terça-feira, 6 de dezembro de 2011

HÁ VIDA PARA ALÉM DA TAÇA - Depois da enorme desilusão.

     Não pude fazer a minha habitual crónica ao jogo de 6ª feira para a Taça de Portugal que redundou na 1º derrota oficial da temporada para o Benfica frente ao Marítimo por 2 a 1 por mera questão de falta de tempo.
    Não escondo a enorme frustração pela eliminação da Taça de Portugal, é uma prova muito significativa para mim, mas principalmente para o clube, o qual há anos a mais que não marca presença na final, naquele que é o jogo de encerramento da temporada e para mim o mais belo da temporada.
   Como sabem sou e continuarei a ser um enorme defensor de Jorge Jesus, nem sequer me vou alongar de novo nas razões dessa defesa, pois já aqui as expliquei muitas vezes, no entanto, quando erra há que assumir e dizer que errou, nada mais normal e para mim, o treinador do Benfica foi o grande responsável pelo desaire na Madeira, não porque tenha tido qualquer erro de abordagem táctica, mas porque na minha modesta opinião errou na própria abordagem ao jogo e nas muitas modificações introduzidas no onze que à primeira vista não se justificavam.
    Sinceramente, custou-me entender as razões para que jogadores como Javi Garcia, Aimar e Maxi Pereira, essencialmente estes, não foram 1º opção, porque o jogo com o Marítimo era irreversível e porque o jogo de amanhã com o Otelul é em teoria menos complicado e joga-se numa prova em que o principal está conquistado, ou seja o apuramento, ainda para mais, por exemplo, não entendo porque se poupa Maxi Pereira, quando este por castigo não joga na Liga dos Campeões.
   Ao facilitar desta maneira, a equipa perdeu dinâmica, ficou com a ideia que o jogo era de menor importância e isso reflectiu-se na qualidade de jogo e na pouca atitude dos jogadores.
    Mas isso é passado, há vida para além da Taça e agora há que centrar todas as atenções nas restantes provas em que o Benfica está envolvido, começando já por garantir o 1º lugar no grupo da Liga dos Campeões e em seguida por ir à Madeira de novo, mas agora na máxima força e com o pensamento que esse é o jogo que em caso de vitória, poderá catapultar a equipa rumo ao título, uma vez que esse jogo irá encerrar um período de calendário muito complicado, ao mesmo tempo que os principais adversários, terão um ciclo de jogos de maior grau de dificuldade, o que poderá conferir alguma vantagem ao Benfica, até porque Sporting e Porto jogarão entre eles.
   Venham então os próximos jogos para que a equipa retome a senda das vitórias, eleve de novo a sua moral e a dos seus adeptos, porque depois da eliminação na Taça de Portugal, exige-se aplicação máxima e luta acérrima para a conquista da Liga Portuguesa e boa presença na Liga dos Campeões, com a dignidade que deve sempre caracterizar o Benfica.
   Voltando à Taça, com a eliminação de Benfica e Porto, o Sporting ficou com via aberta para a final desta competição, ontem fui a Alvalade para ver um outro clube com que muito simpatizo, o clube da zona onde crescio e que me habituei a acompanhar, o Belenenses, apesar de por vezes julgar que era o Benfica que ali jogava tantas as vezes que o seu nome foi invocado, o qual fez um bom jogo, sendo inclusive melhor que o Sporting na 1ª parte, com 2 excelentes situações para marcar, mas que na 2ª parte caiu com o 1º golo do seu adversário, que obviamente mostrou ser nesta fase mais forte e cuja maior capacidade dos seus jogadores acabou por vir ao de cima.
    Os adeptos leoninos, ao contrário do que muitos julgam, não se mostraram felizes com a eliminação do Benfica, mas sim aliviados, aliviados porque levar de novo com um clube que ganhou os últimos 6 ou 7 derbies é sempre sinal de imensa preocupação.

4 comentários:

MAGALHÃES-SAD-SLB disse...

Caro Jotas, aprecio a tua moderação e não vais do 8 ao 80 ou de bestial a besta como infelizmente outros Benfiquistas são pródigos...

Sobre a eliminação da Taça digo o seguinte: Tenho muita pena e não esperava. Tenho muitas saudades do Jamor... No entanto não partilho da tua opinião em relação à equipa titular nesse jogo. Bem sabes que a critica está sempre presente e o treinador é sempre o visado. Se roda jogadores é porque roda, se não existe rotatividade no plantel é porque devia haver e deviam ser dados minutos a jogadores menos utilizados e não desgastar alguns jogadores para mais tarde vir acusar que estão cansados, como estamos cansados de ouvir... enfim...

A equipa que jogou era equilibrada. Se tivesse ganho o jogo era só aplausos porque poupou jogadores e ganhou. Como perdemos o jogo foi uma grande asneira??? Não concordo!

Não fizemos um bom jogo, é um facto. mas tivemos algumas 7 oportunidades claras de golo e não concretizámos e foi neste aspecto que perdemos - não fomos eficazes... Lembro-me de 2 oportunidades do Rodrigo no inicio da 2.ª parte e mais para o fim uma do nolito, uma do Nélson oliveira e 2 (clamorossas do Aimar)....

Não somos os melhores hoje porque ganhamos nem amanhã os piores se perdermos e não devemos entar, como muito da nossa gente tem entrado, em ataques severos, inúteis e injustos a Jorge Jesus, que mal ou bem, gostem ou não é o treinador do Benfica.

Glorioso Abraço!!

Jotas disse...

Cara Sad amiga, em relação ao treinador estamos conversados, é na minha opinião, apenas e só o treinador que nos últimos 20 anos melhor futebol colocou no Benfica e que melhores performances tem feito.
Sou também eu um defensor de alguma rotatividade, o que eu acho é que a rotatividade deve ter alguma lógica, neste caso em concreto, mostro a minha discordância por achar que este jogo da Taça na Madeira, era mais importante e dificil que o de amanhã com o Otelul, é apenas uma opinião meramente pessoal, daí achar que a rotatividade deveria se calhar ser feita amanhã, até porque esse é o jogo do meio entre duas idas à madeira.
Um grande abraço.

Manuel Oliveira disse...

É verdade, também não entendi a não utilização de Maxi de início. Se era para dar minutos ao Rúben, punha-o no meio-campo, até porque corria o risco de se lesionar e não poder jogar contra os romenos.

Abraço.

MAGALHÃES-SAD-SLB disse...

Amigo Jotas, também nunca disse que concordava com a estratégia que o mister utilizou para esse jogo. Aliás, se leres o Post que escrevi na antevisão ao jogo consegues ler o seguinte: " Espero algumas mudanças na equipa principal, mas poucas, desde logo não contamos com Luisão e Cardozo que serão substituídos, tudo indica, por Jardel e Rodrigo mas não me espantava que hoje Nolito e Saviola entrassem na equipa titular - não podemos desperdiçar estes jogadores que tão importantes têm sido para o Benfica... Precisam de jogar um pouco mais para se manterem motivados e em alta rotação... " (http://magalhaes-sad-slb.blogs.sapo.pt/685328.html).

O que tenho dito, depois do jogo, e reafirmo é que o Benfica não perdeu pela equipa que apresentou mas antes pelas oportunidades de golo que não concretizou.

Sendo um facto que o jogo (Marítimo)era a eliminar e o de hoje já não o é, pelo que poupanças, talvez fizessem hoje mais sentido...

Abraço Glorioso
RF

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista