar conta da enorme influência deste jogador, Hulk é nem mais nem menos e já com 3 meses sem jogar, o jogador da Liga com mais perdas de bola (72), o que perfaz uma perda de bola a cada 6 minutos, portanto claramente influente no tipo de jogo portista, depois relembrar que antes de Hulk ser castigado, o Porto já tinha 6 pontos de atraso em relação ao Benfica e ao Braga e que caso não se lembrem, jogou na Luz, onde foi secado por aquele que muitos consideram o elo mais fraco deste Benfica, César Peixoto e pasme-se, o Porto perdeu, já para não referir que Hulk é tão decisivo, que o Porto levou 5 do Arsenal e lembram-se? o Hulk foi titular, é natural que não se lembrem porque ninguém o viu, mas pelo menos na constituição da equipa era titular.
    Portanto e sabendo agora que os portistas vão dizer que não fora este castigo a Hulk e o Porto seria campeão, está no parágrafo anterior bem vincada a grande influência deste jogador.
    Devo ainda frisar, que depois da final da Taça da Liga, várias dúvidas me assolaram em relação as agressões de Hulk e Sapunaru, pois fiquei com sérias dúvidas que as provocaçãos de que tanto apregoam terem sido alvo por parte dos stewards, que o verdadeiro motivo não tenha sido o golo do Saviola, essa sim uma enorme provocação, pois, depois de ver a pancada que os seus jogadores destribuiram aos do Benfica durante toda a partida desta Final e como não consegui vislumbrar nenhum steward dentro do campo, a não ser que estivessem altamente disfarçados, sou levado a concluir que mais uma vez e neste caso específico, Bruno Alves e Meireles, foram altamente provocados, deste feita pelos golos de Amorin, Carlos Martins e Cardozo. Por falar em provocações, pergunto, quantos murros e pontapés tinham Hulk e Sapunaru dado ao Bruno Alves se tivesse sido tão provocados como foi o Kardec?
   Para terminar como espectador que gosta de ver futebol nos estádios, afirmo aqui, que a partir de agora tenho mais receio de ir aos estádios, não por causa da violência das claques, mas porque tenho receio de ser agredido por um jogador e ver o seu castigo ser de apenas 3 jogos, o que pode gerar nos jogadores tal sentimento de impunidade que ao mínimo assobio, o espectador se sujeita a levar um murro. Mas como quero continuar a ir ao futebol, encontrei como solução, comprar o meu bilhete para as zonas o mais afastadas possivel dos relvados, assim talvez me safe.
   Haja decoro e vergonha, pois a sensação que a mim me ficou é que as influências e manobras de bastidores continuam a ser o modo de estar dos dirigentes desportivos e com isso só perde a verdade e por consequência o futebol.

8 comentários:

Nuno disse...

Medalha de fair play para os rapazes, já. E vinte anos de prisão para o segurança agredido, que estava onde não deveria estar....


Sumaríssimo a Javi Garcia: 2 jogos
Agressão a um Steward : 3 jogos


Muita fruta deve ter sido distribuída pela FPF...

troza disse...

Acho que disseste tudo. Bom post. Correcção: excelente post. Eu não vou dizer muito de novo, apenas descarregar...

E visto os castigos num passado não muito distante e comparar com o que se passou lá fora (depois de eu ter visto um gajo vomitar que os Stward lá fora não é um agente desportivo) vê-se que o Porto tem razão em protestar. Um castigo que seria de no mínimo 6 meses é reduzido de 4 meses a 3 jogos é sinal que o super heroi vai ter de jogar em vez dos bons jogadores...

E já está. Caso ganhe o Benfica ou o Braga, já está tudo feito para não darem mérito ao campeão. Exactamente os mesmos fdps que escreviam nos jornais e falavam na televisão de forma a que as escutas passassem a ser consideradas não existentes. Ainda bem que há o youtube agora... e lixaram-se (com f) à grande.

Já agora, Benfica e Sporting que não pensem que não têm nada a ver com isto... é actuar discretamente mas fazer de tudo para que seja feita justiça. Dúvido que o Sporting reaja mas posso estar enganado. Vamos ver o que fazem.

Depois deste campeonato o Benfica bem podia mandar a federação dar uma curva... porque não é a federação portuguesa de futebol mas sim a federação portista de futebol, como se tem visto nos últimos anos. Não sei não, mas acho que muitos clubes gostariam de jogar numa liga à parte onde jogasse o Benfica em vez de jogarem onde jogam. Basta ver a taça de Portugal como está (comparada com taça da liga) a nivel de audiencias sem o Benfica lá... e só os jogos entre o Porto e o Sporting é que fazem render o peixe...

E nós como adeptos... que podemos fazer? É uma boa pergunta... gostava de saber se tens algumas sugestões.

Joel disse...

Depois de termos tido um menos refinado Gonçalves Pereira, presidente do anterior Conselho de Justiça da FPF,eis que a federação, sob o beneplácito de próprio Madaíl, tratou de substituir o antigo Conselho de Justiça por um outro muito mais refinado, que a única coisa que tem feito é revogar muitas das decisões condenatórias do Conselho de Disciplina da Liga, quando se trata de decisões condenatórias contra o Porto. Já quando são decisões condenatórias contra o Benfica, este Conselho de Justiça ou confirma ou ainda as agrava mais. Os exemplos mais flagrantes são a manutenção das penas de Cardozo e de Javi García, e a pior delas todas, que foi a atribuição profundamente injusta do título de campeão nacional de juniores do ano passado ao Sporting.
O revanchismo, a corrupção, o laxismo, com estes recentes acontecimentos ganham novamente força, neste Portugal futebolístico sob a passividade e a complacência da autoridade governamental com responsabilidades na matéria.
O polvo está vivo e bem vivo e continua a mexer-se impunemente.

Para estas pessoas, alvo de chacota e gozo na Europa e no Mundo (ainda esta semana foram noticia num jornal inglês, ver aqui ), e que envergonha Portugal e o Norte do mesmo, o “crime” continua a compensar.

Só falta, agora, mais uma vigília para “santificar” os grosseiros infractores e agressores.

Os portistas acusam Ricardo Costa de ser benfiquista, pois nunca lhe perdoará a corajosa afronta que foi a condenação do presidente do seu clube por corrupção tentada.

E este presidente do CJ e o respectivo conselho? Serão os coveiros da verdade desportiva? Não são, porque ela já esta morta à muito tempo.

Frederico Pinto disse...

Boas, gostaria de saber se estariam interessados em uma troca de links com o meu blog, o Glorioso 1904, deixo-vos aqui o link, passem por lá, aguardo uma resposta. Continuação de um bom trabalho,

http://glorioso-1904.blogspot.com/

Cumprimentos

troza disse...

E mais uma nomeação bem pensada: Pedro Proença... fdx...

Jotas disse...

Caro troza, eu até sugeria, mas julgo que seria ilegal, pois o que os adeptos deviam fazer, era romper pela FPF, correr com toda a gente de lá para fora e colocar no seu lugar pessoas do futebol, eis jogadores formados por exemplo e gente que de facto ama o futebol, mas, como sei que tal não é possível, julgo que tirando o direito à indignação e ao protesto, pouco podemos fazer, pois o nosso futebol, tal como em outros sectores da nossa sociedade, foram tomados de assalto por gente sem escrúpulos, que são a corja da nossa sociedade.
Caro Joel, 100% de acordo e Nuno de facto só falta a medalha.
Frederico estás linkado e aguardo a resposta ao convite que te fiz.

Frederico Pinto disse...

Já adicionei o link no meu blog. Quanto ao encontro de bloggers benfiquistas que vai decorrer este Sábado terei de passar, talvez para uma próxima =P Obrigado pelo convite na mesma, boa sorte para a organização do mesmo,

Cumprimentos,
Frederico

troza disse...

Hum... não seria má ideia. Mas se é para coisas assim à grande era arrumar com os deputados todos e por o país como deve ser.

Depois logo se tratava do problema menor do futebol!

:P

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista