quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

CARLSBERG CUP - Final com apetecido derby

Disputaram-se as meias finais desta competição sem chama e completamente desorganizada, em que na véspera dos jogos ainda só se conheciam 3 semi-finalistas. O Benfica foi nesse caso o mais prejudicado, sabendo apenas o nome do seu adversário pouco mais de 24 horas antes do jogo, julgo mesmo que os bilhetes impressos, deviam dizer Benfica - Guimarães/Belenenses, uma autêntica vergonha a leviandade com que se fazem regulamentos.
O interesse nesta competição não parece ser muito e uma prova que foi criada, segundo a Liga, a pensar nos clubes pequenos, os seus moldes são contudo de beneficio aos grandes.
BENFICA 2 GUIMARÃES 1- Num jogo em que o futebol vitoriano foi mais vistoso, mas as melhores oportunidades foram do Benfica, em especial nos últimos 15 minutos da 1ª parte em que o Benfica por intermédio de Cardozo envia uma bola à barra e propicia uma grande intervenção ao Guarda-Redes vimaranense, os vitorianos jogavam até à área benfiquista, mas não conseguiam lá entrar, optando quase sempre por remates de meia distância, inconsequentes e sem perigo, pelo que nulo ao intervalo era aceitável.
Na 2ª parte, o jogo continuou igual, até que o autogolo de Desmarets acordou o Benfica, que após o 1 a 0, passou a dominar a partida e a aproveitar os espaços dados pela defesa adversária, pelo que o golo de Aimar surgiu com alguma naturalidade.
Pensava-se que o jogo estava resolvido, mas não, o Guimarães reduziu pelo mesmo Desmarets, quase logo a seguir ao 2º golo do Benfica e já mesmo no final do jogo desperdiçou o empate.
No jogo fica o destaque para o regresso tranquilo de Quim e finalmente um golo de Aimar, diga-se que merecido, com uma excelente arbitragem de Artur Soares Dias, num momento complicado da sua vida com a morte do pai.
Vêm aí um jogo de extrema importância para o título, e a verdade é que no Dragão, precisa-se um Benfica muito superior a este, pois esta equipa revela dificuldades em pautar um ritmo de jogo, em assumi-lo e uma falta de ligação entre sectores assinalável e ao contrário do princípio da época, as suas melhores individualidades estão eclipsadas.
SPORTING 4 PORTO 1 - Quase apetecia dizer Sporting - Porto B ou C, mas disso não tem a equipa de Alvalade a culpa e o Porto pagou bem caro a factura com uma goleada que só não atingiu maiores proporções pela displicente entrada no jogo do Sporting e pelo seu desacerto na finalização durante a 2ª parte.
O Porto marcou cedo, colocando-se em vantagem no marcador, ante um Sporting que entrou adormecido, o jogo estava sem fulgor e a equipa de Alvalade revelava alguma ansiedade, até que surge o penalti sobre Polga, o qual me deixa algumas dúvidas, dúvidas não teve Romagnoli que igualou a partida. Esse golo acordou a equipa leonina, que depois disso não mais perdeu o controlo do jogo, num entanto o intervalo surge com uma igualdade a uma bola.
2ª Parte, aí a equipa do Sporting entrou determinada, mas mais um lance duvidoso de penalti, faz com que Romagnoli desse a cambalhota no resultado e a partir desse momento foi um festival de ocasiões de golo perdidas, com 2 golões de Derlei e um inspirado Vuckcevic, os quais juntamente com Pereirinha deram cabo de uma equipa portista sem reservistas de categoria e obviamente sem rotinas de jogo, é caso para dizer bem feita Jesualdo pela tua presunção, pena não teres levado mais.
Carlos Xistra teve uma arbitragem infeliz, num jogo em que os jogadores nem complicaram e se nos penaltis deixo aqui as minhas reservas, a verdade é que o Sporting acabaria sempre por vencer tal o seu domínio.

8 comentários:

águia_livre disse...

A palavra Porto escrita a vermelho? lol

Boa análise.

Um abraço
.

Jotas disse...

tens razão, enganei-me, vou já mudar

Maestro disse...

Enganos desses são imperdoaveis amigo Jotas.

Boa analise.
E la teremos de ganhar a taça da liga ao sporting...

eheheheheh

abraço Benfiquista

carlos silva disse...

De facto foi um Porto B, que se apresentou em alvalade, mas o Sporting também não foi bem a equipa principal, senão vejamos Pedro Silva, Tiago, Tonel, Grimi, Adrien, Romagnoli nao são normalmente titulares no sporting, penso eu portanto foram 6caras novas no onze, pois nao parece mas de facto foram, porque normalmente jogam rui patricio abel, daniel carriço Caneira, Rochemback(Veloso) e Liedson no lugar dos citados, o que salta à vista é que ao contrário do ano passado, este ano o sporting tem alternativas para os lugares e a equipa não perde muito com esses jogadores.Acho que o Sporting ganhou justamente mas já prometi não falar de arbitragens aqui neste blog portanto digo só que o segundo penalty não é porque o postiga força o contacto, e o primeiro para mim não me deixa dúvidas e é tão desnecessário como penalty.Grande exibição do sporting num jogo muito bem conseguido contra um Porto B sem duvida sem nenhum jogador do onze inicial e com o 11 de reservas.O sporting mesmo assim não foi muito eficaz, como ja na trofa não foi, e isso intraquiliza-me.Hoje no record vi nas estatisticas que o sporting não figura na lista dos mais eficazes, essa é liderada pelo benfica nacional e porto, o que me deixa preocupado.Mais uma vez sofremos um golo que não podemos sofrer, tal como com o nacional , e sinceramente acho que o ultimo golo normal que o sporting sofreu para o campeonato foi com o Leixões em Alvalade, não me lembro doutro.Esta coesão defensiva deixa-me satisfeito, mas em alerta para os erros infantis.

Quanto ao benfica subscrevo o comentário do meu tio na integra o benfica sempre mais perto do golo, e o guimaraes dominando nas estatisticas, aliás penso até que quer o benfica quer o porto sáo equipas talhadas para o contra-ataque, e mais acutilantes nessa forma de jogar, porque em ataque continuado não parecem tão fortes.O sporting é o contrário, é mais de assumir jogo com bola controlada, pois não tem ataque rápido nem extremos como porto e benfica.Aliás se virmos bem o benfica joga num 4-2-3-1 ou se quisermos praticamente num 4-3-3, sendo que na direita joga mais um medio interior.Enquanto que o porto também num 4-3-3.Sporting e braga jogam num 4-4-2 daí serem mais equipas de controle de jogo e de criarem situações com posse de bola.

Ricardo disse...

É sempre bom ter oportunidade de disputar uma final com os eternos rivais.

E, claro, ganhá-la.

É para trazer mais um troféu para o conjuntinho enorme que lá temos deles.

Abraço!

Sou de um Clube Lutador disse...

Com o eterno rival é para ganhar...nem que seja à sueca ou ao dominó.
Esta taça começará a ter interesse a partir do momento em que um grande a ganhe, pois os outros quererão ganhar também. Então se for o SLB, os outros 2 começam logo a dar a importância neecessária. Claro, desvalorizando enquanto não a ganham.
Por mim o SLB não teria feito o jogo com o vitória, mas já que está na final...vençam-na.

Abraços
..

Captain Kid disse...

Eu quero mesmo ganhar essa taça - muito!
A nossa fome começa ser insuportável.

Carla Silva e Cunha disse...

porto B...esta bem...

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista