quinta-feira, 30 de julho de 2009

1º JOGO A SÉRIO - Sporting alérgico a penaltis

--- Começou a época para um dos crónicos candidatos ao título, o Sporting foi a 1ª equipa a entrar verdadeiramente em acção e pode-se dizer que não começou bem.

Sporting 0 Twente 0 - jogo da 2ª pré - eliminatória de acesso à liga dos campeões:

Numa partida em que a chamada sorte do jogo esteve toda do seu lado, a equipa de Alvalade, desperdiçou uma excelente oportunidade de viajar tranquila até à Holanda.
Quando digo que teve a sorte do jogo, digo-o, porque o Sporting entrou muito mal no jogo, demonstrando muita intranquilidade e sem conseguir ligar as suas jogadas, ante um Twente, que entrou bem, desperdiçou uma boa ocasião de golo e fica ainda a dúvida num lance de possível penalti a seu favor, embora seja de difícil análise e daí achar que qualquer decisão do árbitro de aceita. Essa foi a 1º sorte do jogo, a 2ª foi o penalti a seu favor, que tem tanto de indiscutível, como de fortuito, uma vez que nasce de um ressalto que acaba inadvertidamente por isolar Postiga e como se não basta-se, não restava outra alternativa ao árbitro da partida, senão mostrar o cartão vermelho ao Guarda-redes holandês.
Pois bem, num jogo, que estava a sair mal, não se pode esbanjar tamanha dádiva e a equipa leonina desperdiçou, Moutinho partiu para a grande penalidade e permitiu a defesa do recém-entrado, Mihailov (filho do ex GR do Belenenses). Aliás, não percebo esta síndrome de marcar penaltis, assim como não entendo que seja Moutinho a fazê-lo, não só porque já falhou imensas vezes, como tem na sua equipa, um Postiga, uma Matiaz Fernandez e um Miguel Veloso, que até se viu na TV a pedir para bater a grande penalidade.
Acredito que a ser convertida a penalidade, a equipa sportinguista ganharia mais tranquilidade e se calhar resolveria a questão, mas que diabo, estavam decorridos 26 minutos da 1ª parte, muito jogo pela frente, jogavam contra uma equipa bem ao seu alcance e contra 10, o que poderia ser melhor?
Mas o que se notou sempre, foi um Sporting, lento, previsível e que afunilou imenso o seu jogo pelo centro do relvado, faltando nitidamente, rasgos individuais que abrissem brechas na defesa adversária, nomeadamente nas alas, o que quase nunca foi feito, julgo mesmo á falta de extremos no plantel, é uma gritante lacuna, até Vukcevic, está longe de o ser, pois é um jogador mais de flectir para o centro e não de levar a bola até a linha de fundo.
Na 2ª parte, julgava-se que o Sporting entraria mais determinado e forte, ciente da sua superioridade como equipa e numérica, mas a verdade é que se na 1ª parte ainda criou 2 ou 3 situações para marcar, na 2ª parte, nem uma oportunidade criada por uma boa jogada de futebol, os sustos que criaram no adversário foi aos repelões ou através de cruzamentos mal medidos, mas que por pouco não traiam o Guardião holandês, que diga-se, esteve em muito bom plano.
Os holandeses após ficarem reduzidos a 10, nada se atreveram no ataque, pese embora um susto num remate de Jansen de longe, que quase traia Patrício e mesmo na última jogada do encontro, em que o avançado do Twente, isolado e após passar em velocidade por Carriço e Patrício, não teve arte de marcar golo numa baliza quase deserta e assim terminou um encontro, com uma má exibição do Sporting, num resultado justo.
Quero destacar aqui Miguel Veloso, foi na minha opinião, o único jogador com uma bitola sempre elevada, tanto na ajuda defensiva, como ofensiva, parecendo disposto a apagar a má imagem da época passada.
Julgo que todos concordam que esta equipa do Twente, está perfeitamente ao alcance de um Sporting normal, mas a verdade é que este Sporting está ainda sofrível e só melhorando nesta semana, conseguirá seguir em frente e eu acredito que o consiga. Num entanto, a entrada na champions vai ser muito complicada, pois na eliminatória seguinte, os adversários serão com certeza de um nível bem superior e a missão muito mais complicada, ou seja, a realidade Champions, está muito longe de o ser e o mais cómico de tudo, é que se o Sporting não passar o Twente, terá de disputar uma eliminatótia de acesso à fase de grupos da nova Taça Europa, o que não deixaria de ser curioso, depois de tantos festejos por um 2ª lugar, que já se sabia de antemão, que estava longe de garantir milhões.

1 comentário:

Maestro disse...

Esses gajos não valem nada pá!!

O ano passado facturaram 10 milhões na champions e ainda só gastaram 3 com contratações para a nova epoca.

Se este ano não vão á champions para o ano vai ser um fartote.

não há guito para ninguem

Abraço Jotas

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista