segunda-feira, 31 de maio de 2010

EM TEMPO DE CRISE, TEM A PALAVRA O POVO


quinta-feira, 27 de maio de 2010

PEQUENAS PÉROLAS - O que eles foram dizendo durante a temporada.

Os disparates que eles foram dizendo, está simplesmente fantástico.
Leiam …estas pérolas !!!!

Parece o vira o disco e toca o mesmo. O F.C.Porto continua a ser o grande
favorito a dominar a nova época que aí vem, a nível interno.
Miguel Sousa Tavares, 21 de Julho de 2009

Eu sei que ainda é cedo para tirar conclusões, e não é meu timbre
embandeirar em arco, mas gosto da nova equipa do F.C.Porto. Quer-me parecer
que temos uma equipa muito lutadora, e na boa tradição das velhas equipas
portistas, com jogadores que dão tudo o que podem e que se esfarrapam, para
conseguirem ganhar cada bola, cada duelo. Pelo que me foi dado ver, chegou
mais um lote de jogadores com essas características. Teremos pois, nesta
nova época, uma equipa de classe, com diversas alternativas
Pôncio Monteiro, 31 de Julho de 2009

Ao fim da 2ª jornada da liga Sagres já se podem tirar algumas conclusões.
Uma: O F.C.Porto é, dos três grandes, a equipa mais consistente. Outra:
Perante equipas mesmo inferiores à sua no papel, o Benfica de Jorge Jesus
não vai lá. Aimar, Saviola e Di Maria não são, como já o vêm demonstrando há
muito, jogadores de campeonato.
António Tavares Teles, 25 de Agosto de 2009. (para quem não sabe é aquele jornalista bandido do caso do Deco que vem nas escutas)

Hulk não sabe jogar de costas para a baliza. Além disso, parece ter
entendido mal os recados do treinador e o mais que dele se viu foi que se
entreteve a adornar as jogadas, a tentar quaresmices e a simular faltas.
Rui Moreira, 25 de Setembro de 2009

O Porto conseguiu três vitórias consecutivas e a equipa dá sinais de ter
amadurecido, começando a esquecer-se de Lisandro e Lucho.
Rui Moreira, 9 de Outubro de 2009.

Ao contrário do que alguns dão a entender, o grande adversário do F.C.Porto
no campeonato é o Braga e não o Benfica.
Pinto da Costa, Outubro de 2009

Gostei de ver Hulk sentado no banco. Talvez lhe devessem ter explicado que
fora preterido por causa dos seus tiques e individualismo das suas
simulações. Talvez assim tivesse optado por uma outra oportunidade de jogar.
Em vez disso, Hulk foi de pequena utilidade quando entrou.
Rui Moreira, 27 de Novembro de 2009

O facto de o Porto estar mais forte, ter tantas opções e parecer mais à
vontade fora de casa é muito animador.
Rui Moreira, 11 de Dezembro de 2010

O Benfica que se cuide. Não é lá por se auto-proclamar de maior candidato ao
título deste ano que vai conseguir lá chegar.
Miguel Sousa Tavares, 16 de Dezembro de 2009

Uma desilusão. Desconcentrado, desconsolado, conflituoso. Esperava-se que
criasse embaraços à defesa benfiquista. A inspiração jamais foi a desejada,
sendo que, aqui e ali, até abusou do individualismo.
Rui Moreira, 21 de Dezembro de 2009, sobre Hulk, a seguir ao Benfica-Porto e antes de
serem tornados públicos os incidentes do túnel da Luz.

Os reforços desta época foram feitos com alguma dose de unanimidade. Foram
escolhas que reflectiam um conjunto de carências que tinham sido analisadas
pelo clube. Não foram reforços numa óptica de curto prazo, antes pelo
contrário são reforços para o futuro.
José Eduardo Bettencourt, 22 de Dezembro de 2009

Nós vamos a partir de hoje aqui solenemente dizer-lhe, interpretando o
pensar dos treinadores aqui presentes, dos jogadores aqui presentes, que nós
queremos este ano dedicar a vitória no campeonato a si, José Maria Pedroto.
Pinto da Costa, 7 de Janeiro de 2010

Caiu bem a promessa de oferecer este campeonato a Pedroto
Miguel Sousa Tavares, 12 de Janeiro de 2010

Há muita gente a querer ganhar, mas no fim só há um vencedor. Neste momento,
pragmaticamente, o quarto lugar é o nosso objectivo. Se o Paulo Bento cá
estivesse, faríamos uma grande dupla, porque seríamos dois a dar o corpo às
balas.
José Eduardo Bettencourt, 12 de Fevereiro de 2010

Todos os anos têm-me dado gozo ganhar. Mas este ano vai dar-me ainda mais.
Confesso que esta época vai dar-me claramente mais gozo ganhar.
Jesualdo Ferreira, 13 de Fevereiro de 2010

Somos Porto e vamos continuar a ganhar.
Nuno Espírito Santo, 20 de Fevereiro de 2010

Viemos à Luz só para evitar que o Benfica seja campeão. Queremos tirar-lhes
o título e dá-lo ao Braga.
Fernando Mendes, dirigente da Juve Leo, 13 de Abril de 2010

Se o Sp. Braga for campeão nacional, vou a Fátima a pé e levo o António
Salvador comigo. E sou capaz de tomar banho na fonte luminosa em tronco nu e
tudo. O Braga vai à Madeira ganhar ao Nacional. Como o Benfica está
claramente a enfraquecer, acredito que vamos ser campeões.
Mesquita Machado, presidente da Câmara de Braga, 3 de Maio de 2010.

Se o Benfica ainda não é campeão é porque alguma coisa está para acontecer.
Vamos ganhar o jogo, vamos marcar cedo como é nosso costume e cada ataque do
Rio Ave vai pôr os corações a bater mais rápido. Alguma coisa boa está para
nos acontecer.
Domingos Paciência, treinador do Braga, 7 de Maio de 2010

Perante tanta coisa hilariante e divertida, com tanta contradição à mistura, apenas posso acabar este post assim:
 
Para quem tinha o túnel da Luz, como a razão de tudo o que de mal correu ao Fc do Porto, o despedimento de Jesualdo, parece-me mais, como um acto de confissão, em que afinal a razão do inêxito do Porto não foi nenhum túnel, sob pena, de estarmos aqui sobre uma forte contradição.
Jotas, in "A Catedral do Desporto", 27 de Maio de 2010.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

AS AMEAÇAS A ÁRBITROS - Fracos os que se deixem condicionar por isso.

  --- De tudo tem sido feito no sentido de tentar desvalorizar a conquista da edição 2010/11 da Liga Portuguesa, por parte do Sport Lisboa e Benfica, a capacidade de encaixe dos adversários tem-se revelado fraca e permeável, o que é um indicador extremamente positivo das suas fragilidades, parece mesmo que há uma manobra concertada no sentido de se tentar tirar o título benfiquista, o pior é que os argumentos usados para tal estão feridos de morte logo à nascença e revelam uma tremenda falta de substância, muito à semelhança dos argumentos usados por alguns para classificar a vitória benfiquista.
    Depois de uma frustrada e inócua a tentativa de arranjar um caso kardec, vem agora a público uma investigação da Polícia Judiciária, em virtude a coacção por ameaças a alguns árbitros de futebol do nosso escalão principal.
   Devo desde já dizer que muito fraco e permeável se revela aquele que se deixa pressionar com sms ou mensagens por voz através de telemóvel, se os árbitros se deixam condicionar por essa acção, então o panorama torna-se bastante mais grave, sabendo-se como se sabe da constante pressão que sofrem semanalmente por parte dos dirigentes dos clubes envolvidos nesta competição, pois quem condiciona uma arbitragem de um jogo via pressões sofridas por sms, muito mais se sentirá condicionado pelas pressões in loco de treinadores, jogadores e dirigentes e assim sendo não têm perfil nem capacidade para ser árbitros, muito menos de 1ª categoria.
   Não quero com isso desvalorizar essas supostas pressões, acho lamentável e condenável, até porque estamos na presença de um crime tipificado e punido pelo Código Penal, quero apenas dizer que não acredito que tenha havido qualquer tipo de desvirtuamento da verdade de um jogo por essa razão.
   Mas o curioso no meio de tudo isto é que mal saiu a notícia, logo se apressaram os ressabiados do costume, a associar tais actos com os adeptos do Benfica, sempre ansiosos por falar do Benfica, os ressabiados, afirmaram logo de forma peremptória que foram os malandros do Benfica, a estar por detrás de tudo isto, afirmando logo em seguida que só assim é que conseguem ganhar campeonatos e tal, enfim um manancial de disparates useiros e vezeiros naquelas bocas, que só os faz dia após dias serem cada vez mais ridicularizados e enxovalhados, mas eles gostam e sendo assim nada a opor.
   Pois bem, afinal de contas, não são apenas e só adeptos do Benfica os 8 suspeitos de tais mensagens telefónicas, segundo se apurou, são adeptos de vários clubes, os 3  grandes incluídos, o que faz cair por terra toda e qualquer teoria de orquestração por parte do Sport Lisboa e Benfica, para ganhar vantagem com as arbitragens.
   Na verdade o que se passou, é que uns quantos adeptos de vários clubes, ao terem acesso aos números de telemóvel de alguns árbitros, depressa se apressaram a ter brincadeiras de mau gosto, com ameaças aos mesmos e nada mais do que isso.
   No meio de tudo isto, há uma questão que me parece pertinente e que deve ser levada em linha de conta, como é que esses adeptos souberam e de que forma obtiveram os números privados de telemóvel dos árbitros implicados? Isso sim é que urge apurar, é que eu não consigo aceder a esses números. 

quinta-feira, 20 de maio de 2010

BENFICA E O VÍCIO DE VENCER - Entre outros assuntos.

--- De facto este Benfica ganhou um vício fantástico para os seus adeptos e terrível para os seus adversários, o vício de vencer, mostrando que quer acabar a temporada como a começou e que as suas 2ªs linhas também têm valor, em alguns casos mais valor que a 1ª linha de alguns clubes.
       A vitória por 4 a 0 sobre o New England Revolution, na estreia do novo equipamento(que é lindo e cujo azul da TMN a mim não me incomoda nada), com jogadores menos utilizados durante a temporada, demonstrou mais que qualquer outra coisa, que o clube pode estar descansado em relação ao seu futuro, pois tem ali imensa matéria prima para trabalhar e fazer evoluir.
  Mas mais importante que ganhar este jogo, foi o convívio com os emigrantes portugueses nos Estados Unidos, estarem junto do campeão nacional, é para eles um enorme motivo de orgulho e felicidade e é muito bom notar nos atletas essa responsabilidade e disponibilidade, numa altura em que naturalmente já só pensam no dia em que vão iniciar as suas férias.
   Falta um jogo para  equipa do Benfica terminar esta sua fantástica temporada, será contra o Panatinaikos da Grécia, equipa dos nossos bem conhecidos Katsouranis e Karagounis, que estarão certamente ansiosos por rever os seus antigos companheiros.
   Para além disto, foi fantástico ver que durante a presente temporada, o Benfica foi o 10º clube europeu com mais assistências, com uma média superior a 50 mil espectadores, marcante e em Portugal, só ao alcance deste clube gigante do nosso futebol.
   Esta semana ficou ainda marcada pela tomada de posse de Pinto da Costa em novo mandato, 30 anos à frente de um clube, para quem está constantemente a falar em Salazar não é propriamente um exemplo de Democracia, mas ele lá vai seguindo impunemente o seu caminho e desta vez teve uma tirada sensacional: "Queremos voltar a ganhar, mas não em túneis, queremos voltar a ganhar à Porto".
  Sinceramente ao ouvir esta frase, fiquei bastante preocupado com a próxima temporada, pois todos sabemos o que significa ganhar à Porto e nem vou perder tempo a enumerar os diversos conceitos de ganhar do Porto, pois eles são do conhecimento geral e a fotografia deste emblema fala por si.
   Sabendo que Verdade Desportiva, não é propriamente um sinónimo de F.C. do Porto, temo pelo que possa fazer este clube no sentido de recuperar o campeonato, é que nesta temporada que passou, a estratégia de alianças com certos clubes, no sentido de destronar o Benfica, que cedo se aperceberam ir ser fortíssimo, falhou, assim sendo, temo que a corrupção grosseira possa voltar a grassar no futebol português, é que existem pessoas sem escrúpulos, que querem ganhar a todo o custo sem olhar a meios para atingir os fins e sabendo-se a impunidade a que foram votados, é natural que se sintam tentados a enveredar de novo pelo caminho que tão bons resultados lhes deu.
   Já que a Justiça não funciona, espero que o Benfica se aperceba por antecipação, qual a estratégia por certo menos clara, que o seu rival irá usar, pois foi por isso que o Benfica esta época conseguiu ser forte e estar preparado para todas as armadilhas que lhe foram sendo montadas, é que para Pinto da Costa, a noção de ganhar dentro das 4 linhas, é de tal forma alargada no seu conceito, que vale de tudo, desde fruta a viagens e eu só espero que contra todas as falcatruas que irão ser usadas, o FC do Porto, volte a ser o campeão do Golfe.

terça-feira, 18 de maio de 2010

AO QUE LEVA O DESESPERO - Agora inventaram esta do Kardec

--- De facto o desespero leva a que as pessoas caiam completamente no ridículo e façam figuras do mais triste que há, depois das constantes provocações, da criação de alianças, de casos e de mais uma série interminável de trapalhadas, sempre pensei que ao menos, no fim do campeonato, as pessoas acalmassem, mas não, o desespero é tanto que os leva a ter autênticas alucinações e a continuarem a inventarem casos onde eles não existem.
   Sugiro, para o bem estar dessa gente, que pelo menos nesta época de Verão e férias que aí vêm, que se esqueçam um pouco do Sport Lisboa e Benfica, pois caso contrário, ou terão sempre umas férias em constante pesadelo ou acabam mesmo por garantir um lugar no manicómio.
   Vem esta conversa a propósito de um mail que anda por aí a circular que diz que " A bomba vai rebentar", "A cobra vai morrer com o próprio veneno", entre uma série de outros disparates, a propósito de uma possível inscrição irregular de Kardec, por supostamente ter jogado na mesma época por 3 clubes, disparates esses que só podem ter origem em alguém que ficou de tal modo afectado com o êxito benfiquista, que perdeu o tino de vez.
   Este mail veio para à minha caixa, por intermédio de um sportinguista do trabalho, por engano com certeza, ou para me tentar assustar, mas bateu na porta errada, primeiro porque não me assustou, depois porque senti pena dele, no fundo e no meio disto tudo, tive apenas o trabalho de lhe explicar o regulamento é que até nesse aspecto a sua desorientação e desonestidade intelectual é gritante, pois transcrevem o artº 5º do regulamento de transferências da F.I.F.A., mas só até ao nº 3, esquecendo-se que é no nº 4 que está legitimada a utilização de forma completamente regular do Alan Kardec.
    No teor desse mail, dão-se ao desplante e a estupidez inconcebível de alguém com um pingo de inteligência, de dizerem que toda a comunicação social está manipulada pelo Benfica e por esse motivo a branquear este caso, dando-se ainda mais ao completo ridículo de comparem este caso ao de Meyong e ao do Mateus, que jogaram por 3 equipas mas todas do continente europeu, enfim um tristeza, mas que me espanta ainda mais, quando são pessoas do 4º classificado a 28 pontos do Benfica, aqueles que parecem mais preocupados e interessado nesta questão e o curioso é que na época passada se falou do caso do Hulk (também ele à semelhança de Kardec bem inscrito), mas os sportinguistas não tiveram o mesmo histerismo e esta férrea vontade de divulgar um caso que apenas existe na sua cabeça, algo que se estranha, quando na temporada transacta, seriam parte interessada, porque não ficaram a 28 pontos, mas sim em 2º lugar.
   Mas perante tamanho disparate e para colocar um ponto final num caso que só existe na cabeça dos desesperados, eis aqui a minha resposta:

   Este estúpido caso que querem criar, não passa de mais uma treta e das grandes, à boa maneira dos fracos.
   Para quem não conhece o regulamento e fala pelo que ouve dizer, nada como uma bela barbaridade para carpir as próprias mágoas.
   Lamento informar, mas isso não tem pés nem cabeça, pois como sabem ou deviam saber, o regulamento aplica-se apenas e só quando existe sobreposição de calendários, o que decididamente não é o caso, pois os calendários sul americanos em nada interferem com os europeus, ou seja, Kardec acabou a sua temporada em Dezembro no Brasil e assinou em Janeiro pelo Benfica, como tal só começou a jogar após o termino da sua temporada, ou seja é como se fosse iniciar nova época.
 Comparar com os casos Meyong ou Mateus é simplesmente ridículo, pois como sabem eles jogaram por 2 equipas europeias, sendo a 3ª o Belenenses e o Gil respectivamente. logo em 3 equipas cujos campeonatos se sobrepunham, uma vez que têm idêntica calendarização.
   Depois acho engraçado e até sui generis a emoção que isto vos vai causando, afinal de contas é natural, o Braga campeão a todo o custo era um orgasmo genial, mas contenham-se, afinal de contas o interesse de sportinguistas nisto estranha-se, pois 28 pontos é muito e era preciso o Kardec jogar praticamente 1/2 volta para que ultrapassassem o Benfica, mas vão tentando, afinal de contas quem espera desespera.
   Mas também vos digo, querem o campeonato para vocês? Pá, não há problema, a gente dá-vos a taça, talvez assim deixem de ser parvos e comecem pelo menos a deixar de fazer tristes figuras que só vos humilham e ridicularizam.
   Por fim deixo algumas pequenas questões, para aqueles que são assim tão atentos, acham mesmo que o Benfica iria conseguir abafar esta questão em toda a comunicação social? Conseguiria branquear uma situação destas caso ela fosse verdade? Sinceramente julgava que a inteligência de alguns desse para mais, mas lamento observar que o ódio anti-Benfica, no fundo a vossa única razão de viver vos tolde o cérebro e os impeça de raciocinar.
   De facto, acharem que clubes com a dimensão do Porto e do Sporting (embora este em menor escala), ou até mesmo do Braga, iriam estar em silêncio e nunca falariam deste assunto nas suas intervenções é mesmo o cúmulo do desespero e um caso puro de manicómio se calhar são vocês que alimentam isto uns iluminados que descobriram a pólvora e os responsáveis dos vossos clubes uns otários que andavam a dormir, enfim.
   Tentem lá, vá pensem bem, esqueçam por uns minutinhos o ódio ao Benfica, esqueçam o clube que vos move e absorve o dia a dia, acham mesmo credível que os clubes interessados ao verificarem qualquer irregularidade não diriam nada, não pressionavam os média e que não conseguiriam colocar o assunto nos jornais e televisão? Acham mesmo que os clubes, ao acharem que Kardec estava mal inscrito, já não tinham pedido esclarecimentos à FPF e à FIFA?  Bom, para compor o ramalhete só vos falta dizer que é o Benfica que controla a SportTV dos manos Oliveira.
    Enfim, lamento informar, eu sei que o Benfica só ganhava na pré-época, que depois só goleava os fracos, que não conseguia manter aquele ritmo até ao fim, que a sua queda era por vocês anunciada jogo após o jogo, mas para desgosto vosso o Benfica nunca caiu, mas não caiam vocês no ridículo de o querer fazer cair sem jogos.
  Deixo-vos com todo o respeito um conselho, antes de dizerem barbaridades, raciocinem, vejam se há lógica nas coisas, é que sinceramente começo a ter pena de quem por desespero já cria casos onde não existem.

P.S. já agora, quando transcreverem os regulamentos, transcrevam na íntegra e não o que vos interessa, vejam bem o artª5º e vejam lá se ele fala ou não na sobreposição de calendários.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

TAÇA DE PORTUGAL - Um Chaves de grande dignidade.

--- Terminou oficialmente a Época 2009/10, com a final da Taça de Portugal que o Porto conquistou após vitória por 2 a 1, sobre o recém-despromovido à 2ª divisão B, Desportivo de Chaves.
   Como não podia deixar de ser, este final de jogo ficou marcado pelas lamechices habituais de treinadores e jogadores do Porto, com a sua já corriqueira teoria de vitimização, primeiro com Bruno Alves a queixar-se do sr. Árbitro que o expulsou injustamente, de facto e comparado ao que fez na Final da Taça da Liga é até um crime ter sido expulso neste jogo, afinal de contas, para Bruno Alves é já um acto perfeitamente normal atingir os adversários com cotoveladas, é como aqueles indivíduos que andam a roubar e são sempre soltos pelo Tribunal, às tantas, julgamo-nos impunes.
   Depois foi a vez de Jesualdo Ferreira  queixar-se com a pouca divulgação que esta final teve e aí dou-lhe razão, não por causa do FC do Porto, pois este apenas teve o tratamento que pede, ou seja, se estão constantemente a decretar boicotes à comunicação social, não podem agora vir exigir atenção por parte destes, decidam-se de uma vez por todas se querem ou não que os jornalistas os larguem, mas sim por desrespeito ao Chaves.
  Mas caramba, mas porque raio se queixam de não lhes darem a devida importância? Afinal de contas e como ficou ontem comprovado, são os próprios portistas que não dão a importância devida ao clube, pois nos festejos do primeiro golo, imediatamente desataram a exultar o nome do Benfica, algo que nós benfiquistas também fizemos contra o Rio-Ave em que efectuamos sempre cânticos ao Benfica sem qualquer referência a outro clube e no fundo é isso que nos distingue.
    Houve de facto uma cobertura pouco mediática desta final, não ligasse casualmente a TVI e nem sabia que havia jogo, mas caramba, ninguém tem culpa que à mesma hora o capitão do Benfica, Nuno Gomes, estivesse a entregar uma camisola ao grande Xanana Gusmão em Timor e o Presidente do Benfica Luís Filipe Vieira, estivesse a ser recebido efusivamente por milhares de timorenses, que foram bem mais quer em alegria quer em número que os portistas na Avª dos Aliados.
   Mas voltando à Final da Taça de Portugal, devo dizer que à semelhança dos dirigentes, treinadores e jogadores portistas em relação aos jogos do Benfica, também eu não perco tempo a ver jogos do Porto, mas por razões bem distintas, enquanto eles não vêem os jogos do Benfica para não se sentirem inferiorizados perante tão cabal demonstração de superioridade, eu não vejo os jogos do Porto, porque me habituei a assistir a autênticos recitais de bom futebol proporcionados pelo Benfica e como a última imagem é aquela que fica, obviamente, após ter visto os grandes espectáculos que vi e que estão tão frescos na minha memória, não quis estragar tudo e ficar com uma imagem de tão mau futebol, que no fundo fez jus à qualidade de um 3º classificado da Liga Portuguesa.
    Após o jogo, consta que os festejos na Avª dos Aliados foram de tal forma efusivos, que os ciclistas se passeavam pela cidade, julgando que estavam a assinalar o dia sem carros, afinal de contas, estariam por certo mais de 10 pessoas a gritar pelo clube e 3 carros a buzinar,  bem à imagem regional do F.C. do Porto, num entanto, justiça lhes seja feita, estes festejos, foram em tudo semelhantes aos do Benfica em Machú Pichú, onde consta que também 10 pessoas festejaram efusivamente o título encarnado.
    Brilhante e efusiva parece também ter sido a recepção aos jogadores portistas no estádio do Dragão, muita bancada vazia e o ar de espanto dos atletas com tamanha recepção, consta mesmo que não fora o Bobi e o Tareco ladrar e miar, os jogadores nem davam conta que aquilo era uma festa.
   Quanto às noticias de apedrejamentos aos portistas, ao que sei é tudo mentira, o que os benfiquistas fizeram num acto de cortesia, não foi mais que devolverem aos seus donos as bolas de golfe.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

JÁ TENHO SAUDADES DAS ROMARIAS À CATEDRAL - Agora a hora é de Selecção.

--- São já muitas as saudades deste Benfica 2009/10, de ver uma equipa de ataque, com verdadeiros momentos de magia, em que por vezes parecia estar a assistir a uma verdadeira e afinadíssima sinfonia, com uma constante vibração e regalo de admiração perante a arte de bem jogar futebol.
    Confesso que me sinto imensamente feliz pelo Título de Campeão, que ansiava por tal conquista, ainda para mais com esta qualidade e demonstração de categoria.
Contudo, agora a hora parece-me de nostalgia e saudade, pois pensar que estarei mais de dois meses sem ver estes artistas a espalharem classe, é algo que me atormenta, eu queria mais, queria continuar a ir quinzenalmente à nossa Catedral, queria assistir aos banhos de multidão vermelha em todos os jogos, ao querer à raça e determinação com que os nossos adeptos empurravam os nossos jogadores, dos ambientes de festa dos domingos na Luz, enfim, saudade de todo um mar de emoções que culminaram com aquele tsunami vermelho pelas ruas de Lisboa e restante país, bem como por esse mundo onde quer que houvesse um benfiquista.
   Mas a saga terminou, falta ainda muito para voltar a ver autênticos recitais da mais bela ópera a que o país teve o privilégio de assistir, mas a ânsia de o tempo passar já mexe comigo, a esperança de um bi-campeonato está no meu coração, o prémio de ver estes artistas a terem uma presença condigna, que irá com certeza espalhar admiração e regalo nessa Europa, através da Liga dos Campeões também e que prémio merecido meus caros, a Europa do futebol merece o Benfica e o Benfica merece estar na maior e melhor montra do futebol.
    Mas há que ter paciência e lidar com a saudade e ansiedade, agora o tempo é outro, a fase dos clubes passou e outro valor se levanta, a fase de um país, a fase de Portugal, da nossa Selecção.
    É verdade que ainda não tinha abordado o tema Selecção, nem a estranha convocatória de Carlos Queiroz, porque estava ainda demasiado imbuído do espírito de campeão, porque quis ouvir, ler e tentar entender as diversas reacções a esta convocatória, de modo a tentar abordá-la mais com a razão e menos com o coração.
    Todos nós somos um seleccionador, todos nós preferimos este ou aquele jogador, é um direito que nos assiste e é nessa diferença que reside uma das maiores belezas do futebol, mas confesso que foi para mim muito complicado entender várias opções, que julgo que nenhum dos milhões de seleccionadores que Portugal tem entendeu e que muito poucos ousariam colocar nos seus 23 convocados.
     Custa-me perceber como é possível Quim, guarda-redes Campeão Nacional e menos batido da Liga, ou Patrício, totalista do Sporting, serem preteridos em detrimento de Beto, suplente do Porto, quando o seu titular não foi convocado para a selecção brasileira, e de Daniel Fernandes, suplente da potência Iraklis da Grécia.
    Estranho muito mais ver 6 centrais convocados, ver Ricardo Costa e José Castro que nunca foram seleccionáveis, terem o passaporte para a África do Sul e ver de fora Ruben Amorim, um jogador que cumpre e muito bem em várias posições e na minha opinião, no momento actual, seria a melhor alternativa à ausência de Bosingwa, ou João Moutinho, que foi sempre convocado para os jogos da fase de apuramento e agora como que misteriosamente desaparece da convocatória para o mundial, é de facto muito estranho o critério das convocações e extremamente difíceis de entender e eu quero crer que estas escolhas, não são feitas por imposições clubísticas ou de interesses de empresários, sob pena de estarmos de volta a um passado recente e de caminhar-mos de novo para um abismo sem saída.
    Sinceramente, receio, sem nisso querer acreditar, que alguma coisa não está bem explicada, pois para além do que já aqui disse, tenho ainda mais dificuldade em perceber como é possível um jogador que não figura numa lista de 50 pré-convocados, apareça agora numa lista de 30 enviada para a FIFA? Refiro-me à misteriosa aparição de Manuel Fernandes, jogador do Valência.
    Mas esta é a minha opinião, vale o que vale, mas agora acabou, quero acreditar que esta é a convocatória do seleccionador nacional e só dele e independentemente de concordar ou não, esta é agora a minha selecção e é esta que vou apoiar de modo efusivo durante o mundial, pois felizmente e ao contrário de muitas coisas infelizes que leio e ouço, há uma coisa que não consigo abdicar é do meu País e do meu sentimento bem português do qual me orgulho imenso.
   Por isso, o meu apelo é Vamos apoiar Portugal, todos junto seremos poucos, viva Portugal, rumo a uma boa presença nesta prova.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

OS CAMPEÕES DO RIDÍCULO - É só rir.

---Se é verdade que o Benfica foi o mais que justo Campeão 2009/10, como facilmente se pode constatar pelos dados concretos dos números que esta prova apresenta, outros há, que são já os verdadeiros campeões do ridículo, rir e rir muito, é o resultado ao ouvir tantos e tantos disparates, gozo, muito e cada vez mais gozo ao assistir a tamanha azia com os disparates que vão sendo ditos por pessoas que se julgam minimamente inteligentes ou até espertas,  ditos que já os fazem cair no ridículo e ser alvo da mais pura chacota.
   Não quero sequer pensar que a sanidade mental dessa gente, esteja a ser afectada pela azia, esse caso claro de Síndrome Benfica é tratável, basta por exemplo, começar a procurar problemas no seio dos seus clubes, as causas internas para os insucessos e mais importante ainda, começarem a preocupar-se com o seu clube, a falar mais dele e menos do Benfica, que reconheça-se é sem duvida nenhuma a  maior fonte de inspiração e mola impulsionadora, nos já reconhecidos e assumidos anti, que no fundo são qualquer coisa que anda ali e não sabem muito bem a fazer o quê, desde que seja para falar mal do Benfica, no fundo a sua maior razão de viver, ou seja, nota-se que vivem mais o Benfica que os próprios benfiquistas.
    Os disparates são tantos e sem pés nem cabeça, que o ridículo impera, que quando alguém vem falar em justiça sendo do FC Porto está tudo dito, no fundo, eu até compreendo, Hulk, na perspectiva portista, devia ser elevado à condição de herói,  pois ele sem duvida nenhuma, retratou fielmente a maneira do FC porto estar no futebol e a sua noção de justiça, é que no meio de tanta alusão a esse facto, ainda não vi ninguém criticar o comportamento do Hulk, o que não deixa de ser sintomático.
    Mas se o Benfica foi o campeão dos túneis, como alguns insistem em insinuar, não foi com toda a certeza o campeão do golfe, mas se é para alcunhar campeonatos, este espaço não me chega, pois não sei se hei-de começar pelo campeonato das viagens, pelo Penta da fruta, se pelos campeonatos do guarda Abel, ou mesmo pelos imensos campeonatos dos túneis, ou estarão esquecidos do mais famoso túnel do país? O túnel das Antas.
   Já de outros aziagos  nem adianta falar, a esses basta dizer 28 e a resposta fica logo dada.
   Por isso, palavras vindas de alguém que é adepto do clube que esteve ligado ao que de mais podre de passou na história do futebol português, cujo rosto mais visível dessa podridão é inquestionavelmente Pinto da Costa, estão à partida condenadas ao insucesso e ao ridículo.
   Essas pessoas virem falar em Proenças, depois do penalti do Lizandro, de Olegários, quando foi com ele que Baía passou a poder defender bolas para lá da linha de golo, essa então é de bradar aos céus.
    Mas com o problema dos aziagos e ridículos podem bem os benfiquistas, com a sua azia nos divertimos, fazemos deles alvos da chacota nacional e sendo assim só posso dizer: "Campeões, nós somos campeões", "tenham cuidado, ele é perigoso, ele é o Óscar Tacuara Cardozo", é que para aumentar a vossa azia, ainda por cima não é que foi o Cardozo a marcar os 2 golos? E olhem que não foi preciso ele atirar-se para cima de nenhum Guarda - redes, como fez o Falcão.
    Portanto, segundo algumas figuras "mui sui generis", a quem dão tempo de antena e o direito de mal opinar, o futebol é sempre puro desde que o Benfica não ganhe, as escutas foram sempre uma cabala contra o Porto, a interpretação dada pelos portistas às escutas é hilariante, e ficamos todos a saber que o futebol português nos últimos 4 anos foi cristalino como a água e que só este ano é que ficou podre.
    Enfim, mais palavras para quê, valha-me e a esses dou crédito, que as pessoas intimamente ligadas e dentro do futebol, neutrais sem paixões fanáticas a clubes, sabem unanimemente reconhecer que o Benfica foi claramente superior aos seus adversários.
   Tal constatação leva-me a questionar o seguinte: "Podíamos ser campeões sem tanta goleada? Sem o melhor ataque? sem a melhor defesa? sem o melhor marcador? sem termos mais 32 golos positivos em relação ao 2º lugar? Sim podíamos, mas não era a mesma coisa."
    Para terminar, dizer que as fotos colocadas neste post, têm como único objectivo aumentar os níveis de azia dos queridos anti, sem os quais o Benfica não seria tão grande.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

CAMPEÕES SOMOS NÓS - E com direito a bota de ouro

Foi um dia fantástico, dia 09 de Maio de 2010, o qual ficará para sempre na minha memória, isto porque no mesmo dia que o meu filho festejou o seu 10º aniversário, o Benfica conquistava o seu 32º título de Campeão Nacional.
Um campeonato ganho com inteira justiça, por muito que algumas pessoas pouco inteligentes e movidas por uma tremenda incapacidade de verem o óbvio, continuando na sua tentação de cair no ridículo, o queiram negar por todas as formas e feitios, o Benfica foi um campeão com inteira justiça.
Não me vou alongar em grandes detalhes, pois melhor que dizer é sentir e neste momento partilho o sentimento de enorme alegria de todos os benfiquistas, sem dúvida que ser benfiquista é bom, muito, muito, muito bom, ser do Benfica não é ser de Lisboa, é ser do Porto, Braga, Coimbra, de Viseu, Évora, Faro, Moçambique, Angola, Suiça, França, Estados Unidos, Canadá, Austrália, ser do Benfica é mais que ser de Portugal, é ser do mundo, algo que mais nenhum clube português consegue ser e é a constatação desse facto que lhes dói na alma, lhes faz sentir inveja e que os faz criar alianças no sentido de derrubar este grande clube, mas, por mais que tentem, o Sport Lisboa e Benfica é muito maior e mais forte que quaisquer pactos e tratados.
Foi fantástico verificar no estádio da Luz, que toda a gente gritava fervorosamente palavras de apoio ao Benfica e ao contrário de muitos outros estádios, em momento algum se assistiu a gritos de ofensas fosse a que clube fosse, sinal da nossa superioridade e que andamos em função de nós e não dos outros, o que muito me apraz registar.
De facto, todo o mundo saiu à rua, numa tremenda demonstração de força e vitalidade, é incrível a quantidade de gente que festejava. No Marquês, onde eu estive, as ruas estavam apinhadas de gente, desde o Saldanha ao Rossio, seguramente mais de 200 mil pessoas só em Lisboa saíram às ruas, foi de facto impressionante.
Lamento a incapacidade de Domingos em saber reconhecer a justiça do título benfiquista, mas, senhor da escola que é, outra coisa não seria de esperar.
Fomos campeões com bota de ouro, pois por mais que tentem, nenhum Falcão consegue ser maior que uma águia, até porque: “Cuidado, ele é perigoso, ele é o Óscar Tacuara Cardozo”.
Nós benfiquistas festejamos no túnel do …Marquês e vocês festejaram aonde?
Podíamos ser campeões, sem goleadas? Sem o melhor ataque? Sem a melhor defesa? Poder podíamos, mas não era a mesma coisa.
Incrivel de facto o desespero dos nossos rivais perante a nossa conquista, não era preciso tanto dramatismo, percebo que estivessem ansiosos, com uma réstia de esperança, mas não era preciso serem tão drásticos, vejam o vídeo da reacção dos nossos desesperados adversários enquanto nós festejávamos:
http://www.youtube.com/watch?v=9FwijCQyWKQ
--- Quanto a mim, festejei como gente grande, desde a nossa Catedral até ao Marquês de Pombal e bebi bem, confesso, mas a ressaca está curada. Já hoje, estive obviamente na Praça do Munícipio, onde a nossa equipa foi recebida e homenageada pelo Presidente da Câmara de Lisboa.

Vejam no post anterior as fotos da festa do Sport Lisboa e Benfica, Campeão 2009/10.

MOMENTOS DE CAMPEÃO - Palavras para quê?


sábado, 8 de maio de 2010

PRONTOS PARA O DIA D

Informo todos os meus ilustres leitores e visitantes, que a "Catedral do Desporto", reabre após curada a ressaca.

I GOTTA FEELING

video
FORÇA SLB

sexta-feira, 7 de maio de 2010

FIM DE SEMANA DE EMOÇÕES - Corações ao rubro.


   Aproxima-se a passos largos o último fim-de-semana futebolístico do nosso campeonato, temporada 2009/10, com ele o terminar de um mar de paixões, alegrias, tristezas, discussões, enfim, tudo aquilo que deve rodear este maravilhoso desporto e que faz dele um turbilhão de emoções, não o triste espectáculo de constantes provocações, faltas de respeito, atitudes de guerra e autêntico terror que por vezes grassam no nosso campeonato, os quais repugno de forma veemente, mas que infelizmente são já uma imagem de marca do nosso país e com a conivência de alguns comentadores que na comunicação social proliferam o seu ódio e não o seu amor ao clube.
   Jogam-se então muitas e importantes decisões, na Liga Vitalis, são 5 equipas para 2 poleiros, vantagem clara para o Beira-Mar, que depende apenas de si para festejar um merecido regresso ao convívio dos grandes, defrontando no seu terreno o já despromovido Carregado.
   Outra equipa que depende de si é o Portimonense, clube pelo qual tenho especial simpatia, não me perguntem porquê, gosto e pronto, mas o qual tem uma complicada deslocação ao terreno de um outro candidato, a Oliveirense, bastando aos algarvios um empate e nesse caso, estaremos na presença de um regresso forte e histórico de um Algarve com 2 equipas na principal Liga.
   Mais a norte, o Feirense tem ainda uma palavra a dizer, embora dependa de terceiros, terá de vencer no Estoril e esperar que o Portimonense ou o Beira-Mar percam os seus jogos e num patamar mais distante e complicado, surgem os açoreanos do Santa Clara e estes só com uma enorme conjugação de factores conseguirão o almejado regresso à 1ª liga.
   Na liga Sagres, os motivos de interesse são ainda maiores, pois trata-se da mais importante prova do nosso calendário e se no que toca à despromoção tudo está decidido, já nas luta pela Europa, Guimarães, Nacional e Marítimo lutam pelo último lugar de acesso à Liga Europa, prova onde Porto e Sporting já têm presença garantida, embora no caso do Porto tudo possa acontecer, basta recorrerem de qualquer coisa para o Conselho de Justiça da Federação e até campeões podem ser, pois este órgão federativo dá-lhes sempre razão.
   Não deixa contudo de ser curioso algo que me parece de alguma promiscuidade, se o Nacional, vencer o Braga e o Guimarães não vencer o Marítimo, é o Nacional que vai à Liga Europa, contudo, Manuel Machado, treinador do Nacional, vai ser o futuro treinador do Guimarães e a questão que se coloca é se quererá o treinador dos madeirenses tirar o seu futuro clube de uma competição europeia, onde ele próprio participará na próxima temporada caso os minhotos se qualifiquem? Aí está um assunto a merecer reflexão e que pode gerar algumas suspeitas e esse facto pode ainda beneficiar o SC de Braga, pois o seu jogo é precisamente na Madeira contra o Nacional, mas vamos acreditar que o profissionalismo vai prevalecer e as pessoas vão ser sérias e querer defender o seu clube até ao fim.
   Deixando de fora a luta europeia, vamos ao mais importante, à grande decisão da temporada, o título de campeão nacional.
   Não vou aqui vincar a minha opinião de quem merece mais ou não ser campeão, todos conhecem a minha preferência e sabem desde há muito a minha opinião, vou-me antes reportar aos factos que podem suceder.
   O Benfica é a única equipa que depende de si, ou seja, ganhando ou empatando na recepção ao Rio-Ave, não lhe interessa os outros resultados, tem apenas de cumprir a sua missão, a qual me parece estar perfeitamente ao seu alcance e que servirá para coroar uma época brilhante, com o melhor futebol que se viu nos relvados nacionais, a acontecer, este será um prémio justíssimo a todo o grupo de trabalho do Benfica.
   Não deixa de ser curioso também este jogo ter uma particularidade interessante e até pertinente para o clube e o atleta, a questão do Fábio Faria, contratado pelo Benfica em Dezembro, eis que inesperadamente para o próprio jogador, ele vem à Luz defrontar o seu futuro clube, que quer ser campeão. Não deve ser nada fácil o estado de espírito deste atleta no momento, por um lado quer ajudar a sua equipa até ao fim, por outro quer ver o seu futuro clube campeão.
   A questão torna-se tanto mais sensível se atendermos a tudo o que podem vir acusar este jovem, se não jogar é porque fez falta ao clube, se jogar e tiver o azar de falhar num lance crucial, é porque fez de propósito para ajudar o clube que já o contratou, pois como se sabe, no que diz respeito ao Benfica, os nossos rivais, estão sempre prontos e à cautela para colocar tudo em causa, mesmo que essa contratação já tenha sido feita há quase 6 meses e não como da contratação de Nuno ao Aves pelo Porto, feita na semana que antecedeu a última jornada desse campeonato em que Sporting e Benfica também podiam ser campeões.
   Obviamente, disso não falam os sempre zelosos sportinguistas quando os assuntos não são Benfica, afinal de contas, a subserviência e a veneração ao Porto, conjugada como ódio ao Benfica fala muito mais alto.
   Esse factor,  segundo a minha opinião, reflecte uma clara perda de identidade do clube, pois quando os adeptos e direcção de uma equipa como o Sporting, se revê numa equipa que deveria ser rival, isso representa claramente uma perda de identidade, a qual toma contornos ainda maiores, quando se usa o argumento de se reverem em clubes ganhadores, assumindo desse modo, que o Sporting já deixou de o ser e quem se revê no Porto por este ser um clube ganhador, independentemente dos meios utilizados, deve assumi-lo, ser coerente e usar cachecóis desse clube, assumindo o seu portismo sem camuflações.
   Não deixa aliás de ser curioso, que venerem o clube que ao longo dos tempos, mais os tem provocado, mais os tem prejudicado e ofendido, culminando hoje, com uma situação semelhante a muitas outras num passado recente, a contratação pelo Porto de Lazaretti, jogador do Guimarães, que o Sporting também queria contratar, o que me leva a concluir que não sendo um clube assumidamente masoquista, o Sporting é sem sombra de duvidas, o clube mais católico do mundo, pois está sempre pronto a dar a outra face.
   Já o Braga, terá de vencer na Madeira e esperar que o Benfica perca, missão essa complicada, mas matematicamente possível, motivo de sobra, para que com toda a legitimidade, os adeptos bracarenses, mantenham acesa a chama do título, o que muito beneficia o Braga, o campeonato e a própria possível vitória final do Benfica.
   Não faltam portanto motivos de interesse para um fim de semana futebolístico que promete emoção a rodos e cuja esperança benfiquista e na qual me incluo é a de poder comemorar um título ganho de forma inteiramente justa e por muito que alguns queiram desvalorizar, não conseguem, pois quando as pessoas ligadas ao futebol, desde treinadores a jogadores, antigos jogadores e treinadores e demais pessoas ligadas ao futebol e sem ligação aos clubes envolvidos nesta luta, reconhecem a inteira justiça do título ao Benfica, caso este se confirme e elegem o seu futebol como o melhor desta época, a larga distância dos seus mais directos adversários, todos os outros argumentos caiem por terra e apenas servem para serem eles mesmo ridicularizados por quem efectivamente sabe e percebe de futebol.
   Não deixa de ser curioso poder constatar, que para além da natural ansiedade dos adeptos do Benfica e Braga, o que sabe muito bem, porque é sinal que estamos na luta,  há adeptos de outros clubes que nada ganharam e que nada podem ganhar, ainda muito mais ansiosos e expectantes, o que me faz ter a certeza que vai haver festa e da rija este Domingo ao final da tarde e noite, ou para festejar a conquista de um campeonato, ou para os outros festejarem o facto do Benfica não ser campeão, o que não deixa de ser sintomático em relação à grandeza a que nos elevam, ou seja, será uma espécie de festejar qualquer coisa que não sei bem o quê, enfim festejos dos fracos e oprimidos.
   Para terminar e como benfiquista convicto, mesmo correndo o risco de em caso de falhanço, ser alvo de muito chacota por parte dos meus amigos de outros clubes, que não me passa pela cabeça outra coisa que não a conquista do 32º título do Benfica e que tenho grande fé e convicção que com o apoio do público que esgotou a Catedral e a entrega total dos seus atletas, esse título não fugirá, por muitas manobras de bastidores que usem, por muitos milhões que ofereçam aos jogadores do Rio-Ave e por muitos Jorges Sousa que coloquem a apitar, a força do Benfica tem de superar tudo isso.
   Assim sendo, lanço o desafio que hoje me deixaram via “sms”: “ Vamos demonstrar a nossa força, Somos o maior clube do Mundo, não existe igual, incomparável, enorme, diferente, único, Sport Lisboa e Benfica, mostra a tua raça, querer e ambição, nós só queremos Benfica campeão. Coloca na tua janela, uma bandeira, camisola ou cachecol do Benfica, vamos colorir o país de vermelho”. Eu já fiz a minha parte, faz tu a tua.

Uma abraço e até Domingo na Catedral.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

MOMENTOS HILARIANTES DA 29ª JORNADA - Porque o futebol é uma festa

--- Haveria muito ainda a dizer sobre o jogo do Dragão, mas esse já é passado e no fundo tratou-se apenas de uma derrota numa jornada da Liga, que em nada hipotecou os objectivos do Benfica, numa prova de regularidade, agora o que interessa é a última jornada e nessa o Benfica é a única equipa que depende de si para concretizar o seu grande objectivo da temporada, sagrar-se Campeão Nacional de futebol. 
    Contudo, a 29ª jornada a liga, ficou marcada por vários episódios de humor e como o futebol é uma festa, seria tremendamente injusto da minha parte, não dedicar um post à festa do futebol, o golo e os seus festejos, para mais, quando eles são dignos de entrar para o anedotário nacional.
    A jornada que passou, teve de facto alguns episódios “sui generis” em vários campos, dignos da melhor comédia internacional e da verdadeira anedota nacional, algo que a mim, enquanto benfiquista registei com muito agrado e até com muito gozo e divertimento, por ver que há imensa gente que movida pela sua cegueira e obsessão em relação ao Sport Lisboa e Benfica, dando-lhe sempre uma atenção e importância estremas, nem se aperceberam com toda a certeza do ridículo das suas figuras, nem do que se estava a passar em prejuízo dos seus clubes.
    Foi sem dúvida hilariante e divertido verificar no estádio do Dragão, a imensa festa ao golo do Braga, quando foi precisamente esse golo que afastou o Porto da Liga dos campeões, consta mesmo, que os festejos se alastraram às ruas do Porto, sem dúvida foi um momento de pura diversão, ver tanta gente feliz e contente pelo seu clube quedar-se em definitivo pela 3ª posição e nisso meus amigos, estou com eles, também eu vibrei por ver o Porto afastado dessa competição.
   Ao mesmo tempo, em Alvalade, os sportinguistas rejubilavam com os golos do Porto, confesso que cheguei a fazer imensas contas de cabeça: será que afinal de contas o Sporting ainda pode ser campeão? Cheguei à conclusão que não, 28 pontos, até ver, são ainda impossíveis de recuperar numa jornada. Então o que festejam eles?
Bom, conclui que eles apenas festejam tudo o que seja contra o Benfica, mesmo que seja o Porto o único clube que os tem feito cair no ridículo, lhes rouba jogadores em que estão interessados, andou a pagar a árbitros para eles perderem jogos, goza com o seu roupeiro e afirma que humilhou o seu Presidente, entre muitos outros episódios, mas obviamente o que interessa isso a um verdadeiro sportinguista?
Nada, o que interessa é o Benfica perder um jogo e foi do mais puro requinte em comédia, ver o estádio de Alvalade em êxtase a festejar um dos golos do Porto, no preciso momento que a Naval marca e lhes inflige mais uma derrota, consta que os jogadores da Naval ficaram tão espantados, que se questionaram: Porque raio nos jogos em casa nunca temos ninguém no estádio e em Lisboa, no estádio de Alvalade, temos tanto público a torcer e a vibrar por nós?
 Consta mesmo que Aprígio dos Santos, Presidente da Naval, já encetou contactos com a Câmara de Lisboa, no sentido de arranjar um terreno naquela zona lisboeta, por forma a edificar um novo estádio, para que a sua equipa sinta o calor dos adeptos que não sente na Figueira da Foz.
    Com tudo isto, mais uma vez, o Benfica mostrou que é a mola impulsionadora do futebol português e que os adeptos de outros clubes se movem em função do Benfica, algo que o enobrece e faz com que de facto seja único no futebol português e o clube a que ninguém fica indiferente, porque realmente lixado, lixado é ser votado à ignorância.
    Portanto, foi um fim-de-semana de festa para muitos, o Benfica perdeu, o Sporting também, mas isso não interessa para nada, há festa na mesma, porque o Benfica perdeu, o Porto festejou efusivamente o 3º lugar e o golo bracarense que os afastou da Champions e por isso os meus mais sinceros parabéns.
Quanto aos benfiquistas, vão ter de esperar até ao dia 09 de Maio, com o imenso prazer de ao contrário dos outros terem um verdadeiro motivo para poderem festejar, facto esse que me apraz registar e que me deixa perplexo perante a tamanha felicidade dos nossos adversários, os quais, estão mais ansiosos e expectantes pelo desenrolar da última jornada que os próprios benfiquistas, na terrível angústia de rezarem por todos os cantos por um desaire contra o Rio-Ave, algo em que sinceramente não acredito, não creio que os briosos jogadores deitem por terra no seu último jogo toda uma brilhante caminhada que merece ser coroada com o Título de Campeão.
    Seria sem dúvida para mim, o maior desgosto desportivo da minha vida ver o meu clube a morrer na praia, não tanto pela chacota que os nossos adversários anseiam fazer do Benfica, mas por todos os momentos de imenso prazer que esta equipa me vem proporcionando e pelo qual merece um final feliz, o único que julgo ser possível e em que acredito e eu vou estar lá.
 

SEMPRE BENFICA

Loading...
Adaptado por Blogger Benfiquista