segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

VAMOS FALAR DE FUTEBOL - Equilíbrio à beira do final da 1ª volta

--- Depois de tantas e tantas polémicas em matéria de arbitragem, resolvi que não adianta continuar a chover no molhado, os benfiquistas vão sempre achar que são mais prejudicados que beneficiados, sportinguistas e portistas idem aspas e todos vão buscar os seus argumentos no sentido de justificar a sua opinião e todos se julgam donos da razão. Com isto tudo, esquecemos-nos muitas vezes de falar no essencial e o essencial é o futebol em si.
Estamos praticamente no final da 1ª volta, o campeonato está bastante equilibrado, quer no cimo, quer na cauda da tabela classificativa, facto esse que é de realçar, pois não são muitas as vezes que isso acontece.
Discutir se é nivelado por cima ou por baixo, é uma discussão interessante, embora sempre de complicada análise, se é certo que os melhores jogadores a actuar em Portugal vão saindo rumo às ligas mais competitivas, outros de valor vão chegando e aparecendo. O que na minha opinião se vem assistindo cada vez mais é ao encurtar do fosso entre os denominados grandes e os outros, isto porque as assimetrias profissionais e ao nível de condições de trabalho, são cada vez mais semelhantes, os conhecimentos técnico-tácticos dos treinadores também vão sendo cada vez melhores e a juntar tudo isto, as novas tecnologias e esta sociedade de informação ajudam a que haja um notório equilíbrio nas condições de treino e rentabilização dos atletas.
Das coisas que acho que é urgente mudar é uma maior aposta no atleta nacional, em jogadores, que por vezes até têm mais qualidade, mas que vão permanecendo por divisões secundárias, devido à aposta sistemática nos jogadores estrangeiros, essencialmente brasileiros, muitos dos quais de qualidade muito duvidosa. Outro caminho a seguir será o da aposta na formação e quando digo isto, refiro-me ao lançar nas equipas principais jovens jogadores que constantemente são tapados na sua evolução pelos tais atletas estrangeiros de qualidade duvidosa, só assim os clubes conseguirão adquirir o necessário equilíbrio financeiro, para que se extingam de uma vez por todas casos como os do Farense, Salgueiros, Boavista e mais recentemente do Estrela da Amadora, isto só para frisar os mais conhecidos.
Julgo ser urgente a Liga Profissional de Clubes em conjunto com a Federação Portuguesa de Futebol, legislar sobre essa matéria e obrigar os clubes nacionais a promoverem todos os anos 2 ou 3 jogadores das camadas jovens, era bom para os clubes e para a própria selecção, uma vez que as oportunidades para os melhores jovens atletas despontarem iriam surgindo e gradualmente se diminuiria o nº de estrangeiros a jogar no nosso país, até porque os clubes começavam finalmente a perceber que se calhar o melhor reforço está dentro de casa. Exemplo claro disto em Portugal é o Sporting, que salvo raras excepções, vai colocando cada vez mais jovens da sua formação no seio do plantel principal, com a consequente valorização de activos sem grande investimento.
Mas falava eu do Campeonato, o qual está bastante emotivo, parecendo que para os crónicos candidatos ao título, qualquer jogo é susceptível de ser um jogo para perder pontos, pelo que entre o 1º classificado e o 3º classificado, dista apenas 1 ponto de distancia; Benfica e Sporting 29 pontos e Porto 28 pontos, seguidos muito de perto pelo sensacional Leixões com 26, parecendo contudo que esta equipa se encontra ligeiramente em quebra. Na cauda da tabela as coisas não estão diferentes, basta reparar que o Belenenses à entrada para esta jornada era o lanterna vermelha e bastou-lhe ganhar em Vila do Conde para subir directamente para o 12º lugar e no caso da última surpresa da liga, o Trofense, que recebeu e venceu o Benfica quando estava em último lugar e de seguida empata no dragão, logo aqueles jogos que na teoria seriam os mais complicados, passando em 2 jornadas de último para 13º lugar. Mas como as coisas estão, basta uma ou duas jornadas para muito se alterar, no topo com 3 pontos a separarem os 4 primeiros e no fundo da tabela 4 pontos a separar o 11º do lanterna vermelha Rio - Ave com 10 pontos.
Espera portanto a todos os amantes do futebol, uma 2ª volta emotiva, com mais surpresas e constantes oscilações na tabela, o que é bom para a emotividade e o interesse da nossa liga, pena que cada vez haja menos adeptos nos estádios, para transmitirem o calor humano indispensável à melhoria da qualidade do futebol até agora apresentado, que diga-se em abono da verdade não tem sido muito.

3 comentários:

Maestro disse...

Só não concordei com as oscilações no topo da tabela.
O Benfica está no topo e espero que assim continue.
Quanto ao resto como sempre um post brilhante.

Um abraço Benfiquista

carlos silva disse...

excelente post jorge a falar do que realmente é consensual e que realmente sabes falar.Tenho orgulho no meu tio porque aqui fez um post como desportista depois deste fim de semana de polemica.Quero apenas referir que gostava que houvesse mais equipas portuguesas com mais jogadores portugueses, mas quero emitir outra opinião, esta um pouco mais polemica, e que gera discussão.Neste momento acho de capital importancia, que portugal se aperceba que está em crise, e que esta crise vem para durar e está em todos os sectores, por isso sabe-me bem ver reyes aimar e suazo bem como hulk lucho e lisandro jogarem em portugal, mas temos de ver que o futuro do futebol nao só do portugues, passa por os jogadores baixarem salários, passa pelos jogos dos domingos depois da missa, passa pela formação que o meu clube por exemplo aposta, mais cedo ou mais tarde todos irao apostar também, e passa acima de tudo e daqui a polemica por dirigentes transparentes e profissionais de gestao a dirigirem os clubes, daí vejo com muita pena a saída de FSF.Dirigentes com paixao sim, também é preciso, mas acima de tudo competentes e sem lançar achas para a fogueira.Quero também dizer, que em relação a comentar o campeonato em si, parece-me nivelado nem por cima nem por baixo, mas sim pela competitividade acerrima, qualquer jogo é uma final.Parece-me e estou à vontade para falar, pois ja disse aqui anteriormente que tinha visto o benfica a praticar o melhor futebol anteriormente, e neste momento parece-me que o sporting joga o melhor futebol, sério consistente e controlado, dando espectaculo quando é necessario, e vi os primeiros 30min com o maritimo sao mostras do mesmo, penso que neste momento vejo uma equipa capaz de lutar para ser campeã , mesmo com menos recursos que a concorrencia, e vejo que ao contrario do que muitos dizem paulo bento apesar de todas as quesilias oferece estabilidade ao sporting, e neste momento ate futebol bonito, muito importante a consolidaçao de vuck no onze e a colocaçao a 10 de moutinho que subiu inevitavelmente de rendimento desde o inicio de epoca.Ja o benfica baixou bastante de produçao e curiosamente quando tem praticamente todo o plantel a disposiçao.O porto marca por alguma irregularidade, mas é sem duvida capaz do muito bom.Nao vejo o porto tao consistente este ano mas pelo habito que tem de ganhar coloco-o como favorito numero 1 ao titulo

Jotas disse...

Concordo cntigo e aliás fiz um post se bem te lembras a falar da importânciA DE DEOLVER O FUTEBOL AO POVO, DA FESTA DO FUTEBOL AOS DOIMINGOS À TARDE, com toda a gente a jogar à mesma hora(se quiseres ler vaia ao arquivo, julgo que de Novembro). Jugo mesmo que na sua maioria os clubes não só ainda não pensaram que a crise os vai afectar, como ainda não se começaram a preparar com medidas para o seu combate, numa visão ate mais pessimista, temos por mais Estrelas da Amadora que pode inclusive chegar aos grandes da nossa praça oxalá me engane.

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista