terça-feira, 11 de dezembro de 2012

BENFICA VENCE COM IMPRESSÃO DIGITAL - Numa remontada categórica.

  Antes de entrar na análise do jogo em si, uma palavra em relação ao Sporting, tivesse a equipa leonina, a atitude e a entrega que teve neste derby e certamente a equipa estaria noutro patamar classificativo, o problema foi a enorme debilidade física e psicológica desta equipa, não tendo como causa o jogo com o Videoton, jogado a passo de caracol, até porque Carrilo teve cãibras aos 60 minutos e não fez um minuto nessa partida, mas sim porque a sua preparação na pré temporada deve ter sido uma brincadeira de meninos.
   Ora, tendo os próprio adeptos leoninos, saído deste jogo com a clara sensação que a equipa deu tudo o que podia, então é bastante preocupante a situação da equipa, porque se uma equipa que deu tudo, só dá isto, é porque a equipa está ou é mesmo má.
  Já o Benfica, mesmo sentido alguma dificuldade natural na 1ª parte, fruto de uma intensa pressão do Sporting que custou caro na 2ª parte, exceptuando o período entre os 10 minutos e o golo do Sporting, foi sempre uma equipa mais madura, com processos de jogo bem vincados e que nunca se sentiu em pânico, chegando a atingir um bom nível numa 2ª parte de domínio quase absoluto, exceptuando distracções, uma em que o Sporting poderia ter feito o 2 a 0, apesar de já antes o Benfica por várias ocasiões ter podido chegar ao empate e outra já com 1 a 1em que Insúa remata ao poste depois de Garay já ter feito o mesmo.
SPORTING 1 BENFICA 3 - Grande, justa e importante vitória do Benfica, num derby que não sendo um grande jogo foi bom e teve belos momentos de futebol, na maioria dos casos por parte do Benfica, uma equipa que nunca se resignou com o resultado, trabalhou, fez imensa circulação de bola e com uma grande 2ª parte deu a volta ao resultado e uma demonstração da grande diferença que há quer na qualidade dos jogadores, quer como equipa, em relação a este Sporting que tem sido banal, mas que ontem fez o seu melhor jogo da época, mas mesmo assim não chegou.
   O Benfica entrou a dominar o jogo, pressionando em zonas avançadas do campo, mas a verdade é que a equipa do Sporting estava bem posicionada em campo, defendia com alma e isso não permitia que o Benfica criasse perigo.
   Depois de um livre de Insúa para bela defesa de Artur, o Sporting ganhou ânimo, começando por equilibrar o jogo e depois até por ter um certo domínio, perante algum excesso de confiança dos jogadores do Benfica.
   A verdade é que nesta fase, os lances de perigo eram quase nulos, mas a maior capacidade em ganhar as segundas bolas do Sporting permitia que a equipa estivesse por cima do jogo, fruto dessa maior atitude, surge o  1 a 0 por Wolfswinkel, atacando uma bola cruzada por Capel, aproveitando muito bem uma abordagem tímida de Garay ao lance.
   Apesar de não haver até ao golo uma verdadeira oportunidade para qualquer das equipas, a melhor atitude dos jogadores leoninos, faziam com que  prémio do golo fosse nesta altura merecido.
   Com o golo o Sporting recuou mais as suas linhas dando maior iniciativa de jogo ao Benfica que não só não se fez rogado, como não pareceu acusar o golo sofrido.
   Agora sim, o Benfica começava dominar, a criar algumas situações de perigo junto da baliza de Patrício, mas foi castigado com a ida para o intervalo a perder, fruto de alguma sobranceria que em derbys nunca se pode ter.
  Na 2ª parte, o Benfica entrou com tudo, mais rápido e agressivo sobre a bola, aos poucos começou a perceber-se que o Sporting já não ganhava tanta 2ª bola, que tinha dificuldade em sair no contra ataque, exceptuando um lance de Carrilo que serve Elias de bandeja e este na cara de Artur falha, muito também por mérito do GR benfiquista, é verdade que já antes deste lance o Benfica já deveria estar empatado no mínimo, mas também não é menos verdade que o 2 a 0 aqui poderia dar um rumo diferente ao jogo.
   Falhou o Sporting marcou o Benfica e como já merecia este golo, recuperação de bola em pleno meio campo leonino, bola da direita para a esquerda e excelente cruzamento de um endiabrado Ola John para Cardozo cabecear, com a bola a enrolar em Rojo que mete a bola na própria baliza com o seu braço direito.
   Havia agora justiça no marcador, creio que nesta altura, em jogo jogado, o empate espelhava o que se passava, só que o golo do Benfica acabou por aniquilar completamente o Sporting, a equipa perdeu confiança, equilíbrios e denotava uma fragilidade física inadmissível em alta competição, com isso, via-se um Benfica em crescendo e a começar a chegar com alguma facilidade a área leonina, desperdiçando algumas boas situações de golo, quer por Lima, quer por Ola John após excelente trabalho individual, mas principalmente por Garay, que cabeceou ao poste.
   O domínio do Benfica era tal e de forma constante, que toda a gente percebeu facilmente que o remate de Insúa à trave foi meramente casual e até mesmo o último suspiro do Sporting.
   Sinceramente, nesta fase, sentia que a qualquer momento o Benfica poderia chegar ao golo e ele aconteceu de penalti, porque Boularouhz substituiu Patrício após um grande remate de Salvio que seria certamente golo, não foi dele, foi de Cardozo que bateu Patrício com grande calma.
   Em vantagem no marcador e em superioridade numérica, já não havia dúvidas quanto ao vencedor do derby, até porque este era o melhor período do Benfica no jogo, Sporting estava agora sim, rendido ao maior poderio e qualidade do seu adversário
    Não espantou por isso, que 4 minutos depois, surgisse o 3º golo do Benfica, após  cobrança de um livre lateral, com Salvio a cruzar para um cabeceamento fulminante do grande goleador Tacuara Cardozo, marcou  2 e esteve nos 3 golo da equipa, o que mais querem os energúmenos que ainda o assobiam?
    Até ao fim do jogo foi o tempo dos olés de recriar com a bola, de ver os jogadores leoninos e rastos e atordoados, numa vitória merecida do Benfica.
Pela Positiva: A grande 2ª parte do Benfica e Cardozo, como sempre a decidir nos jogos mais importantes e ainda há quem não goste dele, vamos lá entender isto.
 Pela negativa: O estouro físico e anímico do Sporting, inadmissível numa equipa profissional.
 Arbitragem de Marco Ferreira: Alguém se lembrou dele no fim do jogo? Este é o maior elogio que lhe posso fazer
    Para terminar, dizer que é bom estar na liderança da liga, embora haja ainda muitas dificuldades pela frente, até porque é muito complicado ganhar títulos onde uma equipa pode jogar sistematicamente com 2 guarda redes, depois de Rolando temos Alex Sandro, como diz o treinador portista nem sempre o Porto pode jogar com 12 ou 13, eu completaria a frase dizendo, excepto na Liga Portuguesa.

6 comentários:

Fura-Redes disse...

Grande Jotas! Obrigado! E que grande vitória que nos deram ontem!

Carlos disse...

cambras escreve-se "cãibras"!

GuachosVermelhos disse...

«Para terminar, dizer que é bom estar na liderança da liga, embora haja ainda muitas dificuldades pela frente, até porque é muito complicado ganhar títulos onde uma equipa pode jogar sistematicamente com 2 guarda redes, depois de Rolando temos Alex Sandro, como diz o treinador portista nem sempre o Porto pode jogar com 12 ou 13, eu completaria a frase dizendo, excepto na Liga Portuguesa.»

Grande frase amigo Jotas - está aqui tudo!

Sobrinho disse...

Não concordo com tudo, porque acho que o sporting não deu tudo o que tinha, porque fisicamente estava muito fraco e tenho a certeza absoluta que a maior parte dos jogadores do Sporting, bem preparados fisicamente podem dar muito mais que aquilo, mas tamos em pré época, com treinos bi-diários, e a levar a porrada com o Sa pinto nao deu. Duas perguntas para o treinador do Sporting.1- Porque capel e rinaudo jogaram na sexta?2-Porque nao refrescou o meio campo aos 60min.

Em relaçao ao lance do elias mérito do artur sem dúvida, mas muito mérito do wolfs a abrir o espaço todo, alias o wolfs fez um grande jogo lutando contra o melhor central da liga Garay e ganhando muitas divididas e decidindo bem, agora um jogador de 9 milhoes de euros e que nao consegue picar uma bola para uma baliza deserta não há muito mais a acrescentar, preferia que o filho do jotas fosse la finalizar que fazia golo a cagar inda perguntava ao artur para que lado queria.

De resto ja discuti com o meu tio, vitoria justissima grande segunda parte do benfica acompanhada por grande peido do Sporting, mas muito merito de muitos jogadores do benfica, cardozo mais uma vez resolve, continuem a assobiar que fazem bem, agora que foram 2 autogolos do Sporting ninguem me tira da ideia, um do rojo como foi atribuido e outro do insua já que o cardozo ia cortar para canto e o insua cortou para golo. De resto vou parecer o freitas lobo mas jogo enorme de Matic(para o freitas lobo os numeros 6 sao sempre os melhores). Curiosamente o melhor defesa em alvalade do benfica foi Melgarejo o menos rotinado, achei que foi o pior sector da equipa do benfica tirando o artur claro. Justissimo volto a dizer, mas quero dar uma palavra para o insua que fez um jogo enorme e nao me venham dizer que tá em baixo de forma, porque com aqueles centrais buracos ele nao pode acudir a tudo, tal como o fito rinaudo. Capel deu o peido mais que previsivel devido ao desgaste de sexta que pode ter sido morno, mas o capel nao se poupou nem um pouco. Elias em Janeiro ia já embora, grande jogador, mas claramente jogador de fundo.
Aconselho a leitura deste blog acerca dos lances do jogo, uma analise mais tactica
http://lateral-esquerdo.blogspot.pt/

Frank disse...

Muito boa análise. Em relação ao Cardozo eu vou também publicar esta tarde um artigo porque realmente é incompreensível.

MAGALHÃES-SAD-SLB disse...

Mais uma bela análise. Abraço Glorioso!

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista