terça-feira, 23 de março de 2010

AINDA A TAÇA DA LIGA - Bruno Alves pede ao papá que o defenda.

--- No post anterior, achei por bem dar destaque ao jogo em si e às suas incidências, afinal de contas foi uma boa vitória, uma final e um jogo muito saboroso, não tanto pelo troféu em si, mas por ter sido contra aqueles que tentaram passar para a opinião pública que o Benfica só é líder pelos tuneis e andores, ficando amplamente provado que o Benfica é até ao momento líder porque é melhor, o Braga segundo porque é melhor e o Porto terceiro porque actualmente esse é o lugar que classifica a qualidade da sua equipa.
    Assim sendo e porque infelizmente este jogo não se resumiu ao que se passou dentro das 4 linhas, resolvi fazer uma espécie de aditamento e começo pelo comportamento indecoroso, lastimável de Bruno Alves, cujo seu papel resumiu-se não em defender a sua equipa e tentar ganhar o jogo, mas sim em provocar os jogadores encarnados, bater-lhes e mesmo assim conseguir jogar o jogo todo, eu pergunto, haverá sumaríssimo? Ainda alguém duvida atendendo a este exemplo, que de facto os acontecimentos na Luz são o reflexo deste tipo de comportamentos e da maneira de estar no futebol destes jogadores? Ou concordam que devia ter havido impunidade à semelhança de outros tempos não tão longínquos quanto isso? É que infleizmente para o futebol, Bruno Alves é um agressor compulsivo, com sucessivos episódios de violência, mas curiosamente nunca recebe ordem de expulsão.
   Mas, depois de ouvir as declarações do seu papá, Washington, um ex - jogador para quem a canela ía até ao pescoço, após as queixinhas choramingas do filhinho, pedindo ao papá para que o viesse defender que ele até é bem comportado, fiquei convencido que de facto, o comportamento do Bruno Alves não é mais do que o resultado da educação que o seu pai lhe dá, pois, quando o pai vem dizer que o seu filho está a ser vitíma de ataques sem razão, pois não viu nada de anormal no comportamento do seu filho em campo e que ele se limitou a dar tudo pelo clube, ou das duas uma, essa é a educação que Washington lhe dá em casa, ou a sua televisão é diferente de todas as outras.
    Mas não foi só Bruno Alves a ter essa atitude, ouve mais jogadores portistas, Meireles secundou muito bem o seu colega de equipa, o que me leva a concluir que a equipa do Porto entrou em campo mais concentrada em tentar provocar os jogadores do Benfica, para que estes pudessem responder e haver admoestações que os impedissem de jogar contra o Braga, do que tentarem vencer o seu jogo e o resultado só poderia ser o de verem um Benfica quanto baste a vencer por 3 a 0.
   O que certamente alguns jogadores do Porto não contavam, era que os jogadores do Benfica fossem para o relvado alertados para aquilo que os esperava e com ordens expressas para ignorarem as provocações e limitarem-se a vencer o jogo, no fundo, era para isso que o Benfica ali estava.
   Não posso também deixar de falar dos acontecimentos provocados pelos energúmenos do costume, antes do jogo começar e durante o jogo, de facto, assistimos a acontecimentos lamentáveis, muito idênticos aos passados na quinta-feira em Alvalade e o que mais estranho, é que passados alguns dias desse jogo, o silêncio dos responsáveis do nosso futebol e de quem tem competência para legislar seja a resposta a tudo o que de muito grave se assistiu na última semana.
   Para que fique bem claro e já aqui o disse várias vezes, eu não sou contra as claques, tal como elas deveriam ser concebidas, ou seja, no sentido de dar colorido ao jogo, incentivar as suas equipas, animando desse modo o espectáculo chamado futebol. Mas o que acontece é que muitas dessas claques, estão assoladas por bandos de criminosos e de cobardes que se refugiam nas multidões para mostrarem coragem e dizerem que são uns mauzões, o que eles são é um bando de animais selvagens.
  Quiexam-se depois que são tratados como animais, mas com comportamentos animalescos como os verificados, querem ser tratados como gente? Não podem, eu, para ser tratado como gente, tenho de me comportar como tal.
   Mas a culpa também é nossa, adeptos do futebol, pois em vez de se fazerem manifestações em frente da LPFP, por causa de um jogador que esmurra stewards ter sido castigado, deviam os todos manifestar-mos para que este actos cobardes de um bando de criminosos que se dizem claques, sejam severamente punidos criminalmente e há que de uma vez por todas ser severo e punitivo, pois a impunidade reinante, mesmo com imagens que mostram muito bem o focinho (é o nome adequado ao rosto dos animais) dos prevaricadores, faz com que eles sintam que podem fazer o que querem e para quem agride tudo o que mexe, faz arremessos de pedras, garrafas, tochas, quem assalta e destrói estabelecimentos comerciais por onde passa e destrói transportes, merece a prisão.
   Eu sou acérrimo defensor que os animais selvagens, quando não podem estar na natureza, devem ser enjaulados, e de facto, o jardim zoológico, deveria ser a sua residência.
   Concluindo, não há apenas que criar nova legislação, há sim que aplicá-la e eu defendo que esses senhores, de uma vez por todas, devem ser em 1º lugar impedidos de entrar em recintos desportivos, aquilo é um lugar para gente de bem e não para uma cambada de animais, apresentando-se nas esquadras da área da sua residência a hora dos jogos da sua equipa e em caso de não se apresentarem nas esquadras, têm de ser presos e se assim for, estou certo, que a violência vai parar, pois quando esses energúmenos sentirem que são punidos, com certeza que deixarão o futebol em paz e para aqueles que vão aos jogos para vibrar com o seu clube e que verdadeiramente gostam desse desporto.
  Mas, não querendo ser muito radical, há sempre outra solução e essa seria de limpeza geral, criava-se um campo vedado, juntavam-se ali esses animais, deixava-se gladiarem-se e depois íamos recolher os mortos e feridos, pois a mim esse tipo de otários, não fazem qualquer falta à sociedade, eu confesso que vivia muito bem sem eles. 
   Vou finalizar este post com uma pequena correcção, no post anterior, afirmei que JJ dedicou a vitória ao seu falecido pai, felizmente o pai do treinador encarnado encontra-se vivo, apesar de passar por momentos graves em relação à sua saúde, tendo Jesus passado a folga com ele, pelo que desejo sinceramente que esses problemas de saúde sejam ultrapassados.

6 comentários:

am disse...

"Mas, não querendo ser muito radical, há sempre outra solução e essa seria de limpeza geral, criava-se um campo vedado, juntavam-se ali esses animais, deixava-se gladiarem-se e depois íamos recolher os mortos e feridos, pois a mim esse tipo de otários, não fazem qualquer falta à sociedade, eu confesso que vivia muito bem sem eles."

Esta sim, seria a solução adequada.

sloml disse...

Subscrevo inteiramente. Penso da mesma forma em todos os aspectos focados.

Águia Futebol Clube disse...

Obrigado pelos comentários la no Blog do Vascão brother e parabéns por mais esta conquista deste grande clube.

Abraço
Jeferson

troza disse...

Quanto ao Bruno Alves... ele não é expulso há 3 épocas ou que é e chegou a fazer uma dessas épocas com 2 amarelos no total... estranho não? Espero que o Benfica agora ande atento, principalmente depois do sumarissimo ao Javi Garcia.

Quanto às claques... O meu irmão gosta muito de ir para o Directivo e já conheci um dos responsáveis da torcida verde (acasos da vida) e dessas claques não se ouve nada a não ser as piadolas ditas pelos próprios Sportinguistas: o directivo é a claque do caraoque e a torcida tem mais bandeiras que pessoas. Se todas as claques fossem assim era muito bom!

Do Benfica não conheço muito mas os Diabos Vermelhos parecem não estar em grande forma mas felizmente também não se ouve falar deles.

De resto, fazem mais porcaria do que bem. Como em tudo: não são todos os que estão lá... mas enfim.

Até haver uma penalização séria para essas claques, vai continuar tudo na mesma... podia ser o fim + interdição no próprio estádio ou whatever... era muito bom

Captain Kid disse...

gostava de agredir o washington da forma como o burro alves agrediu kardec e cardozo, para ver se continua a dizer que aquilo é "normal".

troza disse...

redução dos castigos de hulk e sapunaru que deviam ser maiores do que aqueles que levaram inicialmente = vergonha.

O que falta agora? Culpar o Benfica pelas agressões dos jogadores do Porto?

Merda pó futebol português

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista