segunda-feira, 9 de novembro de 2009

OPORTUNIDADE DE OURO - Rivais escorregam.

--- Esta jornada, que completa o 1º terço da liga, fica desde já marcada pelo escorregançao dos rivais encarnados, pelo que o jogo Benfica - Naval de hoje, reveste-se da maior importância para o Benfica, que tem de mostrar se definitivamente, quer ou não ser campeão nacional.
   Depois da derrota de 6ª feira do Braga em Guimarães, esperada, até porque depois da enorme capacidade fisíca demonstrada ante o Benfica, eu suspeitava (vá lá saber-se porquê), que no derby minhota, algo houvesse que não lhes permitisse ter a mesma capacidade fisíca, ou seja, a seguir a uma bomba, vem o descalabro.
  Mas vamos tentar analisar os jogos dos nossos rivais:
MARITÍMO 1 PORTO 0 - Um grande 1ª parte dos madeirenses, ante um Porto completamante à deriva e que nitidamente, não atravessa uma fase positiva em termos exibicionais.
   A equipa madeirense entrou no jogo com algumas cautelas, mas sempre com sentido de baliza, com rápidas subidas para o ataque, após recuperarem a bola, mercê da grande pressão no seu meio-campo, com Roberto Sousa e Bruno em grande destaque e depois com a velocidade e capacidade técnica de Marcinho, Djalma e Bába, bem secundados por Manú.
   Assim, já Bába tinha desperdiçado uma grande oportunidade, antes de Rolando com uma abordagem desastrada à bola, fazer um auto-golo, que colocou o Marítimo na frente do marcador.
   Esperava-se uma reacção portista que nunca aconteceu, foi mesmo o Marítimo que por duas ocasiões, esteve mesmo perto do 2º golo, que diga-se era justo.
Na 2ª parte, O Porto, apesar de tentar reagir, mostrava-se algo trapalhão, com Hulk a tentar fazer tudo sozinho e quase sempre mal e desligado de sectores, sem conseguir incomodar verdadeiramente a defesa maritimista e apesar de já não ser tão rápido nas descidas para o ataque, era mesmo assim o Marítimo quem causava mais perigo.
   Para se ter uma ideia da frágil exibição do Porto, apenas aos 81 minutos, criou a sua primeira oportunidade, num grande lance de um apagado Falcão, em que Peçanha executa uma intervenção de grande categoria. Já mais com o coração de que com a cabeça e com o Ma´rítimo mais recuado, o Porto teve mais uma boa chance na cabeça de Falcão, mas a bola passou por cima da trave.
  Vitória justa e sem contestação do Marítimo.
Pela Positiva, a postura no jogo do Marítimo, olhando o Porto de frente e sempre com a baliza adversária nos olhos, pela negativa, a péssima exibição colectiva do Porto e um desastrado Hulk, tentando fazer tudo sozinho e não será assim que se afirmará como um grande jogador.
Arbitragem muito positiva de Paulo Baptista, um ou outro pequeno erro, mas sem qualquer influência no decorrer da partida.
RIO-AVE 2 SPORTING 2 - Depois da tempestada vivida esta semana em Alvalade, este jogo revestia-se de crucial importância para o Sporting, assistindo-se a um bom jogo, com 2 partes completamente distintas: Na 1ª parte, um Sporting mais forte, com uma razoável qualidade de jogo, consguindo o domínio do meio campo e a pressionar no meio-campo adversário, mostrando vontade de alterar o rumo dos acontecimentos.
   Já os vilacondenses, mostravam alguma incapacidade de reagir ao bom início do seu adversário, a equipa de Alvalade, estava melhor, rematava e começava a criar lances de perigo, até que Matias Fernandez ( o melhor do Sporting), abre o livro, senta Gaspar e faz um belo golo, com uma execução técnica de grande qualidade, estava feita a justiça no marcador.
  O ímpeto leonino continuava e os lances de perigo na área do Rio-Ave também e num lance infleiz de Sílvio, que ao tentar dominar com o peito, vê a bola a resvalar no braço direito, o Sporting, por Moutinho, chega ao 2 a 0, com inteira justiça a premiar a sua 1ª parte.
Na 2ª parte, julgava-se que a vitória já não fugiria ao Sporting, fruto da qualidade de jogo anteriormente apresentada e da incapacidade do Rio-Ave em criar perigo, puro engano, o Sporting reavivou os fantasmas recentes e o Rio-Ave entrou muito mais forte e decidido, o que me leva a questionar, quem teve mérito em quê,ou seja a boa 1ª parte foi demérito do Rio-Ave ou a 2ª parte foi demérito do Sporting? Fica aqui a dúvida.
  A equipa de Alvalade começava a revelar dificuldades em ter a bola e os vilacondenses encostavam o Sporting mais atrás e depois de Sidnei desperdiçar uma boa oportunidade, João Tomás, reduz o resultado, o que diga-se, já era merecido.
  A equipa de Vila do Conde continuava com o pé no acelerador e o Sporting meio atordoado com a reacção do adversário e de novo joão Tomás, a corresponder a um grande cruzamento de Bruno Gama, de primeira, faz um belo golo que empatou a partida.
   Em 20 minutos apenas, o Rio-Ave conseguia a reviravolta e para agravar a situação, Carriço faz falta e leva o 2º Amarelo, que julgo ter sido causa da sucessão de faltas do central leonino, que neste jogo, esteve nos golos do adversário e longe do que já mostrou.
   O jogo estava partido, mas as oportunidades não existiam, até que aos 85 minutos, Caicedo, que desastre, dá para rir , falha de forma incrível um golo na cara de Carlos e na sobra Liedson chuta contra um adversário, gorando-se assim a possibilidade dos 3 pontos para o Sporting.
  Resultado que se ajusta ao que se passou em campo, pois houve uma parte de domínio quase absoluto para cada equipa e assim a onda de contestação ao Sporting aumenta, com mais uma dura manifestação de contestação à equipa após o jogo.
Pela positiva, a excelente reacção do Rio-Ave, que com 2 golos de desvantagem ao intervalo, não deu o jogo como perdido, pela negativa, a 2º parte estranhamente miserável do Sporting e a aberração Caicedo, julgo que se este com 2 penas vale 10 milhões (claúsula de compra), Mantorras com uma perna, vale 20 milhões.
Arbitragem dificil de Soares Dias, benefício da dúvida no penalti, aceitando-se a decisão, assim como na expulsão por acumulação de Carriço.
  Com esta conjugação de resultados, o Benfica, dispões de uma excelente oportunidade de igualar o Braga na liderança, aumentar a sua vantagem em 5 pontos para o Porto e 11! para o Sporting, melhor seria impossível.

4 comentários:

VHugo disse...

Que fim de semana melhor nos poderia acontecer???
Aproveitar para ganhar balanço esta semana e ir a alvalade com 11 pontos de avanço à 10ª jornada, não me lembro de tal coisa.

Carrega Benfica

am disse...

Oportunidade de ouro, que estou certo a nossa equipa não deixará de aproveitar.

FORÇA BENFICA

GIL VICENTE disse...

Oportunidade de oiro, caro Jotas, tem razão.
Assim os rapazes o compreendam.
Agora, tenho esperança. Antes, não era bem assim.

Blog do Vascão disse...

Jotas me considero seu amigo então posso perguntar já que você fez menssão a um assunto que me interessa la no seu comentário no meu blog.

Gostaria de perguntar em que jornal Português você viu a reportagem sobre a vinda do Keirrison para o Vasco, ou melhor me passa o link da matéria.

Abraço
Jeferson

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista