segunda-feira, 30 de abril de 2012

PENSAR NO FUTURO - Há que planear bem a próxima temporada.

   Apesar de ainda faltarem 2 jornadas para o terminus deste campeonato e o objectivo importante de segurar o acesso directo à Liga dos Campeões por assegurar, embora praticamente garantido, ao Benfica é imperioso começar a preparar desde já o futuro e o futuro é a época 2012/13.
   Será de extrema importância na minha opinião, manter a mesma equipa técnica, sou avesso a mudanças só porque sim, como tal, o clube deve ter em mente a criação de um plantel equilibrado, com todas as posições bem preenchidas e todo definido quando se iniciarem os trabalhos.
    Desde logo o Benfica tem uma vantagem da qual deve tirar partido, é o facto de todos quase a totalidade do plantel se poder apresentar a tempo e horas, pois apesar de ser um ano de Europeu, o Benfica praticamente não vai ter atletas nessa competição, o que pode constituir uma vantagem, a qual deve ser aproveitada.
   Todos sabemos, que o Benfica, à semelhança de qualquer outro grande de Portugal, no fim de cada época, tem de vender 1 ou 2 dos seus principais jogadores, como forma de gerar mais valias e de equilibrar economicamente o clube, pelo que o investimento depois feito em novos jogadores, deve ser bem calculado e com pouca margem de erro, sempre achei que mais vale comprar um pouco mais caro e em qualidade, do que quantidade a preços mais baixos e atendendo ao plantel actual, julgo que o Benfica deve investir nas posições menos apetrechadas, tais como a lateral esquerda e um substituto à direita para Maxi Pereira e suprir com o máximo de qualidade possível possíveis saídas.
    Uma das carências que esta equipa sempre me pareceu ter, é a de alguma falta de velocidade nas alas, factor esse, atendendo ao futebol preferido da equipa, a prejudica nas transições ofensivas, as quais não saem com a rapidez que normalmente o treinador do Benfica gosta, logo, julgo que o Benfica, ao contratar extremos (uma vez que parece evidente a saída de Gaitan), deve tentar aliar um jogador de boa qualidade técnica e com criatividade, à velocidade, factor esse que no futebol moderno, é causador de muitos desiquílibrios.
   O que o clube não pode, é cair na tentação por nada ter ganho, de fazer mais uma revolução no plantel, há que comprar pouco e bem, há que preencher apenas as lacunas e cobrir as saídas, se assim for, julgo que o caminho para o sucesso fica mais perto.
    Ao Presidente, na minha opinião, após uma época que não foi de sucesso, embora com uma boa performance europeia, cabe-lhe a tarefa de criar uma forte cultura de exigência, ao mesmo tempo que deve transmitir ao grupo de trabalho ligado ao futebol, uma palavra de confiança, fazendo-lhes ver que acredita neles e que quer ganhar com eles, adoptando uma política de continuidade, não só transmite que acredita no que está a fazer, como também que está com o grupo em todos os momentos, porque mais que os adeptos, é nos maus momentos que se vê quem está à frente do clube, a sua capacidade e a sua coragem.
    Quanto aos adeptos e deixando de lado aqueles meninos manipulados por alguém que agora têm como passatempo fazer esperas e ser ordinário, produzindo ofensas gratuitas que em nada ajudam a resolver os problemas do Benfica, julgo que devem mostrar que estão com o grupo, que acreditam nele e que na próxima temporada, tudo farão com o seu apoio, para criar condições para que a equipa volte a ser campeã nacional e sinceramente, desde que o campeão se venha a decidir apenas e só dentro do relvado, acredito que com uma época bem planeada, continuando com a base do actual plantel, que o Benfica pode perfeitamente voltar a ganhar.
     Eu estou com a equipa e estou com toda a estrutura, até porque não consigo, nem percebo como alguns conseguem pedir cabeças, sem sequer haver notícia que se vão ter alternativas, sendo assim, como posso eu querer a demissão de um Presidente se nem sequer sei se ele vai ter concorrência? Sem sequer conhecer qualquer alternativa, correndo o risco de um qualquer para quedista assumir os destinos do clube? Pois bem, sobre a continuidade de Luís Filipe Vieira e desta direcção não me vou pronunciar, porque não caio na patetice de fazer campanha por fantasmas, no fundo é o que se está a passar com algumas pessoas, as quais, sem saberem se vai haver alternativa ou qual a alternativa, ou então sabendo e estando a ser por elas manipulados, andam constantemente a exigir a saída do Presidente, de facto, faz-me alguma confusão, mas eles lá têm a mania que sabem e que são uns enormes entendidos em matéria de gestão de um clube.

sábado, 28 de abril de 2012

LIGADA VERGONHA CONTINUA - Mais palavras para quê?

  Depois de assistir a mais uma palhaçada, na vitória do Porto, à Porto na Madeira, nada mais tenho a dizer do que realmente, isto é uma liga completamente falseada, por truques vários e onde já nem há vergonha, como tal, teremos um campeão aldrabão, mas também já sabemos que os portistas não se importam nada com isso, está-lhes no sangue serem corruptos.
   Espero agora que a culpa de toda esta palhaçada também não seja de Jorge Jesus, em Portugal, com arbitragens destas, até o Real Madrid ou o Barcelona teriam sérias dificuldades em serem campeões, no fundo, só mesmo no Porto, um treinador como Vítor Pereira poderia ser campeão e se dúvidas ainda houvessem quanto à mentira desta Liga, este facto fala por si.
   Parabéns ao campeão aldrabão.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

PARA TI TELMA - És uma campeã.

  Grande Telma Monteiro, Campeã da Europa de Judo pela 4ª vez, um feito notável de uma atleta de eleição, ela é um orgulho para o Benfica, mas também para todo o Portugal.
   Por acaso, foi Luís Filipe Vieira que a trouxe para o Benfica, a ela e a muitos outros campeões do Mundo e da Europa, mas claro, isso não conta para nada, o Vale é que era bom, tínhamos o Michael Thomas.

terça-feira, 24 de abril de 2012

CONTESTATÁRIOS - Tenham ao menos dignidade e coragem e assumam-se.

  Começo este post por dizer que não sou nem deixo der ser apoiante de Luís Filipe Vieira ou seja de quem for, o que sou é um apoiante do Benfica.
Por isso mesmo, o que aqui está em causa, não é quem está a favor ou contra a política seguida pela actual direcção, o problema na minha opinião, está no momento e na forma como essa contestação é feita.
Não me posso rever, muito menos aceitar, que se pinte o que é nosso, como forma de protesto, não posso admitir que em pleno estádio, que em vez de se apoiar a equipa, alguns meninos ofendam quem preside o clube, o treinador e alguns jogadores, não me lembro em mais clube nenhum, ver meia dúzia de rufias a mal tratar toda a gente depois de se ganhar uma prova, isso é no mínimo surreal e nada digno do Benfica.
   Se calhar, seria muito mais normal aqueles que se mobilizam para vandalizar o nosso complexo desportivo com pinturas e manifestam no estádio, tivessem a mesma capacidade de se mobilizar para protestar com uma Federação e uma Liga corrompida e movida por jogos de bastidores que têm lesado bem mais o Benfica que esta direcção, isso sim, seria prestar um bom serviço ao Benfica e ao futebol português e contra isso não vejo os contestários a fazerem nada, o que no mínimo é estranho.
   Como benfiquista, infelizmente, em anos recentes, até à chegada de Manuel Vilarinho e Luís Filipe Vieira ao poder, o que vi, foi o nome do Benfica arrastado na lama, o clube a ser tratado de forma leviana e vergonhosa na imprensa, essencialmente devido às atitudes de um Presidente de nome Vale e Azevedo, o qual juntamente com Manuel Damásio, contribuiu e muito para o fosso cavado pelo Benfica em relação ao seu maior rival e o mérito do Benfica ter hoje um fosso menor, infraestruturas dignas da sua grandeza, capacidade de investir no plantel como há muitos anos não se via, que tudo tem feito para dotar o clube de meios para alcançar mais sucesso, da marca Benfica ser hoje de novo credível no mercado com uma pujança nunca antes vista, esse é do actual Presidente e ninguém o pode negar.
   Ora o que eu temo é exactamente isso, que o clube volte a cair nas mãos de um qualquer populista e intruja, não quero ver o meu clube presidido por um qualquer Bruno Carvalho ou por um Josè Veiga, porque mesmo que alguns possam questionar o verdadeiro benfiquismo do actual Presidente, destes meus caros, tenho a certeza que uma coisa não são, benfiquistas.
   Eu admito José Veiga no futebol, julgo que o seu trabalho na sua recente passagem pelo Benfica teve o seu valor, agora como Presidente? Por favor, então estávamos mesmo entregues ao desvario.
   Na minha opinião, aqui é que reside uma das grandes questões do Benfica, o que é que afinal os contestários por um lado e os manifestantes por outro querem do clube?
Querem que este volte a cair nas mãos de oportunistas? Querem um novo Vale e Azevedo?
   Pois bem caros contestários,  tenham ao menos coragem e dignidade,  sejam  homens e assumam-se, porque isto de dizer mal, que o Presidente prometeu mas não cumpriu é fácil, complicado é dar alternativas, um perfil daquilo que desejam, porque para minha infelicidade e daquilo que vou lendo de alguns contestários e aquilo que eu já percebi, é que eles na sua maioria apoiaram Vale e Azevedo e são os mesmos que viam em Bruno Carvalho o futuro do Benfica juntamente com o grande treinador desse candidato, Carlos Azenha, ora perante tal cenário, convenhamos que o cartão de visita desses contestários não só não é o melhor, como deixa imenso a desejar, já estão a imaginar qual seria o futuro do Benfica se as suas ideias fossem avante.
   Repito, assumam-se, digam afinal quem apoiam, por trás de quem estão, quem vos manipula e querem colocar no poleiro, se alguns de vós contestários tem algum cargo em mente para seu proveito pessoal, sim, porque o que a maioria das pessoas que os lê, já percebeu ao que eles vão e qual o seu verdadeiro objectivo, não é por acaso, que a contestação começou agora, quando as eleições são em Outubro, ou foi só agora que Luís Filipe Vieira não conseguiu cumprir algumas das suas promessas?
   No fundo, caros benfiquistas, repito, o que aqui está em causa não é se eu apoio ou deixo de apoiar LFV, o que aqui está em causa é quem eles apoiam, porque acho muito estranho que se queira a cabeça de um Presidente, quando nem sequer publicamente se conhecem alternativas, o que me leva a concluir que quem fala e diz o que alguns dizem, já sabe muito bem que alternativas se perfilam, porque no fundo já trabalham para elas.
   Concluo, dizendo que a menos que apareça uma candidatura muito forte, credível, na qual não veja perigo de mais um vale azevedista e que me ofereça mais confiança do que esta direcção que na minha opinião e atendendo ao que herdou tem feito globalmente um bom trabalho, Luís Filipe Vieira continuará a merecer a minha total confiança.

domingo, 22 de abril de 2012

PINTO DA COSTA AGRADECE - Àquela meia dúzia de burros.

   Porque acho que isto merece ser destacado, vou aqui pegar na parte final do post anterior e dizer o que penso sobre a atitude de meia dúzia de energúmenos e de meia dúzia de bloggers, com especial relevância para alguns paus mandados do blogue "Geração Benfica", no fundo, isto é o que eu penso deles:
  Obviamente, toda a gente é livre de ter opinião, de achar que a direcção ou treinador deve mudar, no fundo cada um é livre de ter a sua ideia, mas começar uma contestação, depois de se vencer uma prova, é absolutamente ridículo e como tal só pode ser protagonizado ou por gente estúpida, ou por um bando de paus mandados que andam ao serviço de alguém que prepara terreno para as eleições de Outubro. 
    Aliás, este post não se refere a quem não concorda com esta direcção ou a quem não apoia a continuidade do treinador, a sua ideia é tão válida e credível como a minha,  isto que fique bem claro.
    Este post é contra aqueles que para demonstrarem a sua discordância, têm atitudes que não se coadunam com aquilo que o Benfica deve ser, que têm atitudes absolutamente idiotas.
      Felizmente, a maioria dos adeptos está contra as acções de autênticos vândalos, porque grafitar as próprias instalações do clube, além de ser um acto cobarde, é algo que um verdadeiro benfiquista nunca faria, porque um verdadeiro benfiquista preserva o que é seu não destrói.
    Ir ao estádio daquela que digo ser a minha equipa e fazer aquela figura de parvo, é obra de alguém que não pode ser benfiquista, ou se o é, fazia o favor a todos os que verdadeiramente amam o clube e que sabem como e quando protestar, a mim, essa gente, se deixasse de ir ao estádio fazia-me um enorme favor, porque simplesmente não prestam.
   No fundo, aquela falange de onde vieram os cânticos, que é uma minoria, é aquela que apoia a direcção quando esta lhes dá o que querem e se vira contra ela quando assim não acontece, é aquela que vai à bola porque é de borla ou com preços especiais, é aquela que se vende a uns quantos ditos notáveis e com influência no Benfica a troco de uns tostões, ou seja, não prestam e não prestam mesmo, é gente sem personalidade e carácter.
    A minha esperança e fé, até pelo que me foi dado a observar, é que felizmente a maioria dos benfiquistas não dorme, como tal não se revê nesse tipo de atitudes e é bom que os benfiquistas percebam uma coisa muito simples: Enquanto uns mantêm uma liderança há 30 anos, que lhes permitiu ganhar hegemonia, independentemente dos processos usados, o Benfica andou praticamente a mudar de direcção a cada período eleitoral, com os reflexos desportivos e financeiros que se conhecem, como tal, é bom que se perceba que só com uma liderança forte e durante muitos e muitos anos, o Benfica poderá ambicionar a recuperar o seu lugar e é bom que os benfiquistas de uma vez percebam isso, pena tenho que alguns, por vontade própria ou moldados e na sombra de alguém, queiram que o Benfica volte a um passado recente que foi o mais vergonhoso da nossa história.     Com muitos erros, mas também com muitas virtudes, o meu firme desejo e aquilo que aqui defenderei com todas as forças, é que o Benfica continue o seu trajecto, porque noto evolução e porque desde que Jorge Jesus está no Benfica, voltei a ter prazer em ver o meu clube a jogar, dá-me imenso gosto a qualidade geral do nosso futebol, que tem sido quase sempre o melhor de Portugal, só que neste país, infelizmente, muitas vezes, o melhor não pode ganhar.
  Quem se vai rindo de benfiquistas assim é Pinto da costa, que consegue aquilo que quer, continuar a corromper o futebol nacional e ver os benfiquistas burros a virarem-se contra o seu clube em vez de se virarem contra ele, ou contra liga e uma federação vendida e com uma tráfico de influências que tanto prejudicam a verdade do nosso futebol, aí sim, compreendia que se fizessem certo tipo de inscricções e perceberia certos cânticos, no fundo esses pseudo benfiquistas, mais não conseguem do que fazer aquilo que o corruptor mor quer, é caso para dizer, é preciso ser burro.

LIGA DA MENTIRA CONTINUA - Nolito reforça lugar na Champions.

  Esta Liga mentirosa, sem grande credibilidade e com campeões anunciados e pré concebidos continua, ainda ontem se viu como o Porto chegou à vantagem, com um penalti inventado e assim de facto se transforma o difícil em fácil, embora esteja em crer que o Porto ganharia sempre o jogo, mas no fundo, a facilidade com que se marcam lances para uns e a dificuldade em marcar a outros, tem feito toda a diferença e assim de facto, até com um tal de Vítor Pereira, para alguns é muito fácil ser campeão.
   Quanto ao Benfica, continua na sua luta possível e essa luta representa o 2º lugar, aquele que lhe está acessível e no fundo lhe é permitido, com uma vitória inequívoca sobre o Marítimo e com Nolito em grande destaque, marcando 2 golos e fazendo 2 assistências.
   BENFICA 4 MARÍTIMO 1 - Com várias alterações naquela que tem sido a equipa base da época, com Matic, Saviola e finalmente Capdevilla no 11, o Benfica entrou fortíssimo na partida, com um domínio avassalador, criando sucessivas oportunidades a cada jogada, com um futebol rápido, com trocas de bola notáveis.
    O golo adivinhava-se tal a facilidade com a que a defensiva maritimista era ultrapassada e após uns 3 ou 4 golos feitos falhados, o Benfica adianta-se no marcador por Nolito que concluiu uma notável jogada do incansável Maxi, que serviu Aimar que se limitou a fazer a assistência para o golo.
    Mas este Benfica mostrava-se insaciável e o ritmo continuou acelerado, de tal forma que foi com toda a naturalidade que o Benfica chegou de novo ao golo, novamente pelo endiabrado Nolito que conclui com um chapéu notável a Peçanha mais uma bela jogada colectiva do Benfica.
   Ao fim destes primeiros 20 minutos, perguntava eu, onde andou este Benfica quando ele mais foi preciso? É que o Benfica desta fase, era um Benfica imune aos árbitros, aquele que tal como quando foi campeão, ultrapassava todas as adversidades, que mesmo que lhe roubassem um penalti ou anulassem um golo limpo, ganhava na mesma.
    Na 2ª parte - Houve imenso Benfica, a equipa geria o resultado, mas desceu de tal forma o ritmo, deixando de pressionar como o fez em grande parte do primeiro tempo, que o Marítimo começou a acreditar.
     Artur já havia sido chamado a 2 grandes intervenções antes do golo se Sami que reduziu para 2 a 1, após uma bela desmarcação, teve alguma felicidade, já que o seu remate meio enrolado saiu directo para o fundo das redes.
    Jorge Jesus entendeu então que era hora de mexer na equipa e fê-lo da mesma forma que noutras ocasiões, sendo tanta vez criticado por isso, simplesmente porque essas mexidas não resultaram, desta vez, como resultaram já ninguém diz nada, é que o futebol é isto mesmo, às vezes sai bem, outras não e a verdade é que Rodrigo entrou, tocou na bola e resolveu o jogo, fazendo o 3 a 1, após assistência do endiabrado Nolito.
    Novamente com 2 golos de vantagem, o Benfica voltou a tranquilizar e embora sem o ritmo avassalador de antes, o controlo começou a ser seu, dominando por completo o jogo.
    Não espantou por isso que o 4º golo encarnado surgisse por um Bruno César em grande momento de forma, após um passe simplesmente genial do suspeito do costume, Nolito.
   O jogo estava resolvido e o jogo caiu numa certa monotonia, o Benfica dominava mas com mais lentidão e o Marítimo já só queria que o jogo acabasse, com isso, o resultado manteve-se em 4 a 1, num triunfo inteiramente merecido do Benfica.
   Pela positiva: Nolito, 2 golos e 2 assistências, numa exibição de sonho e os primeiros 25 minutos do Benfica, à rolo compressor.
  Pela negativa: O adormecimento da equipa no começo da 2ª parte, quando se dorme à sombra de um resultado, por norma o castigo surge, foi o que aconteceu.
  Arbitragem de Bruno Paixão - Num jogo fácil de dirigir, ao contrário de tantas e tantas vezes, não quis ser a figura do jogo e com isso não complicou o fácil.
   Termino o post com uma palavra a meia dúzia de energúmenos, toda a gente é livre de ter opinião, de achar que a direcção ou treinador deve mudar, no fundo cada um é livre de ter a sua ideia, mas começar uma contestação, depois de se vencer uma prova, é absolutamente ridículo e como tal só pode ser protagonizado ou por gente estúpida, ou por um bando de paus mandados que andam ao serviço de alguém que prepara terreno para as eleições de Outubro.
     Felizmente, a maioria dos adeptos está contra as acções de autênticos vândalos, porque grafitar as próprias instalações do clube, além de ser um acto cobarde, é algo que um verdadeiro benfiquista nunca faria, porque um verdadeiro benfiquista preserva o que é seu não detrói.
   A minha esperança e fé, é que felizmente a maioria dos benfiquistas não dorme, como tal não se revê nesse tipo de atitudes e é bom que os benfiquistas percebam uma coisa muito simples, enquanto uns mantêm uma liderança há 30 anos, que lhes permitiu ganhar hegemonia, independentemente dos processos usados, o Benfica andou praticamente a mudar de direcção a cada período eleitoral, com os reflexos desportivos e financeiros que se conhecem, como tal, é bom que se perceba que só com uma liderança forte e durante muitos e muitos anos, o Benfica poderá ambicionar a recuperar o seu lugar, pena tenho que alguns, por vontade própria ou moldados e na sombra de alguém, queiram que o Benfica volte a um passado recente que foi o mais vergonhoso da nossa história.
    Com muitos erros, mas também com muitas virtudes, o meu firme desejo e aquilo que aqui defenderei com todas as forças, é que o Benfica continue o seu trajecto, porque noto evolução e porque desde que Jorge Jesus está no Benfica, voltei a ter prazer em ver o meu clube a jogar, dá-me imenso gosto a qualidade geral do nosso futebol, que tem sido quase sempre o melhor de Portugal, só que neste país, infelizmente, muitas vezes, o melhor não pode ganhar.

terça-feira, 17 de abril de 2012

CONTINUIDADE OU MUDANÇA NO BENFICA - Sou pela continuidade.

    Discute-se com legitimidade no seio do universo benfiquista, se Jesus e esta direcção devem ou não continuar a representar o Benfica, as opiniões dividem-se, esgrimam-se argumentos vários, uns certamente mais válidos que outros.
    Eu sou pela continuidade, porque foi exactamente por andar mais de 20 anos com trocas e baldrocas constantes que o Benfica se atrasou no tempo, que perdeu a sua hegemonia e como tal, acho que não se pode recuperar um estatuto perdido em meia dúzia de anos.
 O Benfica tem ganho pouco é certo, mas registo com enorme agrado, que tem evoluído imenso em relação a um passado muito recente, felizmente hoje discutimos que perdemos tudo no fim, antes nem sequer isso se discutia porque nesta altura já estávamos a milhas de discutir qualquer coisa que fosse, hoje vejo o Benfica regularmente na Liga dos Campeões, antes raramente o via, hoje, voltei a ter prazer em ver o Benfica a jogar, a apreciar a qualidade do seu futebol, nesse passado recente nem sequer me apetecia ver jogos do clube.
   Para mim, isso é uma clara evolução, é sinal que se está a trilhar um caminho, poderia ser melhor? Com menos erros? Certamente que sim, mas a verdade é que há muito menos erros que nesse passado recente.
    O que por vezes a mim me custa perceber é que aqueles que de forma mais insistente, culpam os corredores da máfia e do poder pela falta de maiores êxitos do Benfica, sejam depois numa clara contradição, os primeiros a pedir cabeças no Benfica, na minha opinião, nem tanto à terra nem tanto ao mar, ou seja, há obviamente muita culpa própria por não haver épocas de maior sucesso, há que olhar e muito para dentro e emendar erros, mas parece-me também um facto, que em Portugal, para o Benfica ganhar mais vezes não lhe basta jogar ou ser melhor, tem de ser muito melhor e na defesa do que digo, pergunto isto:
    O que seria do Benfica esta temporada como um treinador como Vítor Pereira? Pois, ora vendo que o Porto e o Benfica são 2 equipas em termos qualitativos muito equilibradas, dá que pensar o motivo pelo qual este vulgaríssimo treinador vence num lado e não venceria noutro, outra questão, será que os treinadores com um passado mais próximos de Benfica e Sporting são todos incompetentes? É que só vejo a vingar na 1ª liga treinadores com um passado portista, serão eles os competentes? Vale uma aposta que na próxima época ou mais tardar daqui a 2 temporadas, Paulinho Santos está também a treinar uma equipa de 1ª liga? É que tudo isso faz muita diferença na atitude de certas equipas perante uns e outros adversários.
    Concluo este post, perguntando a todos os que sistematicamente passam a sua vida a criticar a direcção do Benfica e o seu treinador, algo que achei interessante e que li num outro blogue cujo nome não me recordo:
     Se vos fosse dada a possibilidade de escolher entre estas 2 opções que vos deixo, por qual optavam:
   Preferiam trocar de treinador e direcção, mantendo toda a classe dirigente instalada nos corredores do poder da F.P.F. e da L.P.F.P., ou preferiam manter o treinador e direcção do Benfica, renovando toda essa gente de índole no mínimo duvidosa, trocando-a por gente incorruptível, capaz, dinamizadora, que permitisse que os jogos apenas se ganhassem dentro do relvado?
     A quem optar por manter treinador e direcção e afastar toda essa classe dirigente corrupta que tanto mal faz ao nosso futebol, perde toda a legitimidade para bater tanto num clube que muitas vezes não ganha devido à sua incapacidade, mas sim por outro tipo de factores.

JULGO QUE PARA ALGUNS SERIA ATÉ INTERESSANTE LEREM ISTO: http://benficaumapaixao.blogspot.pt/2012/04/jamais-me-envergonharei-de-ser.html

  ESTE POST VAI TAMBÉM SER PUBLICADO: AQUI

domingo, 15 de abril de 2012

POKER NA TAÇA DA LIGA - Contra um adversário digno.

   O Benfica voltou a vencer pela 4ª vez consecutiva a Taça da Liga, com um triunfo justo, ante um digno adversário, que nunca se resignou a defender, foi sempre uma equipa atrevida, que jogou o jogo pelo jogo e por isso mesmo valorizou esta final que diga-se, foi um belo jogo de futebol.
    Este feito na prova, é para mim motivo de orgulho e um feito assinalável, o qual alguns tentam desprezar, como sempre que o Benfica ganha algo, mas que se fosse protagonizado por um qualquer outro clube, seria valorizado de outra maneira, daí eu dar os meus parabéns ao avançado benfiquista Rodrigo, não pelo golo que marcou, mas pelo que disse: " Se o Benfica perdesse esta final, ela era tratada como se de uma final da Champions se tratasse, como foi o Benfica que venceu, é apenas a Taça da Liga". Sintomático.
     A verdade é que esta é uma prova nova, obviamente ainda sem grande expressão, mas que todos a tentam vencer e a verdade é que ainda só Benfica e Setúbal o conseguiram, certamente e disso estou convicto, quando outros a vencerem, aí a Taça da Liga passa a ser uma grande competição, embora recorde aos menos atentos, que nela participam apenas todas as equipas das competições profissionais, pessoalmente, dá-me um enorme gozo que nem verdes e brancos, nem azuis e brancos a consigam vencer e o meu desejo é que isto se mantenha por muitos e muitos anos.
   Portanto, estou satisfeito com mais uma conquista do meu clube e acho ridículo da parte de alguns benfiquistas que não valorizem esta conquista como outros fariam se fossem eles a ganhar, obviamente não é motivo para invadir o Marquês de Pombal, mas é motivo de regozijo, daí eu chamar de otários, aqueles energúmenos que depois de uma prova conquistada, ainda se entreteram a ofenderem jogadores e treinadores, sinceramente, atitudes destas, só podem ser obra de uns autênticos palhaços, uns burros sem igual, sem desprimor para o animal.
   Eu quero aqui deixar bem claro a minha enorme alegria por esta conquista e dar os parabéns a todos aqueles que defendem o clube e dizer que ontem foi mais um belo dia no enorme historial da grande clube que é o Benfica.
       Ontem, vi o jogo num café em Carnaxide, com uma malta amiga, aquela que todos os Sábados se junta para um futebolada, seguida de umas boas minis, quando um daqueles indivíduos ressabiados por ver o Benfica onde gostava de ver o seu clube e logo no alto da sua sabedoria saloia, começou a querer desprezar a presença do Benfica nesta final, dizendo que esta era a Taça Lucílio, pois bem, logo lhe disse para olhar bem para a televisão, para ele me dizer onde estava o Lucílio, mas ele, continuou a balbuciar palavras sem nexo, então insisti, perguntei-lhe quantos jogos apitou Lucílio ao Benfica nas 3 últimas edições desta prova, ao que ele respondeu - "não sei", repliquei: - "então deveria evitar dizer disparates".
     Não satisfeito, o indivíduo insistia com a Taça Lucílio, pelo que para terminar a conversa lá tive que lhe dizer - "Pronto, se insiste tem razão, mas registo com agrado, que pelo menos o Benfica não tem espiões de árbitros, agora imagine se os tivesse, então aí é que eram Lucílios com fartura".
   Escusado será dizer que sem argumentos o indivíduo bateu em retirada e eu lá continuei a beber umas minis e a ver o nosso Benfica a erguer mais uma Taça, que diga-se é de grande beleza.


  

sexta-feira, 13 de abril de 2012

PAULO PEREIRA CRISTOVÃO - Chefe de uma rede?

    Certamente ainda muita tinta irá correr neste caso Cardinal, cujo protagonista principal é Paulo Pereira Cristóvão, mas certamente e como usual neste país, a culpa morrerá solteira e será a impunidade a festejar.
     Reafirmo antes de mais, a minha estranheza pelo pouco desenvolvimento dado a este caso pela imprensa desportiva, a qual se limita a contar a história de um depósito na conta do árbitro assistente José Cardinal num banco da Madeira e pouco mais, já o generalista Correio da Manhã vai muito mais longe, passo a contar:
     Segundo a imprensa desportiva, este senhor Paulo Pereira Cristóvão, que desde cedo mostrou de que espécie de trata, tentou montar uma armadilha a José Cardinal como forma de o Sporting poder mostrar-se como vítima de um sistema que jogava contra si, saindo o tiro pela culatra ao ex - Judiciária.
    Pois bem, a imprensa generalista vai muito mais longe, fala de uma rede, cujos funcionários da sua empresa de "Business Inteligence", ou seja de serviços de inteligência, perseguiam e investigavam a vida privada dos árbitros da 1ª categoria, para que no futuro pudesses ser chantageados e condicionados na sua acção no que aos jogos do Sporting dissesse respeito, ou seja, o esquema estava montado, mas por um erro crasso que foi o depósito em conta bancária, o golpada foi descoberta cedo demais, ora para um serviço de inteligência, o seu líder não podia ter sido mais burro. A isto chama-se ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA
   Mais, enquanto a imprensa desportiva procura desde logo desresponsabilizar o clube leonino, o Correio da Manhã afirma que este tipo de serviço era do conhecimento do líder do Sporting Godinho Lopes, o que a confirmar-se é muito grave, porque estava a ser preparado um esquema mafioso para controlar a arbitragem portuguesa, quanto mais não seja pelo medo.
   A confirmar-se tudo isto, algumas questões me saltam à cabeça, não é no mínimo coicidência que tenha vindo a lume na Internet os dados pessoais e as moradas da maioria dos árbitros de 1ª categoria e termos agora conhecimento do esquema montado por esta personagem?
   Será o Presidente do Sporting assim tão inocente e distraído que não sabia o que o seu vice - presidente, sempre tão próximo de si fazia?
    Não será crível que tenha sido essa personagem o autor moral do incêndio provocado na Luz, até pelas declarações por si feitas antes e depois do derby?
    Pois bem, são questões que espero um dia ver esclarecidas, embora com a consciência plena que a impunidade mais uma vez vai imperar, aliás conforme já li em alguns sítios, gostaria imenso que o Benfica pedisse à Polícia Judiciária para confrontarem as imagens do autor do fogo na Luz, com as do autor do depósito, seria curioso verificar se era ou não a mesma pessoa, porque o mandante penso eu, já ninguém tem dúvidas de quem foi.
    Termino apenas dizendo que lamento não ver por parte da direcção do Sporting um firme repúdio as acções do seu vice - presidente, ao não fazê-lo, se calhar, está a dar mostras que o clube não está assim tão inocente neste processo e que o esquema montado era pelo menos do conhecimento do seu Presidente, motivo pelo qual Godinho Lopes está comprometido em atacar e condenar de forma veemente a acção deste senhor que tal como Vale e Azevedo não foi digno de representar um clube da grandeza do Benfica, também ele não é digno de representar uma grande instituição como o Sporting.
    Digo isto, porque segundo o "Correio da Manhã", O Sr. Cristovão tinha uma empresa de detectives que investigava os árbitros e era o clube que pagava esses serviços, o que a ser verdade é demasiado grave para passar impune.
    Posto isto, apenas temo que caso tenha conhecimento deste post, os seus capangas também me venham vasculhar e sei lá mais o quê, é que este homem parece ser capaz de tudo e tudo é mesmo tudo.
   

quinta-feira, 12 de abril de 2012

DEPOIS DO ADEUS AO TÍTULO - Confirma-se a corrupção no futebol nacional.

    Regressado de umas mini férias que tão bem me souberam, começo o post com um pequeno comentário ao derby que o Sporting venceu por 1 a 0.
   Antes de tudo, os parabéns à equipa leonina, pois em futebol jogado foi um justo vencedor, foi a única equipa a criar oportunidades de golo e que soube tirar proveito da desorientação do Benfica após sofrer o golo, aliás, este Sporting da era Sá Pinto é uma equipa solidária e que defende muito bem com toda a gente atrás da linha da bola, por esse motivo, quando se coloca em vantagem é terrível dar a volta ao resultado, mas o invés também se aplica, ou seja, quando em desvantagem no marcador, é uma equipa que tem dificuldade em assumir o jogo e dar a volta a resultados.
    O Benfica há que reconhecer esteve muito, mas mesmo muito aquém do que pode e sabe, é claramente uma equipa em défice físico e psicológico, só assim se entende a sua incapacidade após estar em desvantagem no marcador, no entanto, para além destes factos reais, mais uma vez, como em todos os momentos chaves da temporada, o Benfica foi claramente prejudicado por uma arbitragem tendenciosa e vergonhosa, com um objectivo claro, beneficiar uma equipa não interveniente neste jogo, resolvendo desde já as contas do campeonato, fazendo mais uma vez o Porto campeão à Porto e como só ele sabe.
     Antes de esmiuçar alguns dos casos do jogo, sem entrar em muitos pormenores, devo frisar que é lamentável que nem sequer o Conselho de Arbitragem proteja os árbitros, porque a nomeação de um árbitro do Porto para um jogo desta importância e quando o Benfica discutia o título exactamente com o Porto, é desde logo um atentado à suspeição e era evitável, foi inacreditável que Soares Dias não quisesse ver um atropelo claríssimo de Polga a Gaitan, que tenha visto uma mão de Luisão na gola de Wolfswinkel e não tenha visto o mesmo Luisão a ser puxado e repuxado na área do Sporting, que consiga expulsar Luisão e deixe João Pereira distribuir porrada do princípio ao fim do jogo, enquanto se entretinha a mostrar amarelos por qualquer falta de um jogador que vestisse de vermelho, foi lamentável e teve clara influência no desenrolar do jogo, deixando no ar a questão e se o penalti sobre Gaitan fosse assinalado e o Benfica se colocasse a vencer por 1 a 0 no 1º minuto? Será que se falaria do mesmo jogo e do facto de Jorge Jesus ter o seu lugar em risco?
    Mudando as agulhas, parece que a corrupção está de volta ao futebol nacional, isto para a imprensa, porque para mim é claro como a água que ela nunca deixou de existir, conforme tantas vezes aqui disse, lamento e registo com muito desagrado é que os jornais desportivos não dêem o devido ênfase à corrupção no futebol português e tenha de ser a imprensa generalista a fazê-lo, será que estão de tal forma comprometidos com isso que não lhes interesse aflorar a questão? Pelo menos é a ideia que o seu silêncio transmite.
    Ao que consta, a investigação da Polícia Judiciária vai muito para além do depósito efectuado na conta de José Cardinal, antes do jogo Sporting - Marítimo para a Taça de Portugal que levou à sua exclusão do jogo de Alvalade, é mais abrangente e grave, assim como é grave que esse senhor após as suspeitas e da sua nomeação ter sido retirada desse jogo, tenha continuado a desempenhar as suas funções por esses campos a fora, mandaria o bom senso e a lisura de processos que até ao fim de todo o processo não mais apitasse.
   Soube-se ainda à pouco que a Polícia Judiciária está em Alvalade a fazer buscas, sinceramente doa a quem doer que se apurem os culpados e desta vez, ao contrário do caso apito dourado, que se punam fortemente os culpados e não se pactue com a corrupção, que desta vez se aproveite para limpar o nosso futebol, correndo com esta cambada de corruptos que está a matar o futebol em geral.
   Contudo e apesar de alguns benfiquistas irem discordar desta ideia, estranho que as movimentações da Polícia Judiciária tenham como destino Alvalade, não que eles sejam mais sérios que os outros, vê-se agora que não o são, mas porque a verdade é que não me parece muito razoável que uma equipa que esta temporada até teve bastante razão de queixa dos árbitros, seja ela a estar sob suspeita, sinceramente, é minha convicção que os verdadeiros criminosos e corruptos do futebol português estão mais a Norte, só que infelizmente, a Polícia e os tribunais do Norte ao contrário dos do Sul, parecem comprometidos com o poder instalado e com medo de agir, dando a impressão que têm telhados de vidro.
   Inclusive, ninguém me convence do contrário, esta arbitragem vergonhosa de Alvalade, em nada serviu para beneficiar o Sporting, mas sim um terceiro clube, assim como estou convencido que no Benfica - Braga, nunca se assinalaria o penalti indiscutível sobre Bruno César se o Braga não estivesse à frente do Porto, até porque como disse e muito bem o Artur e os últimos jogos confirmam esse facto, para se marcar um penalti favorável ao Benfica é preciso mandar alguém para o hospital e contra basta um sopro.


  ESTE POST VAI  TAMBÉM SER  PUBLICADO AQUI : http://topfutebol.com/

sexta-feira, 6 de abril de 2012

BOA PÁSCOA - É o desejo da Catedral.

    Caros amigos, a Catedral do Desporto vai fazer uma pequena pausa para descanso do guerreiro, vou aproveitar uns dias de férias e vou até à zona de Viseu descansar um pouco, usufruir da natureza circundante e aproveitar para fazer uma das coisas que muito gosto, fotografia.
    Vou deixar o futebol de lado e vou andar por aquelas serras e busca de pequenos paraísos e belas paisagens naturais e usufruir da sua beleza, guardando-a em fotografia.
    Por isso e até 4º feira a Catedral fica encerrada e qualquer comentário ao derby de 2ª feira fica guardado para essa data.
    Resta-me então desejar a todos vocês uma BOA PÁSCOA e que tudo vos corra pelo melhor.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

ROUBO EM LONDRES - Abramovich também sabe onde investir.

   Como podem ver pela hora do post, neste momento o Chelsea - Benfica está no intervalo, mas perante tamanha evidência, perante um roubo tão descarado, nem me vale a pena ver mais, facilmente se percebe que esta eliminatória estava inquinada e nem um Benfica que tão bem está no jogo poderia em caso algum ganhar.
   Mais comentários para quê? É a UEFA no seu melhor, a mostrar que é a maior casa de corrupção do futebol, como se constata vezes sem conta, como tal, poderia ela ter algum pingo de moral para correr com quem fosse das competições europeias por casos de corrupção? Claro que não.
    A conclusão é simples, o Benfica não tem expressão para a UEFA e já foi até onde podia, Abramovich sabe bem onde investir e faz-me lembrar alguém bem conhecido cá do burgo.
   Portanto, hoje em dia a impunidade permite tudo, esses senhores estão acima da lei e o futebol já não é um desporto, os únicos que ainda o sentem como tal são os adeptos, para os chulos da UEFA e da FIFA, outros valores se levantam, há muita coisa em jogo e sobrepõem-se os interesses financeiros aos desportivos.
   Não sei o que vai acontecer na 2ª parte, mas desde já o meu obrigado aos jogadores do Benfica, perante tamanho roubo estão a ser uns heróis enormes e dignos da camisola que estão a vestir.

APÓS O FIM DO JOGO: FOMOS GIGANTES, FOMOS BENFICA, ESTOU ORGULHOSO, CONTRA UM ROUBO ENORME, O BENFICA FOI GIGANTE E SE EM ALGUM LADO, LER ALGUMA CRÍTICA SEJA A QUEM FOR, DEPOIS DA ATITUDE SIMPLESMENTE GENIAL DE TODA A EQUIPA, PERCO A EDUCAÇÃO E MANDO-OS PARA A P.....
    PARABÉNS TAMBÉM AOS BRILHANTES 3000 ADEPTOS EM LONDRES, GENIAIS, O CÂNTICO MICHELE PLATINI FOI FANTÁSTICO, TAMBÉM ESTOU ORGULHOSO DELES.

Esta eliminatória foi ganha pela figura desta foto, PLATINI, A ELE OS MEUS PARABÉNS.

terça-feira, 3 de abril de 2012

DEPOIS DO BRAGA O CHELSEA - Num Benfica non-stop.

   O Benfica anda numa roda viva, jogos atrás de jogos, um verdadeiro non-stop, a colocar a equipa no limite da sua capacidade física.
    O Benfica teve um jogo intenso e de grande qualidade frente ao Braga, que demonstrou ser também uma grande equipa, com a vitória por 2 a 1  surgir ao cair do pano e com uma arbitragem de tal modo isenta, que a falta de hábito nos adversários, faz com que considerem ter sido em prejuízo para o Braga, portanto, para eles, as arbitragens nos jogos do Benfica devem ser iguais as dos jogos em Coimbra e com o Porto, esse é o seu conceito de isenção para os nossos jogos e não me espanta que assim seja.
    Um dado curioso de registar é a contradição naquilo que os adeptos do futebol português dizem em relação às arbitragens nacionais, cuja contradição varia consoante a cor das camisolas, por exemplo, ouço constantemente gente de todos os clubes defenderem que os nossos árbitros apitam a tudo e a qualquer toque, mas depois dizem que um simples contacto do braço de Javi em Lima é penalti, se fosse ao contrário já não seria, afinal em que ficamos? Querem que os nossos árbitros deixem de apitar a qualquer toque ou não? Haja ao menos coerência.
   Para mim, nem o Javi faz penalti, nem Paulo César sofre qualquer falta no livre do golo da igualdade bracarense, assim como o infantil penalti de Elderson não oferece qualquer discussão, pois ele falha a bola e manda uma tremenda cabeçada em Bruno César.
   Para aqueles que defendem que não é penalti, deixo uma pequena questão, um defesa adversário vai aliviar uma bola na área ao pontapé e um jogador adversário antecipa-se e chega primeiro à bola e o defesa acerta-lhe um pontapé ainda que involuntário, é ou não penalti?
   Pois bem, este lance de Elderson é igual, só que em vez do defesa ira aliviar a bola com um pontapé, ia aliviar com um cabeceamento, falhando a bola e dando uma cabeçada ao adversário, então qual a diferença?
   O facto do beneficiado ter sido o Benfica e isso meus caros, para alguns faz toda a diferença, a análise de lances semelhantes é feita de modo diferente, mas enfim, como se costuma dizer, vozes de burro não chegam ao céu.
   No entanto, tenho a certeza de uma coisa, e concordo com os adeptos dos nossos rivais, neste jogo o Benfica foi beneficiado. E porquê?
   Porque tenho a certeza que se o Braga não fosse à frente do Porto e estivesse em 3º ou 4º lugar, o lance sobre Bruno César não seria assinalado e o do Javi seria, disso meus caros, tenho toda a certeza, o azar é que desta vez não era do interesse do poder instalado prejudicar o Benfica.
    Regressa amanhã a Liga dos Campeões e como é bonito ouvir aquela música com os jogadores do Benfica alinhados, algo que aqueles que se vangloriam no alto do seu 5º lugar que são eles que vão decidir o campeonato como se isso fosse um feito notável, como se estivessem a discutir fosse o que fosse, enfim, cada um se orgulha do que pode, não vão voltar a ouvir na próxima época e mais grave, com consequências financeiras imprevísiveis para aquelas bandas.
     Depois do mau resultado na Luz, o Benfica tinha desde logo uma árdua missão em Londres, mas esta ficou ainda mais complicada fruto das lesões nos centrais do Benfica, o que vai obrigar a algumas adaptações, seja como for, por ser o Benfica, tenho sempre esperança num bom resultado, mantendo contudo os pés assentes no chão, consciente que só um enorme Benfica conseguirá inverter a eliminatória, mas ao mesmo tempo muito tranquilo e orgulhoso da já de si boa performance nesta prova.
    Aguardemos então pelo desfecho da eliminatória, num jogo que se prevê interessante e equilibrado, mas onde não se pode esconder o favoritismo do Chelsea, cabe a palavra aos artistas. 
 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista