segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

SÃO MANTORRAS - no dilúvio da Luz.

--- O Porto inicia a 2ª volta na liderança, em vésperas do grande clássico, numa jornada que ficou também marcada pelo regresso de Mantorras e logo com um golo que valeu 3 pontos e por um sensacional Trofense que ainda não perdeu frente aos grandes.
BENFICA 1 RIO-AVE 0 - É humanamente impossível analisar o desempenho das equipas num jogo jogado naquelas condições, o charco em que se encontrava o relvado não permitiu que se jogasse futebol, manifesto mesmo a minha estranheza pelas dificuldades de escoamento daquele relvado, algo nunca visto na Luz.
Foi um jogo atípico, jogado com mais entrega que talento e nesse aspecto as equipas tiveram um bom desempenho. Como a bola não rolava, tornava-se complicado criar oportunidades, o jogo era mesmo uma lotaria e se na 1ª parte o Rio-Ave e adaptou melhor às condições do terreno de jogo, que obviamente facilita mais quem defende, na 2ª parte tudo mudou, o Benfica começou a jogar um futebol mais directo e criava algumas dificuldades ao último reduto adversário, cujo reflexo desse domínio foram as duas bolas aos postes de Cardozo e as duas magnificas defesas de Paiva. Até que chegou o grande momento do jogo, Mantorras entra em campo, com ele o êxtase no estádio e 3 minutos depois de entrar, o golo, merecido, para um jovem que tem a sua carreira altamente condicionada e tem sido um exemplo de sofrimento e luta, Mantorras nunca desiste.
Continuo a dizer, por muito que a verdade custe, que esse jogador, devido às suas evidentes limitações fisicas, já tinha sido dado como inapto para a prática do futebol noutro clube, mas no Benfica não, pois ele representa a alma e o querer, algo que infelizmente não é mais vezes seguido pelos restantes atletas.
Em suma uma vitória justa e importante num campo complicado.
TROFENSE 0 SPORTING 0 - assisti à última meia hora do jogo, pois também eu exercitava nessa hora toda a minha capacidade técnica, OK, levei uma cabazada mas que se lixe.
Vamos ao jogo, pelo que sei, a 1ª parte foi nivelada, sem grandes ocasiões de perigo nas balizas, o Sporting apesar de algum domínio, foi uma equipa lenta e sem rasgos, pelo que ao intervalo o nulo era o corolário lógico daquilo que se tinha passado.
Na 2ª parte, o Sporting entrou mais rápido, maior mobilidade e acabou por encostar o Trofense na sua área, mas as dificuldades em furar a muralha defensiva eram muitas, já que num campo curto, a missão de defender torna-se mais simples e a verdade é que ocasiões soberanas de marcar foram poucas, mas todas para o Sporting. O Trofense apenas deu um ar da sua graça em dois rápidos contra-ataques em que ficaram dois para dois, mas os quais foram muito mal conduzidos e acabaram por nem sequer representar qualquer perigo.
O árbitro da partida era para ser João Ferreira, o qual se lesionou no aquecimento, acabando substituído pelo 4º arbitro, o qual apesar de ser dos quadros da 2ª divisão, no período que o vi a apitar, mostrou a alguns conceituados da nossa praça, como se deve arbitrar, nos lances mais complicados de ajuizar, apitou quase sempre bem, mostrando serenidade e uma boa capacidade para deixar o jogo fluir, oxalá houvesse sempre arbitragens deste nível.
BELENENSES 1 PORTO 3 - Dar 2 golos de avanço a uma equipa como o Porto é puro suicídio e foi isso que aconteceu. Ao contrário do jogo contra o Benfica, o Belenenses entrou frouxo, desorganizado e sem chama, reagindo apenas após ter conseguido reduzir a desvantagem, tendo mesmo uma ocasião soberana pra igualar a partida já no período de compensações da 1ª parte, negada por uma boa intervenção de Helton.
Na 2ª parte, o Belenenses correu riscos, foi mais esforçado e teve até algum domínio de jogo e até aos 75 minutos, foi a única equipa a criar oportunidades, uma delas incrivelmente desperdiçada por Àvalos. Esse lance acabou por ser fatal para os homens do Restelo, depois desse lance a equipa pareceu deixar de acreditar e o domínio de jogo voltou a pertencer aos portistas, culminando a sua actuação com o 3º golo apontado por Lucho, já perto do final da partida.
Vitoria justa do Porto que assim mantém o 1º lugar e vai receber o Benfica em vantagem pontual, algo que pode constituir uma enorme mais valia em termos psicológicos.
RESTANTES RESULTADOS: Marítimo 1 Naval 0; Nacional 0 Leixões 0; Braga 2 P. Ferreira 0; Académica 2 Estrela 0 e Setúbal 2 Guimarães 4.

4 comentários:

Micaela disse...

Grande Mantorras !!!

garanhão plus disse...

É incrivel o modo como os clubes estão vendidos ao Porto, pagando os favores com pontos, assim é muito fácil ser campeão, não se vê o mesmo empenho, a mesma raça nos jogos contra esse clube, como por exemplo contra o Benfica.
O nosso campeonato é uma mentira dominada e assente nas diferentes formas de corrupção do Porto, enquanto uns quantos não forem colocados atrás das grades, a pouca vergonha não acaba.

águia_livre disse...

Mantorras, quando joga, ainda joga

Saudações
.

carlos silva disse...

Quero deixar aqui o meu comentário à jornada.

Primeiro referindo o meu sporting, o qual tal como o meu tio , só vi a ultima meia hora, mas tive o cuidado de rever o jogo todo no domingo de manha, e ainda bem.O sporting foi totalmente dominador, foi a unica equipa que procurou ganhar o jogo, encostando o trofense às cordas que não fez sequer um remate À baliza durante os 90minutos.Continuando na segunda parte e apesar do terreno de jogo a pressão ainda se acentuou mais, permitindo que a pressão chega-se a ser sufocante, embora nesse periodo com menos opurtunidades.De destacar o golo de izmailov em claro offside que caso o russo nao tocasse na bola seria golo de Liedson, mas acontece.Resumindo uma grande atitude do sporting, uma grande coesão defensiva e nota-se que joga como equipa, embora não tenha para além de vuckcevic alguem que desiquilibre com rasgos individuais, por vezes izmailov devia aproveitar mais para o fazer.Penso que o resultado justo seria a vitória do sporting, mas são jogos que tal como a académica acontecem e dão empate.Tal como o porto com o trofense.

Quanto ao benfica, que já tive a possibilidade de ver 70minutos de jogo, penso que teve ao contrário do sporting Sorte no resultado, pois se é certo que mandou duas bolas ao ferro, é certo também que o rio ave por intermédio de evandro falha um golo nos pés escandaloso, numa e é preciso dizer falha de moreira, que até esteve bem, contribuindo com algumas defesas.Penso que ao contrário que se poderia prever foi um jogo equilibrado, em que o rio ave não se remeteu À defesa(ao contrario do trofense)e tentou ir jogar o jogo pelo jogo à luz.De realçar o regresso de Mantorras(fiquei feliz)fiquei mesmo feliz como adepto de futebol, e até gostei que ele tivesse marcado um golo.Mas para isso gostava que o rio ave também fizesse 1 golo,lol!

Quanto ao porto, jogo fácil para uma equipa que este ano está talhada para jogar fora, pois joga muito bem em contra-ataque, e contra adversarios que nao joguem o jogo pelo jogo o porto tem muito mais dificuldades.Penso que os 2 golos de avanço do belenenses foram irrecuperaveis, e que o porto nesse periodo podia ter feito 5 ou 6 golos.Recordo os falhanlos de mariano raul meireles, so para nao citar outros.Depois e louve-se a atitude do beleneses, as alteraçoes surtiram efeito e até ao fim da primeira parte so deu belem, so foi pena nao terem continuado na segunda parte, onde me pareceu que o porto controlou as operaçoes mesmo a ganahr so por 1 golo.Enfim vitoria justissima.


Penso que só o sporting merecia a vitória e nao obteve.

De realçar as boas arbitragens desta semana, principalmente a do sporting por um arbitro suplente, que não se sentiu nada pressionado.

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista