segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

TUDO NA MESMA - Frente da liga sem alterações

--- Foi uma jornada sem novidades, em que os quatro primeiros venceram e mantiveram as suas posições na tabela classificativa, nem mais uma tendenciosa arbitragem no Dragão foi novidade, afinal de contas já todos estão habituados às sucessivas tentativas de lançar os portistas na liderança, assim de facto é muito fácil ganhar títulos.
BELENENSES 1 SPORTING 2 - A jornada começou com um apetecido derby que teve um justo vencedor, o domínio do Sporting foi quase sempre a nota dominante do jogo, embora na 1ª parte, mercê do bom posicionamento defensivo dos azuis do Restelo, as oportunidades tenham escasseado, já que o Belenenses procurou mais destruir que construir.
Na 2ª parte, o Sporting acelerou o jogo, mas foi o Belenenses que inaugurou o marcador por Marcelo, que estava em posição irregular, embora seja daqueles lances que em caso de dúvida se deve beneficiar o ataque, o que não tira a irregularidade ao lance.
Depois desse golo, foi o único período de alguma desorientação do Sporting e o Belenenses esteve mesmo perto do 2º golo, depois, com o tento do empate por Vuckcevic, só deu Sporting, que chegou com justiça ao triunfo pelo recém entrado Postiga e ainda desperdiçou mais 2 ou 3 boas oportunidades de ampliar a vantagem.
Pedro Henriques esteve mal, é um árbitro que normalmente deixa jogar, mas não pode confundir impetuosidade com agressão e quer Diakité com uma bárbara cotovelada a Rochemback ainda na 1ª parte, quer Pedro Silva perto do final da partida, com um pontapé no peito de um jogador belenense, deviam ter recolhido mais cedo aos balneários com vermelho directo.
BENFICA 3 P.FERREIRA 2 - O jogo valeu pelos últimos 20 minutos cheios de golos e emoção, numa 1ª parte em que a equipa pacense tentou por todos os meios, anti-jogo incluído, impedir que o ataque benfiquista causasse mossa, tendo conseguido levar os seus intentos por diante, a excepção foi uma grande cabeçada à barra de Luisão com uma recarga de Aimar para grande intervenção de Cássio.
Na 2ª parte, o jogo ganhou intensidade e principalmente após a entrada de Di Maria, o Benfica foi mais rápido no último terço de terreno, mas a 1ª grande oportunidade pertenceu a Leandro Tatu, que passou por Moreira e deu mal na bola quando rematou à baliza, permitindo o corte sobre a linha de golo de David Luiz. Até que Cássio borra a pintura, depois de boas intervenções, falha a intercepção de uma bola fácil, permitindo que Cardozo inaugura-se o marcador aos 72 minutos e este foi o momento de viragem de um jogo enfadonho, para um jogo pleno de emoção, senão vejamos: Ruben Amorin faz 0 2 a 0, num momento de autêntico domínio no jogo, pensando toda a gente que o jogo estava resolvido, puro engano, 3 minutos depois, Ferreira reduz para o Paços, mas 5 minutos depois, Di Maria faz um golão, num momento de Di Magia, 3 a 1 para o Benfica aos 82 minutos e todos pensaram, agora sim, já está. Novo engano, aos 91 minutos, Chico Silva reduz e mesmo em cima do apito final, o Paços ainda mandou uma bola à trave, imprópio para cardíacos.
Se analisarmos o jogo todo, a vitória do Benfica é justa, se analisarmos apenas os ùltimos 5 minutos, o Benfica teve estrelinha, mas a verdade é que novamente o Benfica voltou a revelar algumas dificuldades e muita intermitência no seu futebol contra clubes que defendem mais, não podendo, sobe pena de sofrer dissabores como no jogo com o Setúbal, ter tudo para arrumar com o jogo e tremer com o assédio do adversário, uma equipa que está com 2 golos de vantagem aos 90 minutos, não pode correr o risco de perder 2 pontos.
PORTO 3 RIO-AVE 1 - De facto, em Portugal, outro clube que não o Porto, campeão só se for na playstation, pois sempre que a liderança do Porto está em risco, factores paranormais resolvem a situação, pese embora a natural superioridade portista que não estava a ser materializada em golos, mas mais um penalti, caído do céu, deu a vantagem ao Porto, que chegou ao intervalo em vantagem, vendo ainda uma defesa de Paiva, que lança a dúvida, dentro ou fora da baliza, a mim pareceu dentro e se é verdade que a grande penalidade não existiu, este golo não validado, escreveu direito por linhas tortas, pelo que a vantagem ao intervalo se aceita.
Na 2ª parte, o Rio-Ave apareceu melhor, começando também ele a criar lances perto da área portista, até que Fábio Coentrão tira um coelho da cartola e aos 72 minutos faz um golaço.
Adivinhavam-se portanto dificuldades para o Porto e eis que surge o momento do jogo, Farias empoleirasse num defesa vilacondense e introduz a bola na baliza, 2 a 1, aos 86 minutos, em mais um golo falso, com falta nítida e que contribuiu de forma decisiva para tranquilizar e dar a vitória ao Porto, pois o 3º golo já em período de compensações é apenas fruto da normal tranquilidade dos portistas. Assim de facto não é muito difícil criar hegemonia no futebol, uma tristeza para quem realmente gosta da verdade desportiva, mais uma vitória, falsa como Judas.
Mas não satisfeitos com a preciosa ajuda de Elmano Santos, Antero Henrique (o tal dos telefonemas que limparam o castigo do Deco), à boa imagem do FC do Porto, ainda ameaçou Fábio Coentrão, tentando agredir o rapaz, o qual se limitou no flash interview a constatar o óbvio:- " O arbitro deu a vitória ao Porto", aliado a isso, o facto do jovem jogador estar emprestado pelo Benfica ao Rio-Ave. De facto naquele recinto parece valer de tudo.
Carlos Brito, mostrou um fairplay que não lhe reconhecia, recusando comentar o trabalho de Elmano Santos, com uma atitude muita contrária a outras situações em que se sentiu lesado, sinais de vassalagem? Parece que sim, infelizmente, parece que há cada vez mais clubes subservientes ao sr. Feudal.
Outros resultados: Braga 0 Leixões 1; Nacional 3 Guimarães 0; Trofense 2 Naval 2 e Marítimo 1 Estrela 0.

6 comentários:

Maestro disse...

Excelente analise Jotas, mais uma vez.

Que eu me lembre este campeonato esta a ser o pior.
O porto é levado ao colo todas as semanas.

Como estaria o carro do juju se tivesse perdido em casa com o Benfica e agora com o rio ave?
Certamente sem vidros, na melhor das hipoteses.

Sincero abraço Jotas

Anónimo disse...

este campeonato já nem é uma fantochada, é sim uma república das bananas onde se faz tudo à descarada.
Já se sabe quem vai ser mais uma vez campeão, com o mérito do costume e que eles tanto apreciam, por isso a emoção está na luta pelo 2º lugar.
Garndes golos do Benfica e todos limpos.

Carlos Saraiva disse...

..."mas mais um penalti, caído do céu, deu a vantagem ao Porto, que chegou ao intervalo em vantagem, vendo ainda uma defesa de Paiva, que lança a dúvida, dentro ou fora da baliza, a mim pareceu dentro e se é verdade que a grande penalidade não existiu, este golo não validado, escreveu direito por linhas tortas, pelo que a vantagem ao intervalo se aceita".
Caro Jotas dizer uma coisa destas nem parece seu. É verdade que o penálti não existe e que o lance de Mariano é golo. São dois erros graves da equipa de arbitragem, logo nada se escreve direito por linhas tortas. saiu foi mais uma arbitragem torta.

http://chutodeletra.blogspot.com/

carlos silva disse...

Bem estou aqui para falar dos jogos.

Primeiro jogo vou ao belenenses-Sporting, e vou fazer a minha análise do estádio já que estive lá.Assisti a um excelente espectáculo, em que o Sporting na primeira Parte foi dono e senhor, com grande exibição de Pedro Silva na primeira parte, e Adrien Vuck e izmailov bem como Derlei.Em que o sporting merecia estar a ganhar e desperdiçou no mínimo 4 opurtunidades claras, senão vejamos:Liedson isolado manda ao lado, derlei de fora da área chuta a razar o poste, e ainda o falhanço de canto do daniel carriço se fosse o tonel nao perdoava.Depois Ainda o cabeçeamento sozinho de Vuck ao Lado.o belem nao fez nada.

Na segunda parte o belém surgiu mais afoito como provou a alteração e o sporting entrou muito mal.Assim o belem no primeiro remate que fez marcou golo, Depois podia até ter feito o 2 a 0.MAS a entrada de Djalo e de postiga que para mim exigiam-se logo após o golo revolucionaram o jogo, e o sporting marcou 2 golos 1 deles dum grande lance, e podia ter feito mais 2 em que djalo e liedson falham clamarosamente na cara de julio cesar.De salientar a exibição de Vuck e de postiga, bem como a entrada de Djalo que para os jogos fora tem de jogar nos segundos 45minutos.

Quanto Ao porto vi aos bochechos porque tive a ver o inter, o porto não escandalizaria ninguem se tivesse marcado logo no inicio dado o volume de jogo que criou, principalmente através do diamante Hulk.Depois chegou ao golo quanto a mim justamente.Depois na segunda parte a par do sporting(que nao teve a felicidade de conseguir o golo na primeira parte)entrou mal e foi com relativa naturalidade que vimos o golo da jornada de fábio coentrão.Depois o porto voltou a assumir o jogo mas já com um certo nervosismo e sem articular jogadas, até que num lance de raiva de bruno alves faz o segundo, o terceiro já nem vi.Penso que é uma vitória justa embora o empate não escandalizasse pela meia hora horrivel que o porto teve.

Benfica3-2Paços de Ferreira.
Não vi a primeira parte pelo tar inter-milan, mas pelo que me disseram fiz bem, não perdi nada, se bem que me disseram que o benfica para além duma opurtunidade nada fez.Depois na segunda parte o paços criou uma opurtunidade clara em que falha o golo de baliza aberta.Pouco depois Cassio que tinha feito uma boa defesa na primeira parte, borrou a pintura oferecendo o golo ao benfica numa altura que o benfica jogava nervoso e em que nada saía bem, mas tal como no jogo do rio ave, e tal como no dragão(embora no dragão na segunda parte o benfica esteve melhor que o porto, quanto a mim)o benfica teve estrelinha de campeão a qual o tem acompanhado, e que começa a deixar preocupado, pois está de facto com sorte.Depois tanto o segundo golo como o terceiro são hinos ao futebol, golos lindos.Depois na ultima opurtunidade do jogo voltou a ter estrelinha devido à bola no poste.O Resultado aceita-se porque o benfica procurou mais a vitória embora quanto a mim com um futebol muito pouco esclarecido, mas lutou mais por isso do que o paços.o que me preocupa é que o benfica sem jogar bem vai ganhando jogos tal como com o braga com o rio ave e agora neste,(atenção nao estou a falar de arbitragem)e começamos a ver o benfica tal como em 2004/2005 com estrelinha de campeao e os campeoes fazem-se com sorte.

carlos silva disse...

SEM querer entrar em polémicas tenho assistido nas ultimas 3 jornadas(excluindo taça da liga)a decisões que em caso de dúvida tem prejudicado sempre o mesmo o que me deixa preocupado.Senão vejamos,Nacional-Sporting(1-1)Nené sofre um penalty duvidoso(para mim não é) a decisão foi contra o sporting, Liedson Marca um golo Irregular(é de facto embora cause duvidas) decisão contra o sporting(correcta, mas duvidosa).Trofense-Sporting 1golo anulado ao sporting(sem duvidas por acaso é mau exemplo), e um penalty duvidoso sobre postiga que o arbitro nao marcou(para mim não é penalty embora seja duvidoso, e para mim é mais penalty que qualquer um dos dois ultimos do porto).Braga-Sporting(3-2)Justissimo primeiro golo duvidoso(para mim foi bem marcado, mas suscita duvidas ou seja a opiniao não é unanime, tal como o terceiro golo do braga é duvidoso , mas também foi validado), no mesmo Jogo Vuck sofre Penalty(duvidoso) que o arbitro nao assinala.Para finalizar Beleneneses Sporting golo de marcelo que esta tao fora de jogo como liedson com o nacional, o arbitro decidiu contra o sporting, e penalty sobre liedson que o arbitro decidiu contra o sporting tambem nao assinalando.Não estou a insinuar nada, so estou a dizer que em casos de dúvida o Sporting não tem tido a sorte de outros.Gostaria de também dizer que nao quero causar polemicas, daí ter feito questao de comentar os desafios, antes de dizer isto.E tanto aqui como na comunicaçao social todos estes lances que falei suscitam duvidas, e tou a falar apenas de lances de cariz tecnico.Analisando claramente o lance da cotovelada de Diakite não me parece intencional e eu nao daria vermelho porque para mim não é agressao,tal como disse ha dias da do roca.Em relação à do pedro silva é vermelho directo, mas ele antes sofre uma entrada durissima daí eu penso que foi para se vingar, o que nao se justifica, penso que seria vermelho para os 2.Quanto aos lances do porto sendo claro e conciso penso que se o senhor elmano santos marca penalty aquilo do farias tinha de marcar penaltys no restelo po Slb, para mim não é nada desses lances penalty.A bola para mim está mais dentro do que no jogo do braga sporting, que contou e este nao.E para mim Farias não faz falta porque apenas se apoia na queda e nao no salto.Já que estou a falar de lances, para mim é obvio que o de lisandro nas antas é simulaçao sendo para mim o lance de lucho penalty nas antas, já que não à lei da vantagem.

Bruno Pinto disse...

Jotas,

Abres sempre a boca para falar muito do FC Porto e das situações que acontecem no Dragão, mas não te vejo a falar do Benfica e do que acontece na Luz. Sinceramente, entrar pelo domínio da clubite aguda não me parece um bom rumo para um blog que já teve qualidade, mas que ultimamente roça o intragável.

Com certeza viste tão bem como eu, o Rui Costa a falar, durante o intervalo, no túnel de acesso ao relvado, bastante tempo com o árbitro da partida. Viu-se bem que não era daquelas conversas triviais. Pelos gestos de Rui Costa, a coisa foi no sentido das queixinhas, talvez para condicionar o árnitro para a segunda parte. O que achas de Rui Costa estar a falar com a equipa de arbitragem ao intervalo, naqueles modos? Achas isso um bom comportamento?

Ainda sobre o Coentrão, tenho pena que não tenhas aberto a boca para condenar os insultos que esse guna mal formado dirigiu ao público do Dragão, não só nos festejos do golo, como também no final do jogo.

Já agora seria bom que começasses a ser mais sério na análise aos lances de arbitragem, sem ter um discurso tão inclinado, porque às tantas as pessoas acham que não vês um centímetro além do vermelho. O lance do penalty é discutível, talvez não fosse de marcar, mas só és tão taxativo porque é a favor do FC Porto e nesta altura da temporada interessa é vender a ideia dos Apitos e afins. O Farías força a queda, mas olha que há uma imagem , atrás da baliza do Rio Ave, em que se vê o Gaspar com os braços em cima das costas do Farías. Depois, no segundo golo portista já dizes que Farías se empoleirou no defesa... Mandava a seriedade e honestidade, que tratasses os lances de igual modo, pois foram em tudo idênticos. Depois, é bom de ver a ligeireza com que falas do golo não validado ao FC Porto que todos vimos que existiu. Assim, é difícil levar-te a sério. Tens vindo a perder qualidade de análise, a deixar-te levar pela clubite, a bater sempre na mesma tecla, transformando um bom blog, numa espécie de Estado da Calúnia. É pena.

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista