terça-feira, 26 de janeiro de 2010

VIVA O FUTEBOL - Vem aí Fevereiro escaldante


--- Depois de polémicas e mais polémicas, de tristezas e mais tristezas, em que muito se disse e ficou a saber sobre o que de mais negro existe no futebol nacional, depois de por coincidência e muita coincidência diga-se de passagem, de só agora que está no Porto, Ruben Micael vir dizer que foi agredido por Jorge Jesus e insultado por Rui Costa, numa rápida aprendizagem da cultura do seu clube, dou por encerrado este capítulo sobre tuneis, escutas, stewards, castigos e afins, cada um pensa como quiser e sinceramente, este tipo de assuntos e linguagem obscena utilizada por pessoas com responsabilidade no futebol já me enoja e este não é o futebol que eu amo, que eu quero e com o qual vibro, por isso VIVA o FUTEBOL que se joga no campo e apaixona as pessoas.
    Depois das imensas estrelas de ontem e de hoje que desfilaram no Estádio da Luz, por uma causa muito nobre e que nos devia fazer reflectir a todos um pouco e cuja boa disposição e a interacção público - jogadores foi a nota dominante deste jogo contra a pobreza.
   Posto isto, vem aí futebol a sério, daquele que mexe com os nossos corações e com grandes jogos carregados de história, a começar com um sempre apreciado e apetecível clássico, entre Porto e Sporting, num jogo que promete equilíbrio e que desde já vai fazer com que a Final da Taça de Portugal,  não seja jogada entre grandes, ou seja, depois do adeus do Benfica a esta competição, outro histórico do nosso futebol vai seguir-lhe as pisadas.
   Como se não bastasse e embora numa competição menor, poucos dias depois deste clássico, nada melhor que um derby lisboeta, com Sporting e Benfica a decidirem um lugar na final da Taça da Liga.
  Um derby é sempre daqueles jogos que ninguém gosta de perder nem a feijões e embora vá ser disputado numa competição sem a mesma importância de outros, vai ser com toda a certeza um jogo de emoções ao rubro e corações ao alto e que gozo dão estes jogaços, só espero que o bom futebol acompanhe a emoção me ansiedade.

  Num entanto, devo afirmar e numa perspectiva meramente pessoal, que atendendo à sobre carga de jogos a que as melhores equipas do nosso campeonato, principalmente aquelas que ainda se encontram envolvidas nas competições europeias, julgo que o Benfica não deve hipotecar qualquer precioso ponto ao seu principal objectivo, em prol da Taça da Liga e como tal defendo que o Benfica deve fazer uma gestão adequada ao seu plantel, nem que para isso coloque em causa a sua presença na final.
   Por falar em competições europeias, elas também regressam neste mês diabólico, em que os corações não vão deixar de bater alto e bom som, o que muito me agrada, assim, depois de um clássico e de um derby, nada melhor que as maravilhosas noites europeias, com Benfica, Porto e Sporting, numa luta desenfreada por chegarem o mais longe possível, nesta dura missão de contribuir com o maior número possiveis de pontos para Portugal, de forma a não perdermos o comboio dos melhores.
   Com clássicos, derbys e competições da Uefa, não podemos esquecer a nossa Liga, a qual está a ser bem disputada e com grande equilíbrio e qualquer falhanço pode ser a morte do artista e neste caso há que não esquecer o Braga, o qual vai sempre cair, mas ainda não caiu, com a vantagem em relação aos seus principais opositores na luta pelo título de campeão, de não ter o desgaste inerente às competições europeias.
   Julgo que neste mês, o equilíbrio e as soluções alternativas dos planteis das equipas, será determinante na qualidade de jogo e nas vitórias alcançadas, cujo Fevereiro não sendo decisivo, longe disso, pode no entanto ser determinante.
  Preparem-se então corações, para o que mais interessa, o jogo e esse por favor, que seja bem jogado, com fairplay, sem casos, sem intrigas e com muita festa, que no fundo falemos apenas do que se passou nas 4 linhas, será isto pedir muito? Se calhar é.

14 comentários:

Nuno Silva disse...

vai ser um final de época muito escaldante.

desportivamente não tenho nada a pedir... apenas que TODOS os adeptos, atletas e dirigentes cheguem vivos ao final da época!

Estas guerras entre Porto e Benfica, entre Vieira e PdC, com tentativas de homicídeo à mistura poderão não acabar bem...

...assim não espero que suceda.

troza disse...

Concordo contigo com o facto do Benfica não dever abdicar do campeonato pela taça da liga. Acho que a taça da liga não é salvação se não ganharmos o campeonato. A única salvação é jogar bem, lutar até ao fim e para o ano voltar a fazer o mesmo... e para o outro ano... e para o outro ano. Menos que isso é insuficiente.

E este ano, com novos treinadores, quem diria que o Braga e o Benfica dessem um salto grande? Bem... treinador novo mas, acima de tudo, garra!

Quanto ao Sporting, tem um jogo dificil na taça. A taça de Portugal, esta sim, é uma taça com valor, apesar da vergonhosa ideia de meter as meias finais a duas mãos.

Pk isto se nunca foi o formato da taça de Portugal? Porque não fazerem isto na taça da liga? Já que na taça da liga, com as regras que existem, os grandes só não chegam às meias se jogarem mesmo muito mal. E mesmo assim não sei... era dinheiro garantido e mais um jogo entre grandes. A taça de Portugal tem o seu formato, é histórica, deixem-na estar.

Voltando à taça: acho que o Sporting a ganhar ao Porto e ao Braga fora, em dois jogos de seguida, lança-se para um final de campeonato incrivel. E se juntar a isto uma vitória sobre o Benfica o Porto fica com o seu lugar bem ameaçado pelo Sporting... e quem diz o Porto, diz o Braga e o Benfica se não tiverem cuidado. É certo que o Sporting vai perder pontos, como todos os outros. A pergunta é: quando? Se ganhar estes 3 jogos, o Sporting ficará lançado para um final de época em grande e com os adeptos em euforia mesmo que o campeonato se perca definitavemente depois com pontos perdidos com uma equipa fraca. Mas a UEFA não é uma miragem para o Sporting e para o Benfica se jogarem bem. E a taça de Portugal seria um troféu moralizador.

E é isto que é a taça da liga: moralizadora. Foi o ano passado para o Benfica (durante uma semana), será este ano para quem a ganha. Mas é desgastante. Os adeptos não vibram por ser um jogo de taça da liga, mas porque é um jogo contra os rivais. Só isso levanta o interesse. Ninguém se vai virar para o rival: aha, ganhamos a taça da liga. Eu pelo menos não fiz isso a ninguém, nem costumo me lembrar que o Setúbal ganhou a taça da liga ao Sporting... é que é quase tão insignificante como um torneio amigavel...

Mas se é moralizadora, pode ser devastadora. Força académica!!!

Quanto ao que se passa fora das 4 linhas... também espero que isto acabe. Digo isto desde sempre: é que tira todo o interesse ao futebol.

Jotas disse...

Caro Troza, concordo plenamente contigo.
Nuno, bem vindo novamente, esperemos até ao final da temporada, que os dirigentes dos clubes, os principais culpados deste clima de guerrilha constante, permitam que falemos de futebol e só dele, até ao fim da temporada, eu gostaria imenso.
Tentativas de homicídio, parece.me um termo exagerado, embora não saiba bem ao que te referes

Nuno Silva disse...

uma pedra largada do todo de um viaduto para uma viatura em circulação é uma tentativa de homicídeo.

Infelizmente já sucederam mortes por causa disso e de facto podia ter-se repetido neste fim de semana passado.

Muito sinceramente começa a cheirar mal esta agressividade crescente. Não sei onde isto vai parar!

garanhão plus disse...

Essa da pedrada é gira, foi alguém do Benfica, sabe-se quem foi? Porque razão assumem desde logo que foi alguém do Benfica?
O Porto está a colher os frutos que semeou.
Espero que neste mês possamos assistir a grandes e bons jogos de futebol e também concordo que se fala muito de tudo e mais alguma coisa, menos do essencial, mentalidade tuga.

Nuno Silva disse...

é indiferente se foi alguém do Benfica ou não! Não foi para criar polémica que comentei, até porque não quero desviar as atenções do teor do post do Jotas.

quiz apenas deixar uma mensagem positiva para o que vem aí.

A pessoas que gostam do futebol que tomem consciencia que isto está a começar a ficar perigoso demais. Começamos a pisar campos minados e alguém pode ferir-se gravemente.

Eu não quero voltar ao tempo em que não se deixavam os filhos mais novos ir aos estádios, por causa dos conflitos à entrada ou saída, com facadas, feridos e mortos.

Não sou moralista, mas também não quero futuramente ou vir os típicos moralistas que incendiaram adeptos a lamentarem-se com as mortes no futebol. Uma vida é uma vida, seja a do Feher, do Michael Jackson, do Pavão... etc. E uma dessas vidas pode muito bem ser a minha a vossa, ou um dos nossos filhos ou familiares/ amigos.

Já tinha dito noutro espaço... estou só à espera dos próximos desenvolvimentos destas polémicas para completar o post que estou a preparar e enterro este assunto de vez.

Viva o futebol. E quem andar desanimado com o jogo, que veja em Fevereiro a Super-Bowl para apreciar o que uma produção de um espetáculo e a preservação da notoriedade do desporto e dos seus representantes... dentro da legalidade, com respeito e ética.

Manuel Oliveira disse...

Belo post Jotas, a apelar à calma como deve ser. Pena sermos só nós!
Abraço.

Nuno disse...

Será um mês muito exigente mas creio que tal como o mês de Janeiro vamos mostrar que neste momento somos a melhor equipa Portuguesa.
Tenho um feeling que já este fim de semana finalmente vamo-nos ver livre do Braga...

troza disse...

O caso da pedra, o que vem na capa dos jornais...

Enfim...

Agressividade fora de limites, corrupção... e o desporto?

Bem, o garanhão tem razão quando diz que o Porto colhe os frutos que semeou mas, sendo do Benfica, do Sporting, do Banheirense ou de outro clube qualquer, o resto do país tem de ser superior a isso. Ok, sei que é difícil porque quando alguém tenta fazer as coisas de forma correcta não consegue (os tribunais têm sido uma vergonha), mas não impede que se pare com isto.

Quanto aos prémios, já não é a primeira vez que se sabe disto. Enfim... Para quando um presidente do Benfica e um presidente do Sporting juntarem-se apenas para o que interessa aos adeptos: futebol limpo e justo, ganho e perdido no campo? Não querem... porque se quisessem, já o tinham feito... O Pinto da Costa é só um. Mas o Benfica e o Sporting juntos conseguem por a máfia do norte em cheque...

Anónimo disse...

Já falaram com os amigos para que seja o S L Batista o árbito do jogo slb/SCP ?

garanhão plus disse...

qual deles, o da final da taça da liga ou o que deu uma liga dos campeões ao sporting?

Flip NNunes disse...

Realmente e verdade o futebol portugues e um posso de virtudes.. ou sera melhor dizer a CORRUPCAO no futebol portugues???

ok vamos a uma coisa "ligeiramente melhor" HOJE HA BENFICA!!!

Saudacoes Benfiquistas!!

Dylan disse...

Desportivamente falando, o Barcelona é conhecido pelo lema "més que un club" - mais que um clube. Se quiséssemos fazer um paralelismo no resto do mundo chegaríamos à conclusão que também ficaria bem atribuir este epíteto ao SL Benfica. Não que a instituição portuguesa tenha intuitos regionalistas, mas antes, a representação de um povo, do ser português, a personificação do fado lusitano, da saudade e, do emigrante que não renega as suas origens. Os catalães ajudam anualmente a Unicef, enquanto que o Benfica, através da sua recém-criada Fundação, associou-se à ONU, canalizando a receita do Jogo Contra a Pobreza para as vítimas do Haiti. Porque o Benfica tem uma matriz popular, social, solidária, à imagem da epopeia na construção do seu antigo Estádio, através de Joaquim Bogalho. Para se ser "mais do que um clube", é imprescindível deixar marcas fora das "quatro linhas", numa época em que o egoísmo e a crise financeira internacional assumem proporções gigantescas sem que o Estado tenha capacidade de resposta.

http://dylans.blogs.sapo.pt/

Nuno Silva disse...

Dylan... estás equivocado...

com as devidas proporções o Real Madrid em Portugal é o Benfica... e o Porto é o Barcelona.

O Real Madrid é da capital, mais abastado, mais tradicional, mais popular, mais nacional...

O Barça é da região da Cataluña, é contra-poder, é regionalista, é "menos" rico, emergente...


Mesmo a região da catalunha tem alguma semelhança com o Porto no que diz respeito a um salutar separatisto, ou regionalismo... um apreço enorme pela sua região e uma luta contra o poder centralista da capital Madrid... tal como o Porto.

Daí que o Porto seja muito mais que um clube... o Próprio nome do clube se confunde com o nome da cidade Porto e simbolo da região. confunde-se o apego ao clube, com o da cidade, região e causas regionalistas... muito mais que um clube! o Porto

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista