sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

LIÇÃO DE BOM FUTEBOL EM COIMBRA - Com passaporte para o Jamor.

   Depois desta vitória categórica em Coimbra, confesso que seria para mim, uma enorme frustração, não ver o Benfica na final do Jamor, ainda para mais, numa prova já sem  Braga e o Porto e com uma meia final disputada a 2 mãos, por norma mais favorável aos mais fortes e pese embora o meu enorme reconhecimento à mais valia desta equipa do Paços de Ferreira e do grande trabalho do seu treinador, o Benfica parte com favoritismo e não deve ter receio de o assumir.
    Já aqui manifestei diversas vezes, a minha angústia por há muito não ver o Benfica na final da Taça de Portugal, este meu desejo está perto de se concretizar e nem outra coisa me passa pela cabeça, não me importando que os nossos rivais, venham agora, à semelhança da Taça da Liga, a querer desvalorizar esta competição, o que não me espantaria, é o normal sempre que não conseguem fazer melhor que o Benfica, já agora um desejo de ve um derby Benfica - Belenenses na final.
ACADÉMICA 0 BENFICA 4 -  Um jogo mais fácil do que o previsto por todos, mais por mérito de um Benfica determinado e com vontade de resolver cedo a questão, em ver de esperar para ver o que o jogo lhe ia dar, do que por demérito da briosa.
  O Benfica imprimiu um ritmo frenético desde o 1º minuto, Cardozo, com um toque de classe quase inaugurava a contenda, mas viu o seu remate ser desviado por um defensor para a barra e sair pela linha final.
   Na sequência do lance, surge o golo, assistência de Matic para a entrada da área, onde surge Ola John a rematar forte para o fundo das redes, estava feito o primeiro.
   A velocidade e constante troca de bola feita pelos jogadores do Benfica, baralhava por completo o seu adversário, incapaz de acompanhar o ritmo, via-se um Benfica em noite de inspiração.
   Foi por isso com naturalidade que chegou aos 9 minutos o 2º golo, mais uma vez Matic a trabalhar o lance e a assistir Lima que surge solto de marcação no interior da pequena área para finalizar.
    Em apenas 10 minutos, fruto da qualidade evidenciada, o Benfica dissipava cedo qualquer dúvida quanto ao vencedor da partida e não baixasse um pouco o ritmo, seria um festim.
  Mas mesmo com um ritmo menos elevado, eram do Benfica os melhores lances da partida, o meio campo academista não conseguia pressionar, porque Matic e Enzo eram mais agressivos e nunca estavam parados, o que transmitia uma enorme dinâmica a toda a equipa.
   Por isso não espantou que numa jogada pura de contra ataque, Lima se desmarcasse pela zona interior direita do relvado e fizesse o golo da noite, uma chapelão fantástico a Peiser, num momento de pura classe deste fantástico avançado, o xeque mate era dado aos 30 minutos.
     Até ao intervalo, o Benfica ficou a dever a si mesmo o não avolumar do resultado.
Na 2ª parte - Adivinhava-se uma reacção da Académica, Pedro Emanuel colocou em campo um jogador mais criativo, fazendo entrar Cleyton, mas a pressão exercida por todo o movimento da equipa do Benfica, impedia que os academistas criassem grandes problemas na defensiva encarnada, a excepção foi mesmo um remate forte à entrada de Cleyton para uma boa defesa de Artur.
   Aos poucos e sem grande dificuldade, o Benfica voltava a assumir o completo controlo do jogo, perante um domínio e a clarividência da equipa, não espantou ninguém o 4º golo do Benfica, apontado por Salvio, após uma bela iniciativa individual.
  Esse golo, matou por completo a Académica e daí até ao final do jogo, assistiu-se apenas a um festival de desperdício de golos pelo Benfica, que pese embora a brilhante exibição realizada, ficou a dever a si mesmo uma goleada que poderia ter atingido números históricos.
 Pela Positiva: A movimentação colectiva do Benfica, aliada à qualidade individual dos seus jogadores, com destaque para Matic, começa a ser um jogador que alia classe pura à capacidade de recuperação de bolas e a Lima, um todo o terreno que nunca para, coroando a sua exibição com 2 golos, um deles de grande beleza técnica.
 Pela negativa: Alguma incapacidade física dos jogadores da Académica que para além de revelarem em todo o jogo uma tremenda incapacidade de acompanhar o ritmo forte imposto pelo Benfica, acabaram o jogo sem forças.
 Arbitragem de Jorge Sousa - Facilitada pelo modo como o jogo cedo se resolveu, pelo que não teve grandes problemas, pese embora a irritante tendência de grande parte dos nossos árbitros em apitar qualquer contacto.

6 comentários:

Daniel Faria disse...

O Benfica está nas meias-finais da Taça de Portugal, onde defrontará o Paços de Ferreira. Hoje, os encarnados, com a lição bem estudada, entraram em Coimbra com o "rolo compressor" e cilindraram uma Académica sempre difícil de enfrentar e bem orientada. Os estudantes tentaram contrariar o futebol geométrico e bem jogado da nossa equipa, porém, Ola John primeiro e Lima depois, defraudaram as expectativas dos anfitriões. Nove minutos bastaram para os homens da equipa de Jorge Jesus praticamente ganharem o jogo. Antes disso, estavam decorridos apenas dois minutos do encontro, já Cardozo tinha obrigado João Dias a desviar um remate seu para fora.

A turma da Luz pressionou alto, com as linhas bem subidas, ao contrário do que havia feito diante do Porto. Quem foi ao estádio sentiu que o dinheiro aplicado no bilhete foi bem empregue. Quando Lima fez o terceiro golo, uma obra de arte retirada da sua pura inspiração e classe, a torcida entrou em êxtase e o adepto encarnado ficou, claramente, maravilhado.

O que me diz a uma troca de Links? Já tenho o seu link no meu BLOG há vários meses - http://www.benficaeternoscampeoes.blogspot.pt/

Agradecia uma resposta!

Fura-Redes disse...

Que grande Benfica Jota! E ainda temos ai malta a pedir que JJ não renove, que memória curta

Anónimo disse...

Ai o PORTO, ai o PORTO.
Caramba, somos tão bons e com equipas fortes levamos sempre banho de bola e metemos sempre nojo?
Foi assim na Champions e será assim com o Bayer.
PORTO SEMPRE

Jotas disse...

eh eh este anónimo tem jeito pra comedia, banho do porto que na 2ª parte nem rematou, eh eh

Anónimo disse...

O Porto ganhou outra vez.
2 - 0
O TRI é já ali.

Anónimo disse...

Esse porto deve ser um porco capado à procura de ser entalado.

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista