terça-feira, 13 de julho de 2010

BENFICA - E o regresso das goleadas.

--- Mais um jogo treino, mais uma etapa na integração dos novos jogadores e o regresso do Benfica forte e goleador ao activo.
     Estou certo, que ao contrário da temporada passada, os adeptos de outros clubes, vão ser muito mais reservados nas apreciações a este Benfica e com  toda a certeza, não vão dizer que o Benfica só ganha na pré-época, ou que neste caso, só goleia na pré-época, é que na temporada passada esse era o seu tipo de conversa e a resposta foi a que todos conhecem.
   Mas, como sempre digo, para mim esta fase da temporada, sendo a mais importante para que a equipa crie as suas rotinas, ensaie o que vai fazer nos jogos da Liga e integre os novos atletas, é aquela em que os resultados menos interessam e menos me dizem, o que no fundo é importante, é perceber de que forma a equipa vai assimilando as ideias do treinador e neste aspecto, até ver, o Benfica tem a vantagem de manter a espinha dorsal da equipa e com isso, os jogadores já saberem e estarem perfeitamente identificados com as ideias do treinador, facto este, que tem sido evidente nesta estágio, especialmente neste último jogo.
    Mesmo com as ausências de 6 jogadores, todos eles de grande importância na estratégia da equipa, já que a maioria são potenciais titulares, este Benfica, apresenta princípios de jogo muito sólidos e com os jogadores já a saberem de cor o que se pretende, daí, mesmo sem a velocidade necessária, sem a capacidade de recuperação e com os índices físicos ainda longe do ideal, já se consegue ver excelentes movimentações atacantes, assentes em movimentações rápidas, trocas de bola a primeiro toque, com o jogador que faz o passe, a desmarcar-se de seguida ou para voltar a receber a bola, ou para criar espaços de penetração.
    Portanto, há que continuar a evoluir, principalmente os novos jogadores, onde Gaitan, na minha opinião, mostra ser um jogador dotado de uma capacidade técnica notável, mas muito mais talhado para jogar em zonas centrais do terreno, onde certamente será uma mais valia, estando muito longe de ser o substituto de Di Maria, pois as suas características, em nada se assemelham ao do extremo que muitas saudades me vai deixar, julgo mesmo, que a grande lacuna deste Benfica assenta na ausência de um desequilibrador nato como o nosso ex-menino de ouro, é preciso no mercado, arranjar um extremo forte no 1x1, capaz de criar rupturas nas linhas defensivas adversárias, com velocidade de penetração e que no fundo, seja ele o desestabilizador da equipa adversária quando a equipa em si não funciona, ou seja, alguém que imite o melhor possível aquilo que o Di Maria representou na temporada passada.
   Em relação aos outros reforços, julgo que tanto Jara, como Fábio Faria, não sendo jogadores para uma entrada imediata no onze, serão certamente opções muito válidas em alguns jogos, já Roberto, depois da tempestade do jogo do Sion, mostrou algum natural nervosismo, o qual foi perdendo ao longo do jogo e à medida que ganhou confiança e com o tempo, parece-me a mim, que será um grande número 1 e um guarda-redes que quando devidamente entrosado com os seus companheiros e enquadrado na filosofia de jogo do Benfica, representará uma enorme mais valia que obrigará muita gente e infelizmente muitos benfiquistas incluídos, a engolir tudo o que tão prontamente vieram a terreiro dizer, embora, ache que 8,5 milhões representa muito dinheiro para esta posição, mas, só o tempo dirá se foi ou não um bom investimento.
   Ficou ainda claro neste jogo que Luís Filipe terminou o seu ciclo no Benfica e que Filipe Menezes é um jogador que deveria rodar numa equipa da 1ª liga, pois tem um enorme potencial que apenas precisa de jogos e mais jogos, algo que neste momento o Benfica não lhe pode dar e muito fortes estariam as equipas da nossa Liga se não quisessem um jogador deste calibre, seria sinal que teríamos equipas de enorme qualidade, o que sinceramente não me parece ser o caso.
   4 a 1, faz sempre bem ao ego, dá confiança aos jogadores e no fundo representa o resultado de todo um trabalho e da evolução natural de uma equipa, que se deseja em plenas condições no dia 07 de Agosto, para que um tal de James Bond, ou Rodriguez, perceba que foi redondamente enganado na questão do melhor clube português.  
    Para terminar, uma palavra aos imensos imigrantes benfiquistas, incansáveis no apoio à equipa e no fundo a serem o retrato daquilo que o Benfica representa e que deixa espantados todos aqueles que vestem o manto sagrado.
     Eles estão nos jogos e nos treinos, orgulhosos por ali terem os seus ídolos, por isso, julgo que ter sido ainda mais fantástica esta exibição, como forma de retribuir todo o calor humano destes nossos compatriotas.

5 comentários:

Manuel Oliveira disse...

Jotas, muito bom jogo-treino. Na 1ª houve algum equilíbrio depois os gregos deram o berro e passeámos!
Para quem fez 3 treinos diários e 3 jogos em 4 dias, está bom demais.
E as goleadas são importantes para moralizar as nossas tropas e desmoralizar as inimigas. Eles têm de ter medo, muito medo!!!

Flip Nunes disse...

Epa.. as goleadas re-aparecem !
Sera que isto ira correr tao bem como no ano passado??

Saudaçoes Benfiquistas !

magalhães.Sad.SLB disse...

Bom Dia Jotas,

Na globalidade concordo com a tua apreciação. Quanto ao Gaitán: Parece ter potencial, de facto, mas por ser jovem e não ter experiência Europeia temos de lhe dar tempo. O nosso mister, como homem inteligente que é, percebeu isso e tem lhe dado bastantes minutos mas importa não esquecer que Di Maria só mostrou o seu melhor futebol na 3.º época...

Ontem o jogo foi melhor, mais solto, mais veloz e com algumas boas jogadas de entendimento.. estamos no bom caminho e faltam os Reforços: Rúben Amorim, Coentrão, Ramires, Luisão, Cardozo e Maxi... Com estes vamos melhorar ainda mais.

Glorioso Abraço.
RF

portuguesesnoestrangeiro disse...

Agora começa a 2ª parte da pre epoca, com torneios mais a serio, onde já se espera mais qualquer coisa.


http://portuguesesnoestrangeiro.wordpress.com/

Bimbosfera disse...

Boas. Belo post, e concordo com quase tudo.
Sobre o facto mencionado pelo caro MagalhãesSAD, há que ver que Di Maria teve, na primeira época cá em Portugal, 3 treinadores. Ao fim de um jogo oficial já o treinador que o tinha ido buscar estava a ver de trabalho noutro lado. Viu-se grego (ehehehe, teve que ser!) Fernando Santos com o Vieira. Depois Camacho foi apostando nele, mas há um segundo factor a adicionar, tinha 18/19 anos, Di Maria, e não tinha peso, efectivo, no corpo. Era um miúdo. Tinha talento, mas não tinha condições de o por em prática. Foi lançado numa pré-eliminatória na Champions. Nem sabia bem onde estava. Andava aparvalhado. Ele e o Coentrão, que, se não me engano o substituiu nesse jogo, ainda antes de chegar o Cebola Mole (credo, que eu até gosto dessa banda!) e o Maxi. Agora, Gaitan, já vem com a idade que Di Maria saiu. Já tem muito mais experiência profissional. Tem uma equipa consolidada e um treinador competente (não que os outros não fossem, mas este tem estabilidade!) e poderá já esta época mostrar o que vale. Aliás, no Porto recente, muitos mostraram logo o que valiam, pois a equipa tinha estabilidade, estabilidade essa que está agora do nosso lado.
De resto... Foi um jogo em que já se viu um pouco, como lhe disse lá no seu blog, dizia eu, em que se viu um pouco do Benfica do ano passado e do que se espera este ano, e, para não ficar atrás, o Sporting fez questão logo de mostrar o que mostrou no ano passado no seu jogo e que, presume-se, se espere este ano, ehehhe.
Aliás, segundo Paulo Bento, era começarem os bons resultados cá deste lado que aumentavam as depressões lá daquele, ehehhe!
Está tudo dito, creio!

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

Bimbosfera.blogspot.com

 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista