quinta-feira, 12 de novembro de 2009

E DEPOIS DA TEMPESTADE? Virá a bonança?

   Uma questão pertinente este, atendendo aos tempos conturbados que se vivem no rival do Benfica.
    Depois desta pausa para os jogos de play-off para a selecção, seguem-se ainda 2 compromissos, para a Taça de Portugal e para a Liga Europa, ainda antes do ansiado derby, que é muito mais que um simples jogo de futebol.
   O Benfica tem em teoria, um ciclo mais exigente e complicado antes desse jogo de Alvalade, joga com o Guimarães para a Taça de Portugal e depois, em véspera de derby, uma exigente viagem ao frio da Bielorrússia, com o natural desgaste da viagem e a exigência física de um jogo quer será certamente disputado em condições atmosféricas bastante adversas. Já o Sporting, tem uma missão muito menos espinhosa, jogará no Restelo com os Pescadores e depois em Alvalade com o Hereenven, o que fará com que na hora do grande derby, se apresente muito mais fresco.
   Num entanto, os tempos em Alvalade têm sido de extrema convulsão, desde a demissão de Paulo Bento e da restante estrutura do futebol, até aos desnorte do seu Presidente José Eduardo Bettencourt, o qual teve palavras bastante injuriosas para com os seus adeptos, chamando-os de terroristas, anormais e cretinos, algo muito grave e que obviamente causou perplexidade nas hostes leoninas, até porque, em momentos adversos a que todos os clubes estão sujeitos, o Presidente, terá forçosamente de ser sempre o último a perder a cabeça e a manter o mínimo de racionalidade, algo que Bettencourt não conseguiu, cavando uma guerra desnecessária e com consequências imprevísivies, numa altura em que já se sabe que será Sá Pinto o substituto de Pedro Barbosa, que a restante equipam técnica de Paulo Bento se encontra a prazo, mas onde falta ainda conhecer o nome do novo treinador, que tudo leva a crer seja André Vilas Boas, uma aposta de risco, num jovem que promete, mas não deixa por enquanto de ser uma incógnita.
   Posto isto, pode-se então afirmar que para o Sporting, este jogo será dos mais importantes da sua história, ou seja, vai representar muito mais que um derby, pois depois de uma tempestade, nada melhor que vencer o eterno rival, para que a bonança chegue e se o conseguir, por certo, o novo treinador terá alguma paz para fazer o seu trajecto, tentar melhorar a débil produção da equipa, tentando até à reabertura do mercado, disfarçar as lacunas evidentes de um plantel mal construído e com alguns jogadores com categoria duvidosa para a 1ª liga, quanto mais para representarem um clube com os pregaminhos do Sporting.
   Ao invés, perdendo o derby, depois das infelizes e ridículas palavras, Bettencourt, terá uma vida muito complicada e quiçá o seu lugar a prazo, pois depois daquilo que afirmou, uma derrota ante o Benfica, dificilmente lhe será perdoada e por certo, fará crescer a revolta dos já de si revoltados adeptos, triando também algumas paz ao clube, para que o novo treinador faça o seu trabalho.
   O nível das suas palavras, foram arruaceiras, ofendendo aqueles que estão sempre presentes e são o garante da sobrevivência de qualquer clube, os adeptos do Sporting, como de qualquer clube que se preze, não admitem que seja o próprio Presidente a ofendê-los e ainda por cima a criticar o Sul em relação ao Norte, com a triste figura de estilo dos Visigodos e Mouros, enfim, algo que com certeza deixou perplexo o universo sportinguista e desiludido qualquer adepto que se preze, eu confesso, não admitiria, que o Presidente do meu clube me chamasse nomes.
  A um outro nível meramente desportivo, é muito gratificante ao Benfica deslocar-se a Alvalade e poder encarar o jogo com tranquilidade classificativa, sabendo que em caso de vitória arreda definitivamente o Sporting da corrida ao título à 11ª jornada, uma vez, que não acredito que até ao fim, o Benfica, se quiser ser campeão, perca mais de 14 ou 15 pontos, isto sem o Sporting perder mais pontos, ou seja, ao contrário do Benfica, o jogo é decisivo para o Sporting.
  Se vencer, o Benfica dá um grande passo na sua caminhada, cavando o tal decisivo fosso para o eterno rival e mantendo pelo menos a distância para o Porto, se perder, manterá sempre uma boa vantagem em relação ao Sporting e ficará ainda à frente do Porto, algo que permite que este encontro seja encarado com naturalidade, mas com a necessária ambição.
  Venha de lá esse ansiado derby, pois estas pausas na Liga, deixam-me com fome de bola e com saudades de vibrar com as emoções do meu clube.
  Não posso terminar este post, sem de forma até algo tardia, prestar aqui a minha última homenagem a um grande guarda-redes, Robert Enke, em que uma das suas grandes exibições que me recordo dele, foi precisamente num derby em Alvalade, a que assisti ao vivo, em que ele adiou com um punhado de grandes defesas a festa leonina do campeonato, num jogo sentenciado por Sabry.
   Ainda no fim do jogo, com um amigo, recordávamos com saudade este grande atleta e no dia seguinte a notícia da sua morte. BEM HAJA ONDE ESTIVERES ENKE.

7 comentários:

VHugo disse...

Vai ser giro de se ver o jogo...Se eles perdem lolol acho que rolam cabeças definitivamente! lol

garanhão plus disse...

Por acaso estou curioso. Se o Sporting perder, aí aí, acho que se parte Alvalade como se partiu o muro de Berlim.
O Braga não conta e eu acho que com esta dinâmica, ganhe ou perca o derby, o Benfica só não será campeão se as forças ocultas fizeram das suas.

Dylan disse...

Robert Enke veio para o Benfica para substituir o extraordinário Michel Preud'homme e não defraudou as expectativas. Pelo seu talento e qualidade foi chamado à selecção alemã, lugar por onde passaram grandes lendas como Harald Schumacher. Terá vivido os dias mais felizes em Lisboa, longe de imaginar a tragédia que iria irremediavelmente afectar a sua vida e da família. Apesar da sua juventude, a adaptação a um novo país e a falta da conquista de títulos desportivos, nunca foi impedimento para dar todo o seu empenho e profissionalismo dentro do campo. Fora dele, era o expoente máximo de bondade, pois dividia-se entre projectos de solidariedade e o amor aos animais, sem esquecer as preocupações com o meio ambiente. Guardarei na memória a chegada à Portela de um Homem com cara de menino, à procura da glória num clube enorme, tão grande como o seu coração.

http://dylans.blogs.sapo.pt/

carlos silva disse...

Bom não concordo com a tua crónica hoje.Estive na quarta-feira no andebol do benfica a trabalhar, e mantive dois diálogos com jornalistas da bola e do record que trabalhavam no futebol, não vou contar a conversa toda, mas recordo-me das palavras sábias deles, afirmando que Bettencourt já passou por muito e que esses adeptos de que falas é pessoal que já o ameaçou e que quer o lugar dele, não são adeptos comuns, são adeptos que torcem para o Sporting perder, e que torcem para todos sairem para eles poderem entrar, são a minoria absoluta que tem rosto e que eles sabem quem são, eu infelizmente ainda não sei os nomes.Ele não falou nos 90% mas nos 10%.
E foram mais longe afirmando que se fosse Vieira já tinha mandado tudo po C..... isto dito por jornalistas da imprensa desportiva ambos afectos ao Benfica como me confessaram as tais pessoas, um deles até me disse que antes de Jesus ir po belem, já o queria no benfica e todos da redacção gozaram com ele.

Bem as outras histórias nao te posso contar Jorge, pois estaria a por em risco o lugar dessa pessoa, mas ao vivo vou-te dizer como funcionam as coisas.

Blog do Vascão disse...

Boa sorte ao nosso Benfica ante as próximas batalhas.

Abraço
Jeferson

troza disse...

O jogo é semi-decisivo para nós.

É daqueles jogos que dá para cimentar a liderança. Em Braga perdemos, com a Naval ganhamos. São estes jogos que definem se a equipa tem ou não estrelinha de campeão.

Pode não ser completamente decisivo, mas a vitória dá uma moral extra incrivel e confiança no futebol praticado. Se ganharmos ao Sporting e ao Porto nesta primeira volta, não vejo o Benfica a não ser campeão.

GIL VICENTE disse...

Caro Jotas
Bonança no Sporting?

Só se conseguir ficar à frente do Benfica!

Um abraço

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista