quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Competições Europeias - Sensacional Nacional

--- Mais uma jornada europeia para as equipas portuguesas, 2 empates e 1 derrota foi o saldo, mas o grande destaque vai para o sensacional Nacional da Madeira, que ao empatar a uma bola na Rússia, ficou apurado para a fase de grupos da Taça Europa.
ZENIT 1 NACIONAL 1 - Não houve transmissão do jogo, por isso não vi nada, mas depois de vencer 4 a 3 a forte equipa do Zenit, vencedora da Taça Uefa e da Supertaça Europeia de há duas épocas e sacar este fabuloso empate, merece com toda a certeza as honras desta eliminatória. Parabéns ao seu treinador e jogadores, em especial ao Ruben Micael, autor do golo que apurou a equipa portuguesa.
POLTAVA 2 BENFICA 1 - em contraponto com os madeirenses, está o Benfica, que viajou descansado à longínqua Ucrânia, para cumprir calendário depois dos 4 a 0 da Luz.
   Foi um mau resultado, pois ao Benfica exige-se sempre vitórias, mas foi um play-off e como tal a situação esteve sempre totalmente controlada, pois mau, era ser eliminado.
   Numa 1ª parte muito repartida, pertenceram ao Benfica as poucas oportunidades do jogo e acredito que ao concretizar pelo menos uma delas, dificilmente perderia o jogo.
  Na 2ª parte, o cariz do jogo manteve-se, o Benfica a gerir a eliminatória e o Poltava a tentar lavar a honra depois da goleada em Lisboa. Fez o 1 a 0, num lance rápido de contra-ataque, culminado com um belo cruzamento da direita que proporciona o golo, depois de uma má saída de Moreira. Este golo teve o condão de acordar o Benfica e este foi à procura do prejuízo e Saviola empata a partida num lance de bola parada, mas os ucranianos em novo lance de contra ataque chegam à vitória, mostrando um indíce de eficácia à rondar os 100%, 2 oportunidades, 2 golos, mas um justo prémio para a atitude aguerrida dos seus atletas.
   Quanto ao Benfica, sujeitou-se à surpresa, não porque tenha havido falta de empenhamento, mas porque foi um pouco passivo neste jogo, em virtude da vantagem alcançada em Lisboa e a verdade é que o mais importante era passar, por isso missão cumprida.
  Jorge Jesus, em face da eliminatória já estar resolvida, fez muitas alterações no onze, optando por poupar várias pedras nucleares da equipa e por outro lado, dar minutos a jogadores que ainda nem sequer tinham jogado, fez bem, pois neste jogo, existiam outros valores a salvaguardar e esta derrota em nada afectou a equipa em termos prácticos e se calhar, esta gestão, permitiu que se vençam os jogos que são realmente necessários vencer.
FIORENTINA 1 SPORTING 1 - Se analisar-mos o conjunto dos jogos, será justo dizer que o Sporting merecia o apuramento, mas a verdade é que os jogos não se fazem de ses e uma equipa que treme imenso defensivamente e que por vezes parece desaparecer nos jogos, sujeita-se a isto, pois neste tipo de jogos não se perdoa.
   Uma boa primeira parte, com o jogo controlado e um merecido golo na cobrança de um livre, superiormente apontado por Moutinho, mas ao intervalo, entrou um menino de 19 anos, de nome Jovetic, um talento, que muito se há-de ouvir falar, este jovem, virou o jogo de pantanas para o ar e mudou o rumo do jogo. A Fiorentina entrou muito forte e chegou com justiça ao empate e depois daí, o Sporting não conseguiu ligar mais uma jogada ou esboçar qualquer reacção, apesar da boa postura e empenho dos seus jogadores.
   A verdade é que Paulo Bento, ao não poder contar com Vuck, Caicedo, Postiga e Izmailov, olhou para o banco e o que viu? Nada, rigorosamente nada de jeito, fez entrar Saleiro, uma nulidade, para o lugar de Matias Fernandez e julgo que com essa troca, o Sporting perdeu imenso, acabou qualquer tipo de clarividência no seu meio-campo. Na altura de arriscar, Paulo Bento voltou a olhar para o banco e ... a vulgaridade era tanta, que optou por colocar Tonel como ponta de lança.
  Julgo que foi muito pela falta de alternativas que o Sporting perdeu esta eliminatória.
    A verdade é que tirando o At. do Cacém, o Sporting ainda não venceu esta temporada, o que não deixa de ser preocupante, havendo mesmo questões a levantar: O que se passa com a preparação da equipa? Rochembck gordo, Pedro Silva igual e espantosamente, Caicedo (segundo um diário desportivo), engordou 5 Quilos, desde que veio para o Sporting. A reflectir.
   Hoje foi ainda dia de sorteio para a champions, o Porto, tem sido o maior representante nacional, umas vezes com mérito, outras...toda a gente com um pingo de cérebro sabe, tendo-lhe calhado em sorte o Chelsea, At. de Madrid e Appoel, um grupo para ser discutido a três, mas cujo apuramento não vai ser fácil.

1 comentário:

Bernardo disse...

Boas,
Do jogo de ontem espero que o JJ verifique que o Luis Filipe é uma nulidade, e o Keirrison é para voltar para Barcelona. Mais vale 10 minutos do "coxo" do Mantorras que 90 minutos deste Keirrison.

Abraço

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista