sexta-feira, 9 de abril de 2010

ORGULHOSO - Benfica perdeu, mas mostrou atitude.

--- Confesso que não era dos jogos em que tive mais ansiedade ou que estava mais nervoso, porque como sempre aqui defendi, a grande prioridade e o que eu mais desejo é ver o Benfica campeão, mas obviamente, seria fantástico passar o Liverpool.
   Não passou, a derrota foi copiosa, 4 a 1 é sempre um resultado duro, mas reflecte na minha opinião duas coisas: 1º A grande diferença entre o futebol português e o inglês, ou seja,  o Benfica, sendo esta temporada e a milhas dos seus rivais, a equipa que mais melhor futebol joga, a que mais longe chegou na Europa, não tem ainda arcaboiço para estar em várias frentes e claro, o futebol inglês é muito mais competitivo e o seu mercado muito mais qualitativo, basta ver o que aconteceu também ao Porto, 2º, o grande aproveitamento das fragilidades do Benfica por uma equipa matreira, que deu a iniciativa ao Benfica, quando na verdade deveria ter sido o Liverpool a ter a iniciativa do jogo, o Benfica caíu na ratoeira de Benitez.
   No entanto, devo dizer que estou orgulhoso da equipa, da atitude dos seus jogadores e até mesmo da qualidade do seu futebol, a diferença no marcador, está longe de reflectir a realidade do jogo, não colocando em causa o justo apuramento do Liverpool, julgo que o Benfica ão merecia castigo tão pesado e não foi em momentos decisivos da partida feliz, sofre o 1 a 0 quando dominava e ameaçava marcar, num lance infeliz de Júlio César, esse golo fez com que o Benfica tivesse de se expôr mais e com isso, o Liverpool jogou e muito bem em contra - ataque, como demonstram os seus restantes golos, depois, ao reduzir para 3 a 1, Cardozo não marca novamente de livre, porque a bola bate na cabeça de Torres, uma bola que levava o selo de golo.
   Contudo, neste jogo, o Benfica falhou essencialmente nas transicções defensivas, fruto do evidente cansaço de Javi Garcia, que não conseguiu ser o pêndulo do costume e da falta de velocidade no centro da defesa, devido na minha opinião à deslocação de David Luiz para a esquerda e da colocação de um jogador sem jogos nas pernas no eixo da defesa, caso de Sidnei, o qual fez dupla com Luisão que como se sabe não está a 100%.
    De resto, o Benfica foi igual a si mesmo, mas do outro lado esteve uma equipa que conhecia e estudou muito bem as movimentações do Benfica, anulando Di Maria que não conseguiu aparecer e impedindo Aimar de ganhar espaços para os seus habituais passes de ruptura, com isso, o ataque perdeu fluídez e daí também não ter criado grandes oportunidades.
  Parabéns ao Liverpool, um justo vencedor e ao Benfica pela atitude e empenho dos seus jogadores, é que ninguém os pode acusar de não terem dado o que podiam.
  Para terminar, a felicidade de ver que de facto o Benfica confirmou ser um grande clube, é bonito observar o desespero dos rivais do Benfica, os quais já andavam doidos por poder finalmente dizer qualquer coisa, coitados, tiveram 27 jogos à espera, daí o seu desespero eo respirar fundo, a ânsia de falarem era tanta que parecia estarem a arrebentar. Vejam bem, que pessoas que aqui vinham tanto quando o seu clube estava por cima e que desaparecem quando estão em baixo, ontem conseguiram enviar-me mensagens, logo a mim, que normalmente ignoro o seu clube, pois ao contrário deles, a mim só o Benfica me interessa, embora, à semelhança deles, também vivo em função do Benfica.
   Como resposta às mensagens recebidas, apenas pude dizer que para ser eliminado em fases adiantadas de qualquer prova, é preciso não ser eliminado antes, por isso os questionei a quem afinal a equipa deles ganhou para estarem tão felizes?
   Espero que Júlio César recupere bem, é que eu estou com os jogadores nos bons e maus momentos e neste caso especial, o mais importante é recuperar bem, pois este jovem guarda-redes, ainda vai dar muito ao Benfica.

5 comentários:

Sou de um Clube Lutador disse...

No conjunto dos jogos fomos superiores, mas aqueles contra-ataques mortíferos deram cabo de Nós. Na hora da verdade eles meteram a bola na baliza.

Agora, é encher a Catedral na 3ª à noite e ajudar a Equipa a sarar as feridas.

Forte abraço
..

águia_livre disse...

Mais um artigo fabulástico, lol

Bom FDS caro amigo Jotas (arrumador)

Abraço

troza disse...

Foi um bom jogo. É difícil parar Torres e companhia no contra-ataque, tendo eles aquela velocidade que não encontramos no campeonato português e a genialidade dos melhores do mundo.

Como tu dizes, a atitude da equipa diz tudo. Este é o ano em que perdemos e temos orgulho na nossa equipa: lutam até ao fim, correm sempre e dão o tudo por tudo para dar a volta ao resultado. Pode nem correr muito bem mas se não tentarem é impossível que o rumo do jogo mude e os jogadores do Benfica tentam!

E agora vem um jogo importantíssimo. A vitória frente ao Sporting é obrigatória: desmoraliza os adversários já que passamos um dos dois testes mais difíceis do final do campeonato, o que torna os 6 pontos de vantagem um pouco mais vantajosos do que o são hoje.

Águia F. C. disse...

É com tristesa que fico sabendo da derrota do co-irmão português Benfica para o Liverpool, confesso que esperava uma vitória ou empate, mas vida que segue e que novas conquistas venhão para essa Grandiosa Equipe.

Abraço
Jeferson
Blog do Vascão

Manuel Oliveira disse...

Jotas, é como dizes, perdemos mas saímos da Liga Europa de cabeça erguida. Ao contrário de outros! No conjunto dos dois jogos ficou provado que não somos inferiores, apenas houve uma diferença neste jogo, eles marcaram e nós não.
Abraço.

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista